Page

Author admin

Store in the Cloud: um mercado de TI para os varejistas se fortalecerem

Por Carlos Capps, líder de Retail, Healthcare e Life Science para IBM Services América Latina


Poucas organizações e executivos de negócios estavam preparados para a mudança da noite para o dia na nova era inaugurada pela pandemia. Indústrias essenciais como o varejo conseguiram pivotar negócios e operações para surfar a nova onda, fortalecendo e/ou redirecionando para canais digitais, reconfigurando o supply chain para novos canais e padrões de demanda e repriorizando planos de investimento em tecnologia. O que era uma meta de longo prazo tornou-se um desafio chave para empresas em todo o mundo. E a pergunta que ouvimos todos os dias é: em que investir agora para ajudar as organizações a se fortalecerem no futuro?

A IBM vem realizando todos os meses entrevistas com mais de 14.500 pessoas no Brasil, China, Alemanha, Índia, México, Espanha, Reino Unido e Estados Unidos, para entender os novos hábitos de consumo. De acordo com nossa pesquisa mais recente, a pandemia levou os consumidores a explorar diferentes ferramentas e serviços, e muitos dizem que continuarão a usá-los no futuro. No Brasil, por exemplo, 58% dos entrevistados fizeram um pedido por meio de um aplicativo móvel durante a COVID-19. No mundo, mais de 2,14 bilhões de pessoas devem comprar bens e serviços online até 2021*.

Ao quebrar as resistências às compras online, a Covid-19 se tornou no ponto de inflexão para a transformação digital – os serviços digitais se expandirão em importância em um número crescente de setores e atividades. E o sucesso dependerá da velocidade de aplicação da tecnologia para melhorar experiências, lançar novas ofertas e repensar como o trabalho é feito.

Hoje, os consumidores sabem o que, quando, onde e como querem, e os varejistas estão lutando para mudar com rapidez suficiente para entregar os bens e serviços que os clientes desejam. Os varejistas dizem que seu modelo operacional e tecnologias de suporte têm o desafio de oferecer inovação rápida que atenda às expectativas dos clientes em constante mudança, enquanto gerenciam a inflação de custos nas operações da loja.

Por mais que o entusiasmo ajude a longo prazo, o que os varejistas mais precisam agora são soluções testadas que possam implantar rapidamente.

‘Store in the Cloud’: reinventando o papel da loja

Para ajudar os varejistas nesse momento, a IBM lançou o Store in The Cloud, um conjunto de tecnologias desenvolvidas para funcionar em uma arquitetura de nuvem aberta e híbrida, onde qualquer varejista do mundo pode aproveitar a mais ampla gama de plataformas líderes, como RedHat OpenShift ou IBM Watson. Desta forma, eles podem expandir ou desenvolver rapidamente novas soluções e serviços, para fornecer os melhores recursos aos seus clientes finais, enquanto melhoram os processos online e na loja de ponta a ponta. Alguns benefícios são:

• Redução de custos. Os varejistas podem operar a um custo menor, diferenciar a experiência do cliente nos canais digitais e físicos e ter a capacidade de inovar de forma rápida.


• Acessar Insights. Treinar os funcionários e gerentes da loja com ferramentas e acesso a informações para ajudá-los a oferecer uma experiência diferenciada ao cliente.


• Visibilidade do estoque. Combinar a visibilidade total do estoque e das vendas anteriores e previstas com disponibilidade em tempo real para acelerar o reabastecimento, redução de preços e outras tarefas.


• Promoções e experiências personalizadas. Usar dados e inteligência artificial para exibir promoções e comunicações altamente personalizadas durante a jornada de compra.


• Informações no site em tempo real. Aplicar dados hiperlocais a preços e conteúdo digital para fornecer informações contextuais aos clientes quando eles estiverem comprando.

