Page

Author admin

IDG NOW: Veja salários das 15 profissões de TI mais valorizadas em 2013

Alguns cargos de TI estarão em alta em 2013 e terão reconhecimento das empresas, segundo projeções da Robert Half, consultoria em RH, especializada em TI. Entre os que terão os maiores reajustes salariais estão os desenvolvedores de aplicativos móveis e engenheiros de rede sem fio, que podem esperar um aumento de 9% e 7,9% nos ganhos, respectivamente.

Estudo da Robert Half analisou 70 posições para o seu guia anual com os salários do setor nos EUA. No geral, a remuneração base para os profissionais de TI deve crescer uma média de 5,3% no ano que vem. Veja nos quadros a seguir as 15 profissiões que vão acumular os maiores reajustes entre 2012 e 2013. Os valores são para ganhos anuais.

Os valores apurados pela Robert Half levam em consideração apenas os salários base. Fatores como experiência de mercado, bônus, benefícios, gratificações e planos de aposentadoria não foram incluídos na pesquisa. Leia a reportagem completa.

Tags, ,

Business Intelligence: BXBmaster da Solusoft melhora gestão de bombeiros voluntários

Com mais de 120 anos de atuação, o Corpo de Bombeiros Voluntários de Joinville, no norte de Santa Catarina, é um exemplo nacional de eficiência em combate a incêndios e resgate. Congrega quase 2 mil pessoas, entre jovens, mulheres e homens (90% são voluntários). Essas pessoas atuam em atividades administrativas, de treinamento, vistoria a edificações, operações de prevenção e combate ao fogo, busca por salvamento e resgate veicular.
Desde 2009, a corporação conta com o apoio da tecnologia para melhorar a gestão e, consequentemente, o serviço prestado à comunidade. A PROSYST, que atua no mercado de sistemas de gestão, informatizou os setores financeiro e de suprimentos. Ivan Frederico Hudler, diretor da empresa, que também é de Joinville, se dedica ao projeto a ponto de atualmente ocupar o cargo de vice-presidente do CBVJ.
Parceira da PROSYST, a Solusoft Informática também apoia a inciativa com o BXBmaster, ferramenta de Business Intelligence que facilita a análise dos resultados e dos recursos administrados, provenientes de doações do poder público, da iniciativa privada e da população local. Ivan Frederico Hudler conta que o BXBmaster promove agilidade no detalhamento das demonstrações financeiras, a partir de uma apresentação consolidada, possibilitando efetuar análise eficaz e rápida dos dados. “Não tínhamos agilidade e nem flexibilidade na demonstração dos números aos conselheiros. Atualmente, avaliar posição orçamentária e financeira tem sido uma tarefa de qualidade associada a velocidade. O BXBmaster está contribuindo na qualidade dos processos, aumentando a eficiência da gestão administrativo-financeira”, completa o vice-presidente do Corpo de Bombeiros Voluntários de Joinville.

Tags, , , , ,

Vendas em dispositivos móveis crescerão 35% até 2015 na AL

As transações de vendas do consumidor realizadas através de dispositivos móveis crescerão 35% até 2015 na América Latina, de acordo com um estudo encomendado pela Tata Consultancy Services (TCS) empresa líder em serviços de TI, consultoria e soluções de negócios.

O estudo El Nuevo Consumidor Digital Móvil (O Novo Consumidor Digital Móvel) destaca a importância de desenvolver uma estratégia corporativa para as interações realizadas pelos dispositivos móveis. Em uma tendência similar às das transações de vendas, os serviços ao cliente e as campanhas de marketing específicas para tablets e smartphones também experimentarão um crescimento substancial, aumentando em 38% e 40%, respectivamente, nos próximos 3 anos.

As empresas que reportaram o maior sucesso com os consumidores móveis digitais são aquelas que se adaptam mais rapidamente às novas plataformas, como os tablets. Globalmente, as empresas líderes tiveram em média 25% das suas aplicações móveis desenhadas especificamente para tablets. Por outro lado, as empresas com o menor sucesso somente tiveram 17%. A rápida adoção de múltiplos dispositivos móveis, tanto pelos consumidores quanto por empregados, no entanto, requer que as estratégias continuem evoluindo ainda mais.

As empresas precisam cada vez de mais aplicações desenhadas para serem implementadas tanto em telefones inteligentes quanto em tablets. As companhias líderes que fizeram parte deste estudo reconhecem que esta estratégia permite que ajustem as suas aplicações de forma mais eficiente através de grupos de usuários e tipos de dispositivos móveis. Na América Latina, durante 2012, 28% das empresas tiveram aplicações disponíveis tanto para smartphones quanto para tablets e segundo a pesquisa esse percentual será de 34% em 2015, ou seja, mais de um terço de todas as aplicações serão planejadas para serem utilizadas em ambos os tipos de dispositivos.