Não sabemos o que o futuro reserva, mas entendemos que ele exigirá que os varejistas continuem a operar em um ecossistema muito complexo de dispositivos, software e sistemas para atender às necessidades dos clientes. A nuvem híbrida proporciona aos varejistas a facilidade de construírem sobre o que têm hoje, aprimorando as experiências na loja e online para atender às expectativas dos clientes, e dando-lhes uma forma de emergir mais fortes no mercado, reinventando o papel da loja.


http://www.statista.com/statistics/251666/number-of-digital-buyers-worldwide/

Tags, , , ,

digio abre mais de 30 vagas em diversas áreas

mente um ano de reposicionamento da marca, segue em expansão e terá quase 30% do quadro de colaboradores admitido e integrado de virtualmente durante a pandemia. Mesmo com a crise, a empresa manteve um ritmo de crescimento acelerado e alcançou a marca de 1,6 milhão de clientes. A meta é chegar a 5 milhões em 2023.

Para Beatriz Nóbrega, Superintendente de Gente&Gestão e CX, o sucesso é consequência do modelo de negócio da instituição, inovador até entre os bancos digitais. O digio é o único banco digital do país a oferecer cartão de crédito internacional sem anuidade e juros rotativos. “O digio está mostrando que veio para transformar o mercado, fazendo jus ao nosso slogan: ‘tudo se transforma’”, diz Beatriz.

Confira todas as vagas abertas em digio.gupy.io/

Huawei destaca avanços do 5G durante a Futurecom Digital Week

Há 22 anos no Brasil, a Huawei participa ativamente na transformação digital do país em parceria com operadoras, desde a instalação do 2G até o 4.5G, além de já ter capacitado mais de 30 mil profissionais e estudantes em suas iniciativas e parcerias educacionais com instituições de todo o país. A colaboração da Huawei estará presente na Futurecom 2020 Digital Week, um dos maiores eventos dedicados a inovação na América Latina, que, este ano, será realizado em formato online, de 26 a 30 de outubro.

Durante os Meetups, Webinars, Podcasts e debates do evento, a Huawei demonstrará como os avanços de tecnologias como 5G, IA, Redes, Nuvem e IoT (Internet das Coisas) irão abrir oportunidades às pessoas, aos negócios e à sociedade.

“Junto com nossos clientes e parceiros, contribuímos para o desenvolvimento das redes móveis e de banda larga, que cobrem 95% da população brasileira. Ajudamos nossas operadoras parceiras a lançar as redes 2G até 4.5G no País e ajudamos a construir a primeira rede de fibra óptica de alta velocidade na região amazônica, conectando 20 cidades e beneficiando cerca de 4 milhões de pessoas”, explicou Sun Baocheng, CEO da Huawei Brasil, destacando que a empresa levará toda essa expertise para sua participação no evento.

No Brasil desde 1998, a Huawei tem contribuído para a transformação digital do País. Implantando soluções inovadoras e com uma operação localizada, a empresa gera 1.200 empregos diretos e mais de 15.000 indiretos.

O comprometimento com a missão de construir um mundo totalmente conectado e inteligente permitiu que a Huawei ofereça as soluções mais avançadas e acessíveis em diversos setores como finanças, energia, agricultura, transporte, mineração, cidades inteligentes e no setor público.

Confira a programação de participação da Huawei na Futurecom Digital Week 2020:

https://futurecom.easyevent.com.br/search?term=Huawei

–  26 de outubro, às 16:30h – MeetUp | Agronegócio: Do Plantio à Mesa do Consumidor: O Uso de Tecnologias como aliada na Transformação do Campo. Participação do diretor de Marketing da Huawei Brasil, Tiago Fontes.

–  27 de outubro, às 09:40h – PODCAST | O 5G, com o gerente de solução Wireless da Huawei, Bruno Alvarenga Martins Ribeiro.

–  27 de outubro, às 11:00h – WEBINAR | 5G Interconectando Tecnologias e Serviços, transformando Negócios. Participação do CEO da Huawei no Brasil, Sun Baocheng.

–  28 de outubro, às 09:40h – MeetUp | Governo: Importância da Digitalização das Instituições Públicas alinhada às Necessidades dos Cidadãos. Participação do Executivo de Soluções Huawei para a Indústria, Ricardo Mansano.

–  29 de outubro, às 09:40h – MeetUp | Varejo: Redesenhando a Experiência do Consumidor no Mundo Low Touch. Participação do Consultor de Vendas Corporativas da Huawei, Davi José Martins.

–  29 de outubro, às 16:30h – MeetUp | Energia: Da Geração à Entrega de Energia ao Consumidor: A Revolução Digital e o seu Impacto no Setor Energético. Participação do diretor da Huawei Enterprise, Francisco Costa de Menezes.