“As empresas orientadas ao consumidor precisam desenvolver estratégias móveis digitais fortes e bem executadas, para que possam capitalizar as enormes oportunidades de vendas, marketing e serviço que estão surgindo via dispositivos móveis”, comenta Ankur Prakash, Presidente e COO para a TCS América Latina. “Os smartphones estão se tornando os dispositivos computadorizados preferidos dos consumidores enquanto estão em movimento, e, por sua vez, os tablets estão tendo um maior papel para estes consumidores quando estão em suas casas. Como resultado, os dispositivos móveis estão tornando a experiência dos consumidores em interações contextuais de qualquer local e a qualquer hora, e estão se tornando o novo campo de batalha para atrair e manterem-se rentáveis”.

“No estudo El Nuevo Consumidor Digital Móvel (O Novo Consumidor Digital Móvel) descobrimos através de diferentes setores que muitas empresas já fazem os altos executivos estimarem as interações de vendas, marketing e serviço através de dispositivos móveis aumentem drasticamente durante os próximos anos. As empresas que falharem em prestar atenção a estas interações, via dispositivos móveis, arriscam ficar à margem dos seus concorrentes, e perderão valiosas oportunidades de vendas”.

As companhias também estão começando a entender a necessidade de diversificar a questão das aplicações para melhorar a forma do trabalho interno. Em 2012, as empresas latino-americanas tradicionais terão um maior número de aplicações desenvolvidas para os representantes de serviços ao cliente (26 aplicações), em comparação com as aplicações desenhadas para os vendedores (17), ultrapassando aquelas para os consumidores (13). Para 2015, a área de atendimento ao cliente continuará acelerando o seu passo (34), com aplicações para os vendedores (26), que mantêm a liderança sobre aquelas para os consumidores (20).

Tags,

CIO: Redes sociais impulsionam o processo de compra de TI, confirma pesquisa

As decisões de compra na área de TI podem ser assustadoras, mas um novo estudo feito pela Forrester Research e o LinkedIn descobriu que os tomadores de decisão da área de TI (ITDMs) estão dependendo muito das redes sociais para auxiliá-los durante o processo.

O estudo “IT Purchasing Goes Social” entrevistou 400 ITDMs em uma variedade de indústrias pela América do Norte e descobriu que 85% utilizaram, pelo menos, uma rede social para fins executivos.

Mais surpreendente ainda, de acordo com Mike Weir, chefe de desenvolvimento de categorias do LinkedIn, é a extensão na qual os ITDMs utilizam as redes sociais durante o processo de compra. Leia a reportagem completa.

Tags, , ,

Gartner: gastos mundiais com TI devem chegar a US$ 3,7 trilhões em 2013

Os gastos mundiais com TI deverão totalizar US$ 3,7 trilhões, em 2013, um crescimento de 4,2% em relação ao ano passado, de acordo com a mais recente previsão do Gartner, líder mundial em pesquisa e aconselhamento sobre tecnologia. O número referente a 2013 foi revisado para cima, em relação a 3,8% na previsão do terceiro trimestre de 2012.

Tags,

FINEP tem R$ 8 bi de crédito para financiar empresas inovadoras

A FINEP reafirma para 2013 a decisão de apoiar e ampliar o crédito para empresas com foco em inovação. Esta política se reflete em números. Para novas operações de crédito, a financiadora vai oferecer recursos de R$ 8 bilhões para contratações e espera desembolsar mais de R$ 5 bilhões, de acordo com as novas políticas do governo.

Esses recursos vêm de diversas fontes de captação, como o PSI (Plano de Sustentação do Investimento), com cerca de R$ 4 bilhões. Compõem ainda o orçamento recursos próprios, além de outros vindos do FAT, Funttel e FNDCT. O anúncio dos recursos foi feito em conjunto com o lançamento de um novo programa de crédito para micro, pequenas e grandes empresas, o INOVACRED.

A partir de 1º de janeiro, os projetos de inovação, financiados com recursos do PSI, serão contratados com taxas de juros de 3,5%, consideradas as menores do mercado. O prazo para pagamento é de até 10 anos com quatro de carência.

Os novos limites foram definidos pela Resolução Nº 4.170, de 20/12/12, editada pelo Banco Central, que estabelece as condições necessárias à concessão de financiamentos passíveis de subvenção econômica com equalização das taxas de juros.

Com isso, a FINEP dobrou de R$ 3 bi para R$ 6 bi o limite de concessão de crédito com taxas de juros subsidiados , “o que permite que a financiadora contrate até R$ 8 bi em 2013”, garante o diretor de Administração e Finanças da FINEP, Fernando Ribeiro.“O compromisso da FINEP é ampliar a oferta de recursos e até correr riscos com as empresas dispostas a inovar”, esclarece o diretor.