–  30 de outubro, às 10:30h – Fireside Chat | O 5G, com o gerente de solução Wireless da Huawei, Bruno Alvarenga Martins Ribeiro.

–  30 de outubro, às 11:00h – WEBINAR | Acelerando a adoção de 5G através da Construção de um Ecossistema de Colaboração e Inovação. Participação do diretor de Soluções da Huawei, Carlos Roseiro.

SERVIÇO

Evento: Futurecom Digital Week 2020 – Online e Gratuito

Período: 26 a 30 de outubro

Inscrição: https://www.futurecom.com.br/pt/digital-week.html#inscreva-se

Tags, , , , ,

Tinder faz parceria com EBANX para oferecer pagamentos locais na América Latina

O EBANX, fintech especializada em soluções de pagamento locais da América Latina para merchants globais, e o Tinder®, app mais popular do mundo para conhecer novas pessoas, hoje anunciam uma parceria para pagamento de assinaturas na América Latina. As empresas lançam a parceria primeiramente no Brasil, dando à comunidade do Tinder no país as facilidades de pagar com métodos locais quando assinarem o plano desejado. EBANX e Tinder vão expandir a disponibilidade de métodos locais de pagamento também para o México, Colômbia, Argentina, Chile e Peru nas próximas semanas.

Pela parceria no Brasil, o Tinder vai oferecer inicialmente a seus membros a opção de pagar as assinaturas com cartões de crédito locais e/ou via débito em conta de depósito, além da opção de parcelar em até seis vezes.

“Estamos entusiasmados em anunciar esta parceria com o EBANX, que dará aos membros do Tinder no Brasil e em outros países da América Latina a segurança e a facilidade de usar as formas de pagamento que preferirem, para assinar os planos desejados e continuar aproveitando sua jornada no Tinder”, diz Sabrina Zaremba, Diretora da Desenvolvimento de Negócios para o Tinder na América Latina.

“O investimento do Tinder na América Latina mostra a importância da região e como há muito espaço para crescimento. Estamos muito felizes com esta parceria, começando no Brasil e, posteriormente, expandindo para a América Latina, facilitando a conexão entre a empresa e seus clientes por meio das nossas soluções de pagamento localizadas”, afirma Henrik Nilsmo, CCO do EBANX.

40 startups passarão por missão de internacionalização virtual

Para viabilizar a realização do ciclo Bogotá-Medellín, as cinco instituições realizadoras do StartOut Brasil reformularam o programa de modo que o apoio à inserção de startups brasileiras em mercado externos tivesse continuidade. Na seleção, 40 empresas foram classificadas para integrarem a primeira etapa do programa, a Missão Virtual.

Ela será realizada inteiramente de forma online. O principal objetivo é capacitar as startups para internacionalização e orientá-las para a prospecção de parceiros de negócios na Colômbia. Entre outubro e dezembro de 2020, os empreendedores participarão de atividades como treinamentos de pitch, mentorias coletivas de mercado, webinars com players do mercado, mentorias técnicas, agenda de negócios organizada por matchmaker, sprints de mentoria em internacionalização, apresentação de pitch para feedback de um público qualificado e Demoday para investidores.

Desenvolvimento do programa

O Ciclo Bogotá-Medellín é composto por três missões: Virtual, Imersão e Follow-up. Para a segunda etapa, serão selecionadas até 15 startups com base na avaliação da participação dos empreendedores na primeira fase, especialmente nos quesitos: qualidade do pitch, atratividade do mercado (potencial de parcerias) e comprometimento com o programa.

“A Missão de Imersão está prevista para ocorrer em março de 2021, mas só será realizada se estivermos seguros de que há condições sanitárias propícias para a execução da missão internacional. Até 08 de janeiro de 2021 anunciaremos essa decisão”, comenta Gustavo Ene, Secretário de Desenvolvimento da Indústria, Comércio, Serviços e Inovação da Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia (SDIC/SEPEC/ME).

Após essa etapa, cinco empresas poderão participar da Missão Follow-Up, que vai apoiar as startups a aprofundarem as oportunidades de negócios prospectadas durante a missão internacional no retorno ao mercado colombiano.

Selecionadas para a Missão Virtual

Para esta fase, foram selecionadas startups brasileiras com foco em expansão e internacionalização, que tenham produto/serviço finalizado para comercialização e que estejam faturando ou já tenham recebido algum tipo de investimento.

Na categoria Ampla Concorrência, os negócios escolhidos são aqueles que nunca participaram ou que estiveram em apenas um ciclo do StartOut Brasil: Whywaste, Novidá, Predict Vision, Play2Sell, Ilhasoft, Nap It Global Network Solutions, Tarvos, Dr1 Imagens E Inspeções Ltda, Predify Smart Pricing, Bimachine, Sentimonitor, The Bridge, Quipo Tecnologia Ltda, Five Validation, Bluepex Tecnologia, Psicomanager, Everlog Tms, Neuralmind Inteligência Artificial Ltda, Pris, Litma Tecnologia, Eloverde Sistemas Ltda, Isportistics, Personal2Travel, Homecarbon Energy Solutions, Prosumir, 7 Waves Do Brasil Ltda, Futebol Interativo Treinamentos Ltda, Englishbay, Herself, Hortify, Hauseful Serviços Digitais e Farmly.

As Graduadas, empresas que já passaram por, no mínimo, dois ciclos do programa, por outro lado, são: TNS Nanotecnologia, Labsoft Tecnologia Ltda., Implanta It Solutions, Immail Do Brasil Serviços De Informática Ltda., Rocket.Chat, Molegolar e Aya Tech.

Para saber mais sobre essas empresas, acesse: http://www.startoutbrasil.com.br/ciclo/startups-aprovadas-ciclo-bogota-medellin/ .

Tags, ,

NEC participa do Futurecom 2020 e destaca sua estratégia com foco no 5G

Num ano em que a conectividade se mostrou imprescindível na vida das pessoas, em virtude do isolamento social, a NEC reafirma sua missão de contribuir para a inovação e a colaboração no setor da tecnologia e marca presença no principal evento de tecnologia da América Latina – o Futurecom. A iniciativa, que nesta edição acontece somente no formato digital, por meio de uma plataforma virtual repleta de conteúdo, traz a participação de executivos da organização nos âmbitos brasileiro e global.

No primeiro dia do evento, 26 de outubro, às 14h, Wagner Coppede, diretor de Negócios da NEC no Brasil, participa da apresentação do business case do banco digital Nubank. Na mesma data, às 15h50, Wagner Barroso, diretor de Negócios da NEC no Brasil, integra o webinar que tem como tema “Como destravar a digitalização no Brasil e impulsionar o avanço do 5G?”. Na terça-feira (27), às 10h30, a líder global da NEC para Negócios com Provedores de Serviço, Mayuko Tatewaki, fala ao público do evento, quando apresenta cases da organização ao redor do mundo e destaca o desenvolvimento das aplicações voltadas a 5G e OpenRAN, além de comentar sobre sua visão acerca do cenário atual do setor.

Ainda no segundo dia do Futurecom, às 13h30, o diretor de Tecnologia da NEC, Roberto Murakami, concede uma entrevista em formato de podcast para responder sobre o 5G e os planos da NEC para a chegada da tecnologia ao Brasil. Angelo Guerra, vice-presidente da NEC no Brasil, compõe uma sessão de webinar que conta com a presença de executivos de operadoras, empresas multinacionais e uma universidade, para falar acerca do tema “Um mar de possibilidades: uso combinado de 5G, IoT, Big Data & Inteligência Artificial Impulsionando novos modelos de negócios”, que acontece na quinta-feira (29), às 11h.

Além disso, a NEC contará com a presença de seus executivos nas sessões de MeetUp, que vão reunir especialistas de diversos setores para discutir o papel da tecnologia nas mais diversas verticais da economia, como Varejo, Agricultura, Serviços Financeiros, bem como no âmbito governamental.