Há boas novas também vindas das operações sem retorno. A FINEP executou 100% do orçamento do FNDCT de 2012, considerando os limites fiscais. O orçamento inicial era de R$ 2,8 bi, mas o Governo autorizou a execução de R$ 2,1 bilhões, que foram totalmente comprometidos.

Fonte: www.finep.gov.br

Tags,

Que tal conversar com Papai Noel pela internet?

O que Papai Noel faria se precisasse atender todos que quisessem falar com ele sobre os presente de Natal? A memória dele seria capaz de armazenar as informações sobre todos os presentes e presenteados? Assim como o bom velhinho não conseguiria atender a todos os pedidos sem falhar ou se cansar, muitas empresas podem ter problemas com o excesso de demanda dos clientes. Uma solução inovadora de atendimento robotizado via chat simula a conversa de Papai Noel com qualquer pessoa que queira pedir um presente ou uma dica para presentear nas festas de fim de ano. A conversa, em tom bem humorado, serve para apresentar o Service Bot-3, chat sem atendente desenvolvido pela Tree Tools Informática.
A nova solução foi apresentada, recentemente, no Congresso Nacional das Relações Empresa-Cliente em São Paulo. O sistema robotizado garante redução de custos, padronização no atendimento e maior conhecimento do histórico do relacionamento do cliente com uma empresa. O diretor da Tree Tools Paulo Sérgio Cougo comemora o sucesso do lançamento da novidade: ” Nossa ferramenta garante um atendimento dentro de um padrão previamente estabelecido pelas empresas, sem o risco de sair desse roteiro definido ou de oferecer respostas imprecisas ou contraditórias”.
O ServiceBot-3 está preparado para atender os mais diversos segmentos. “Assim como na conversa com Papail Noel, o serviço de chat automatizado pode ser aplicado à realidade de qualquer empresa. Está disponível para áreas de serviços, indústrias, comércio e qualquer aplicação que demande um chat e tenha o interesse pelas vantagens de um atendimento facilitado por um robô”, acrescenta Paulo Sérgio Cougo.
Se você quer bater um papo com Papai Noel via chat sem atendente, aí vai o link:

http://www.servicebot.com.br/chat3natal/chat/chat.zul?context=2

Tags, , , , , ,

Tecpar dará suporte para produção de veículo elétrico 100% nacional

Uma empresa que planeja instalar uma planta piloto em Curitiba para fabricação de carro elétrico com 100% de tecnologia nacional terá o suporte do Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar) para o desenvolvimento de seu negócio. A empresa chamada VEZ – Veículo de Emissão Zero – foi aprovada em banca e teve o contrato já assinado para ingressar no processo de incubação da incubadora Tecnológica de Curitiba (Intec), do Tecpar.
A incubação será na modalidade não-residente, ou seja, a empresa não ficará instalada dentro da Intec porém receberá o mesmo suporte que obtém as empresas residentes. Orientação empresarial e jurídica, apoio operacional, acesso aos laboratórios, serviços de informação tecnológica, consultorias técnicas e treinamentos são algumas das vantagens.
O contrato de incubação foi assinado na última semana pelo diretor-presidente do Tecpar Júlio C. Felix e pelo representante da empresa Tony Saad. Felix disse que é uma satisfação para o Tecpar poder contribuir com o desenvolvimento de um veículo elétrico nacional. “Estamos satisfeitos e imbuídos em colaborar com o sucesso do negócio. Temos uma oportunidade muito boa de dar um exemplo para a sociedade paranaense e brasileira. Cabe a nós agora o esforço de traduzir isso em resultado, que significa a empresa operando no mercado com sucesso”, afirmou. Veja mais no site do Tecpar. E veja também reportagem em vídeo sobre o projeto do carro elétrico nacional.

Tags, ,

CINQ Technologies ganha novamente prêmio do GPTW

A CINQ Technologies foi eleita a 15ª Melhor Empresa para se Trabalhar no Paraná e a 1ª no quesito Melhor Escolaridade do estado, de acordo com o Instituto Great Place to Work. O prêmio, divulgado na quarta-feira (12), reúne as 20 empresas com os melhores ambientes corporativos. O grande diferencial da pesquisa do GPTW é que ela escuta os próprios funcionários, além de avaliar as práticas de cada companhia.