Confira a lista dos executivos da NEC nos MeetUps:

• Agronegócio: do plantio à mesa do consumidor – o uso das tecnologias como aliadas na transformação do campo
Leandro Galante, head de OpenRAN e 5G Lab
26/10, das 16h30 às 18h


• Personalização de Serviços Financeiros: ponto chave na Fidelização de Clientes
Wagner Coppede, diretor de Negócios
27/10, das 9h40 às 11h

• Governo: a importância da digitalização das instituições públicas alinhada às necessidades dos cidadãos
José Fiochi, gerente de Negócios para Governos
28/10, das 9h40 às 11h

• Varejo: redesenhando a experiência do consumidor no mundo low touch
Paulo Bom, gerente de Negócios para Empresas
29/10, das 9h40 às 11h

Tags, , ,

Company Hero abre 26 vagas em todo o país

Company Hero, legaltech que ajuda PMEs a fazer negócios de qualquer lugar sem burocracia, acaba de anunciar 26 vagas nas áreas de tecnologia, contabilidade, comercial, marketing e administrativo. A maioria das vagas é para trabalho 100% remoto e candidatos de todas as regiões do país, através do trabalho home office. Parte das vagas é específica para candidatos das cidades de São Paulo, Campinas, Belo Horizonte, Recife, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Recife e Curitiba. Para se inscrever basta acessar o link.

Confira as vagas abaixo:

Oportunidades remotas – pessoas de qualquer região do país

Vagas 100% remotas para Analista de Growth – Foco em aquisição, Analista Contábil e Tributário, Especialista em Marketing de Produto, Team Leader de Operações, Desenvolvedor Front React II, Desenvolvedor Python I, Copywriter Jr |Marketing|Produto, Analista de Tráfego Digital, Copywriter Sênior|Branding| e Analista de Relacionamento. Para estágios, a companhia oferece oportunidades para Estágio – Product Marketing, Estágio – Renovação de contas, Estágio – Financeiro e Estágio – Relacionamento com cliente.

Grande São Paulo
Na capital paulista, a empresa possui vagas na área Comercial e de Novos Negócios com os cargos Parcerias – SP Alphaville/Barueri e Estágio – Parcerias São Paulo.

Belo Horizonte
Na capital mineira, a empresa oferece vagas para área Comercial e de Novos Negócios nos cargos de Parcerias e Estágio em Parcerias.

Campinas
Na cidade de Campinas, a Company Hero está com uma vaga aberta para o cargo de Parcerias, na área Comercial e de Novos Negócios.

Rio de Janeiro
Na capital carioca, a companhia oferece vagas para as posições de Parcerias e Estágio em Parcerias na área Comercial e de Novos Negócios.

Porto Alegre
Na cidade de Porto Alegre, a empresa oferece uma vaga para o cargo de Parcerias na área Comercial e de Novos Negócios.

Recife
Na capital pernambucana, a Company Hero oferece uma vaga para o cargo de Parcerias na área Comercial e de Novos Negócios.

Curitiba
Na capital paranaense, a empresa oferece uma vaga para Estágio em Parcerias na área Comercial e de Novos Negócios.

Celcoin recebe investimento de R﹩ 23 milhões e planeja expansão de serviços Open Finance

A startup Celcoin acaba de anunciar uma nova rodada de investimento no valor de R﹩23 milhões. O aporte foi liderado pela Vox Capital e teve também a participação do boostLAB, Hub de negócios do BTG Pactual para empresas tech.

Fundada em 2016, a empresa fornece uma plataforma de serviços financeiros conectada a concessionárias, órgãos públicos, operadoras de celular e distribuidores de produtos e serviços, que pode ser acessada por fintechs por meio da solução de APIs Open Finance, e por pequenos varejistas por meio de um aplicativo.

Com a plataforma, fintechs, bancos digitais e demais segmentos podem oferecer serviços que antes eram restritos aos grandes Bancos, como pagamento de contas e tributos, e ainda recargas de celular, recargas de transporte, transferências, débito automático e saques na Rede Banco 24 Horas. De acordo com Marcelo França, fundador e CEO do Celcoin, o objetivo é deixar as fintechs focadas no seu core business sem se preocupar com serviços que são complementares, mas obrigatórios em todas as contas digitais.

Frederico Pompeu, sócio do BTG Pactual responsável pelo boostLAB, destaca que o investimento na Celcoin ajudará a alavancar ainda mais a empresa. “Uma de nossas maiores vantagens competitivas, especialmente com startups que crescem rapidamente, é a nossa capacidade de apoiar as suas necessidades bancárias e de apresentar novos clientes. Acreditamos no negócio e em todo o time da Celcoin. Estamos muito felizes com este grande passo”. Mais de dez startups que passaram pelo programa já usam as APIs da Celcoin.

Já em sua solução de rede própria de correspondentes digitais, milhares de lojistas usam o aplicativo Celcoin para acessar a plataforma de serviços e atender seus clientes recebendo contas, revendendo recargas, passagens, planos de TV, entre outros. A rede de agentes Celcoin também funciona como ponto de saque e depósito para fintechs e bancos. “Transformamos comerciantes em ‘correspondentes digitais’ para levar acesso à população desbancarizada e permitir que fintechs e Bancos tenham capilaridade e presença física”, afirma Marcelo.

A startup atende hoje mais de 110, dentre mais de 20 bancos, 8 empresas com capital aberto, dezenas de fintechs, sendo 7 consideradas unicórnios, além de corretoras, programas de fidelidade e operadoras de telefonia. Trabalha, ainda, na homologação de mais 20 empresas e possui uma rede de correspondentes digitais com 33 mil agentes, que estão presente em todos os Estados brasileiros. A grande maioria atua em segmentos de serviços essenciais, como farmácias, mercearias e mercados. Durante a pandemia, o volume de transações na rede cresceu 50%. De acordo com Adriano Meirinho, co-fundador do Celcoin: “Grande parte da população passou a evitar aglomerações nas lotéricas depois que descobriu que era possível pagar contas e fazer recargas nas farmácias e mercados do bairro”.

Segundo Daniel Izzo, CEO da Vox Capital, a fintech continua entregando excelentes resultados e com crescimento exponencial em seu segmento. “O aplicativo vem transformando a vida de muita gente. A rede de agentes já atende milhões de pessoas que, muitas vezes, não têm acesso para pagar suas contas, nem a alguns serviços básicos”.

Pela plataforma Celcoin, passam mensalmente as transações de 7 milhões de consumidores, um volume financeiro de R﹩1,2 bilhão e 1,3% das contas de consumo pagas no país. A empresa já gera caixa e pretende usar os recursos na expansão da rede de agentes, na conclusão do processo de obtenção da licença de Instituição de Pagamento no Banco Central, e na criação de uma nova geração de APIs de serviços financeiros para permitir que fintechs criem experiências inovadoras para seus clientes.

Tags, ,

EDP Brasil anuncia nova Diretora de Inovação

A EDP Brasil, empresa que atua em todos os segmentos do setor elétrico, anuncia Andrea Salinas como a nova diretora de Inovação e Venture Capital. A executiva trará para a companhia sua visão de negócios nos mercados B2B e B2C e a sólida experiência na gestão de projetos de grande porte, no Brasil e no exterior.

“É um grande privilégio liderar as operações de Inovação e Ventures Capital da companhia, essa importante área que aproxima cada vez mais a EDP Brasil do ecossistema de inovação. Vamos seguir trabalhando baseados nos pilares de relacionamento com os empreendedores e satisfação dos clientes”, afirma Andrea Salinas.

Com 20 anos de experiência em Marketing e Negócios, Andrea registra um histórico de sucesso em empresas como The Walt Disney Company, Discovery Networks, JCDecaux, Grupo Pão de Açúcar/Casino, Globopar e Citibank.

Graduada em Tecnologia da Informação, a executiva possui MBA em Marketing e Business Management pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), além de especialização em Neurobusiness na mesma entidade.

Bruno Castro é o novo CEO da XP Asset Management

A XP Asset Management anuncia o economista Bruno Castro como seu novo CEO. Castro irá liderar uma das maiores gestoras do país, com cerca de R$ 80 bilhões de ativos sob gestão e um time de mais de 100 profissionais. Com 19 anos de experiência no mercado financeiro, o executivo trabalhou os últimos 12 anos no Itaú Unibanco. Anteriormente, teve passagens por Mauá Capital, Banco Alfa e Ipea. Formado em Economia pela UnB, é mestre em Finanças pelo Insper e possui certificação CGA.

Marcos Peixoto, que está há mais de 7 anos na XP Asset Management e foi um dos responsáveis pelo crescimento exponencial da gestora, passa a se dedicar exclusivamente à gestão das estratégias de renda variável.