Esta já é a terceira vez que a CINQ alcança um lugar em uma pesquisa do GPTW. Em 2011 e em 2012 a CINQ apareceu entre as Melhores Empresas Para Se Trabalhar em TI/Telecom e agora conquista um espaço entre as melhores empresas paranaenses. Para Barbara Ritzmann, Coordenadora de Gestão da CINQ, o prêmio é um reflexo da preocupação com o bem-estar dos colaboradores e o reconhecimento mostra que as diversas ações empreendidas dão um resultado cada vez mais satisfatório. Além disso, ela também acredita que uma equipe motivada gera melhorias até nos serviços oferecidos aos clientes. “Um dos principais benefícios do prêmio é motivar o time. Mais do que um foco em metas e resultados, o nosso foco é em pessoas. Trabalhamos para oferecer um bom ambiente aos nossos colaboradores.”, explica Barbara.

O Instituto Great Place to Work é uma consultoria especializada, que atua em mais de 45 países. Suas pesquisas são realizadas com mais de 10 milhões de colaboradores dos seis continentes, formando assim o mais respeitado estudo em ambientes de trabalho.

Tags, ,

Curitiba é líder em desenvolvimento econômico e social entre as capitais

Curitiba é a melhor capital do Brasil no ranking de desenvolvimento, com maior oportunidade de empregos e acesso aos serviços básicos de saúde e educação, segundo o Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal (IFDM) edição 2012, divulgado no último fim de semana.

O estudo anual da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro, sobre a evolução socioeconômica das 5.565 cidades brasileiras, aponta que a capital paranaense é a que tem o melhor serviço público de saúde entre as capitais e dobrou a geração de empregos no período de um ano. Com o resultado, Curitiba passou da terceira colocação no último levantamento da FIrjan (divulgado em 2011 com base em dados de 2009) para o primeiro lugar neste ano de 2012.

“O mair legado de uma gestão é aquele que tem resultado na melhoria da qualidade de vida da população. São investimentos que, muitas vezes, não aparecem como obras físicas, mas que têm como resultado o avanço da cidade e a emanciação dos seus habitantes. Os avanços apontados no estudo da Firjan estão alinhados com o empenho contínuo da Prefeitura em favor dos curitibanos “, afirma o prefeito Luciano Ducci.

Referência para o acompanhamento do desenvolvimento socioeconômico brasileiro, o Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal (IFDM) acompanha três áreas: Emprego e Renda, Educação e Saúde e tem por base exclusivamente estatísticas públicas oficiais. O índice varia de 0 a 1, sendo que, quanto mais próximo de 1, maior o desenvolvimento da localidade. Saiba mais…

Tags

STF analisará a incidência de ISS sobre licenciamento ou cessão de uso de software

Os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), por meio do Plenário Virtual, reconheceram a repercussão geral do tema tratado no Recurso Extraordinário (RE 688223) em que uma empresa de telefonia celular questiona a incidência de ISS (Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza) sobre contratos de licenciamento ou cessão de direito de uso de programas de computador (software) desenvolvidos de forma personalizada.
O relator do processo, ministro Luiz Fux, explicou que o tema tributário e constitucional tratado nos autos “é questão relevante do ponto de vista econômico, político, social e jurídico, ultrapassando os interesses subjetivos da causa”. Segundo ele, isso ocorre porque “as operações e contratos utilizando a cessão ou licenciamento por uso de programas de computador, em serviço personalizado, abrange quantidade significativa de empresas”, o que gera a necessidade de pronunciamento do Supremo.
Defesa
No recurso ao Supremo, a operadora de telefonia sustenta que a hipótese em questão não está sujeita a tributação de ISS porque o contrato envolvendo licenciamento ou cessão de software não trata de prestação de um serviço, mas sim de “uma obrigação de dar”. Aponta ainda violação a dispositivos constitucionais que garantem a não incidência de ISS sobre serviços de telecomunicações (parágrafo 3º do artigo 155 e inciso III do artigo 156 da CF).
O Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR), por outro lado, decidiu contra a pretensão da empresa ao expor entendimento pacífico do Superior Tribunal de Justiça (STJ) no sentido de que o fornecimento de programas de computador desenvolvidos para clientes de forma personalizada constitui prestação de serviço sujeita a cobrança de ISS.
Ainda de acordo com a corte regional, a cobrança está prevista no item 1.05 da lista de serviços tributáveis, além de se enquadrar em hipótese legal que prevê a incidência do imposto sobre serviço proveniente do exterior ou cuja prestação tenha se iniciado no exterior (parágrafo 1º do inciso 1º da Lei Complementar 116/03).

APL de Software de Curitiba tem novo Comitê Gestor

O Arranjo Produtivo Local de Software de Curitiba oficializou os nomes dos três integrantes do novo Comitê Gestor na reunião de governança do mê de novembro. Luiz Alano, Marcos Roberto Gomes e Jefferson Luiz Barbosa substituem Leonardo Matt. Este último ficou dois anos na coordenação do APL , período em que o setor alcancou conquistas importantes. Acompanhe a reportagem em vídeo.

Tags, , , ,