“Temos como objetivo ser uma gestora referência na indústria brasileira, com foco em performance, produtos inovadores e na melhor entrega para todos os nossos clientes, sejam eles de varejo ou institucionais. Ao longo do tempo, buscamos um forte crescimento dos ativos sob gestão, além de seguir transformando e democratizando o mercado financeiro. Estou muito feliz com esse novo desafio, e agradeço pela confiança e pelo apoio de todo o time”, afirma Bruno Castro, CEO da XP Asset Management.

A XP Asset Management oferece um portfólio completo de produtos para investidores institucionais e pessoas físicas que buscam independência, robustez e consistência. Entre as principais estratégias, destacam-se: renda variável, multimercados, renda fixa e fundos de investimentos estruturados/alternativos.

Epson e FESPA Brasil promovem Rodada de Inovação

Entres os dias 27 e 29 de outubro, a Epson, empresa líder em impressão e imagem digital, e FESPA Brasil irão realizar a Rodada de Inovação, um evento online e gratuito que irá promover uma experiência imersiva no universo da impressão digital. Serão três dias de conteúdos exclusivos e relevantes, ministrados por quem está inovando e revolucionando o setor em diferentes campos de atuação.

O evento acontecerá apenas no período da manhã de cada um dos dias, com palestras e cases de sucesso alcançados com as tecnologias de impressão Epson. Entre os convidados estarão o campeão olímpico Cesar Cielo, a especialista em comunicação visual Luciana Andrade, o diretor de marketing da Água de Coco Renato Thomaz e o publisher Léo Saldanha.

“Buscamos sempre formas de inovar e atuar em parceria com os nossos clientes para entregar não apenas as melhores soluções e tecnologias, mas também informação que os auxiliam a tomar as melhores decisões de negócio”, afirma Evelin Wanke, Gerente de Negócios da Epson.

Para Alexandre Keese, diretor da FESPA Brasil, saber inovar é a chave para ter sucesso no mercado. “O empresário inovador de impressão é aquele que está sempre em busca de informações sobre o que está acontecendo ao seu redor. Uma iniciativa como essa é de extrema importância para receber dados atualizados, tirar dúvidas e absorver novos conceitos, tudo suportado pela alta qualidade da plataforma APS Live Business”, explica o diretor.

A programação da Rodada de Inovação contará também com a participação da equipe de especialistas de produtos da Epson apresentando as características e aplicações das soluções. Além da consultoria, os participantes também poderão aproveitar condições especiais do Black November, para a compra de equipamentos de impressão direta em tecido, sublimação, comunicação visual, rótulos e etiquetas, fotografia, provas de cor, arquitetura e engenharia.

Para participar da Rodada de Inovação por Epson e FESPA Brasil, basta fazer a inscrição gratuita no site: http://www.fespabrasil.com.br/rodadadeinovacao/inscrevase/FESPA?utm_source=rodada-FESPA

Pier, insurtech líder na América Latina, recebe aporte de US$ 14,5 milhões e se prepara para expandir sua operação

Os três fundadores da startup Pier. Igor Mascarenhas (mais alto), Lucas Prado e Rafael Oliveira (cabelo raspado). Foto: Andre Porto.

A Pier, insurtech líder em oferta full-stack para o mercado de seguros, acaba de receber investimentos de Série A, no valor de US$ 14,5 milhões, liderados pela monashees – fundo de venture capital pioneiro na América Latina, líder na criação de unicórnios. Também participaram da rodada de investimentos outros investidores como Canary, Mercado Livre (por meio do MELI Fund) e BTG Pactual (por meio do boostLAB). O percentual de cada fundo não foi divulgado. A Pier é insurtech líder na América Latina, utiliza inteligência artificial para levar uma experiência única aos usuários e conquistou consumidores apaixonados ficando conhecida pela contratação mais fácil e os reembolsos mais rápidos do mercado. 

“Os novos investimentos nos permitirão multiplicar consideravelmente as nossas vendas de seguro para celular e consolidar o produto do setor automotivo. A Pier possui uma tecnologia imbatível nessa área, oferecemos o melhor fluxo de contratação de seguro auto do mundo. Não existe ninguém, nem as empresas que são referência mundial, que consiga aprovar uma apólice de seguro auto tão rápido quanto nós e de forma tão simples. Isso porque temos uma tecnologia extremamente robusta, com uma capacidade preditiva antifraude muito refinada”, enfatiza Igor Mascarenhas, CEO e cofundador da Pier.

Para a monashees, o que mais contou na escolha de investir na Pier foi o fato da insurtech ser bastante disruptiva e com grande potencial de impactar positivamente o setor. Além disso, o fit cultural e o fato de a empresa utilizar tecnologia inovadora em um mercado com tanto potencial de crescimento. “O espaço de seguros é muito grande e apresenta várias oportunidades para inovação através do uso de tecnologia, seja na experiência dos clientes, desenho de produtos, distribuição e uso de sensores. Assim como em outros segmentos financeiros, esse mercado vai acelerar bastante. A Pier tem um time excelente e está muito bem posicionada para liderar esse movimento, oferecer grande valor para os clientes e se tornar uma empresa gigante”, afirma Marcelo Lima da monashees.

O Mercado Livre se surpreendeu com a tecnologia e o conceito de comunidade, o que traz dois fatores essenciais de sucesso: a retenção de clientes e prevenção de fraudes. Isso é feito por uma avaliação constante do comportamento do usuário (subscrição de risco) levando em conta mais de seis mil variáveis, enquanto o comum é de, no máximo, 20 critérios. “Vimos na Pier uma equipe diferenciada e com forte capacidade de inovação, em uma área ainda cheia de oportunidades, e isto se encaixa perfeitamente no DNA do Mercado Livre e na tese de nosso MELI Fund”, explica Renato Pereira do Mercado Livre. 

No caso do fundo Canary, além da tecnologia como ferramenta para gerar uma experiência melhor aos usuários, chamou a atenção do grupo a experiência e o conhecimento da equipe. “A Pier mostra como o setor de seguros pode ser mais flexível, tecnológico e focado no cliente. Além disso, tem um time excelente, a começar pelos cofundadores Igor Mascarenhas, Lucas Prado e Rafael Oliveira”, diz Marcos Toledo, Managing Partner do Canary.

A trajetória da Pier

“Com os recursos obtidos na época do lançamento da startup em 2018, construímos um time de pessoas altamente competentes, integrando conhecimentos de tecnologia e seguros. Consolidamos nossa participação no mercado de celulares e criamos um seguro em três cliques com uma experiência sensacional, não só na hora da compra, mas principalmente quando as pessoas mais precisam da gente. Vale lembrar que nosso atual recorde de tempo de pagamento de reembolso é de 38 segundos. Pretendemos bater esse recorde em breve, com pagamentos instantâneos”, explica Igor Mascarenhas.  

No mercado de celulares a Pier cresceu a passos largos desde a fundação, consolidou uma comunidade de mais de 15 mil clientes aos quais já pagou 5,6 milhões em reembolso. A empresa mostrou que o modelo de assinatura mensal é factível e muito bem aceito. 

A Pier atende nacionalmente com seguros de celular por assinatura, com vendas diretas pelo site, e oferta coberturas exclusivas, como as de celulares comprados fora do país e furto simples (a maioria das seguradoras cobre apenas roubo e furto qualificado, mesmo que o furto simples corresponda a mais de 90% do total de furtos). 

Além de alavancar o sucesso em celulares, os investimentos iniciais também ajudaram a insurtech a criar um novo produto, a assinatura mensal de seguros para automóveis. “Em março de 2020 lançamos o seguro auto e a primeira etapa do investimento usamos para testar o mercado, ajustar e aprender mais sobre nosso cliente”, conta Carlos Colucci, head de seguros da Pier. 

“Com o novo aporte que recebemos agora vamos expandir o time. Estamos trazendo mais profissionais seniores para o board, com um nível altíssimo de conhecimento, e nossa meta é crescer em dois anos mais de 50 vezes nossa base de clientes”, declara o executivo. O seguro auto da Pier hoje é ofertado para os estados de São Paulo e Minas Gerais. “Até o primeiro semestre de 2021 estaremos operando em todas as praças do Brasil, com seguro por assinatura mensal para auto, atendendo com coberturas que a maioria das seguradoras não oferece, como o seguro de carros oriundos de leilão”, completa Colucci.

Tags, ,