Page

Author admin

Luís Mário Luchetta fala sobre importância da Assespro

Em uma entrevista para o programa de tv Valor Agregado, o presidente nacional da Assespro Luís Mário Luchetta fala sobre o papel da entidade na representação do setor de tecnologia da informação. Ele também conta como surgiram os Arranjos Produtivos Locais de Software do Paraná, considerados grandes exemplos de associativismo para outras regiões do Brasil. Acompanhe o vídeo:

Tags,

Cresce 300% o número de CEOs mulheres no Brasil

A quantidade de mulheres ocupando o posto de CEO no Brasil cresceu consideravelmente no último ano, segundo o International Business Report 2013 (IBR). Os dados revelam que, em 2013, 14% das mulheres em cargos de liderança são CEOs, 300% acima do registrado no ano passado, quando apenas 3% possuíam essa posição. A movimentação no mundo mostrou a mesma tendência. Globalmente 14% das mulheres são CEOs atualmente, ante 9% apurado em 2012. A pesquisa foi feita com 12.500 empresas em 44 economias. No Brasil foram pesquisadas 300 empresas.

O País com maior número de CEOs mulheres é Tailândia (49%), seguida pela Dinamarca (45%), Alemanha (40%), Latvia (38%), Estônia (30%) e Itália (29%). Na contramão, aparecem Reino Unido, Polônia, Hong Kong e Índia (todos com 4%).
De acordo com o IBR, no Brasil apenas 23% das mulheres ocupam cargos de liderança, percentual semelhante ao resultado global (24%) e menor (3 p.p) do apresentado no passado.

Apenas 14% das companhias pesquisas revelaram ter planos específicos para contratar ou promover mulheres para cargos de liderança nos próximos 12 meses. Além disso, 33% disseram não ter nenhuma mulher em posição de liderança.
“Na prática ainda é um dilema a mulher assumir cargos de liderança, tendo em vista seu perfil multitarefas. O mercado ainda exige que as mulheres tenham um perfil masculino para chegar lá. No entanto as mulheres estão correndo atrás e buscando se aperfeiçoar cada vez mais para galgar melhores colocações dentro das empresas.”, diz Ana Claudia Oliveira, sócia da Grant Thornton Brasil.

Dentre as que estão no alto escalão no País, grande parte ocupa cargos em Recursos Humanos (32%) e como diretora de vendas e Chief Finance Officer (CFO) (ambos com 27%). A pesquisa mostrou também que apenas 13% de mulheres ocupam posição no conselho das empresas brasileiras. Ainda sim, 57% apoiam a introdução de quotas em grandes companhias abertas para participação de mulheres nos boards.

Globalmente, o setor de saúde é o que possui maior percentual de mulheres em posição de liderança (45%), seguido pelo de educação e serviços sociais (44%) e hospitalidade (41%). Os segmentos de construção e imobiliário e mineração são os que menos possuem mulheres liderando (ambos com 19%).

Tags, , , , , ,

Serviços de TI: Brasil movimentou US$ 26,8 bilhões em 2012

A IDC Brasil, líder em inteligência de mercado, consultoria e eventos nos mercados de Tecnologia da Informação e Telecomunicações, acaba de concluir seu relatório executivo sobre o mercado de serviços de TI no Brasil em 2012. Os dados consolidados do ano revelam um crescimento de 8,4% em relação a 2011, com uma receita total de R$ 26,8 bilhões. O segmento de serviços já corresponde a 26% do mercado de TI, posicionando o Brasil como o mercado mais maduro entre os países emergentes – na Índia, os serviços são 22% do mercado de TI, na Rússia, 19% e na China, 10%.

“Historicamente, o mercado de serviços de TI apresenta índices anuais de crescimento que correspondem ao dobro ou triplo da variação do PIB no mesmo período. Em 2012 esse mercado descolou positivamente, crescendo nove vezes mais do que o PIB”, destaca Anderson Figueiredo, gerente de pesquisa e consultoria da IDC Brasil. Segundo ele, o bom desempenho da linha de negócios de Outsourcing, cujo market share chegou a 37,3%, com crescimento de 12,2% em relação a 2011, é outro indicador importante da maturidade do mercado brasileiro.

Os segmentos de Integração e Desenvolvimento, com 27,1%, e Implementação e Suporte, com 22%, também continuam muito representativos, mas apresentaram crescimento menor – 7,3% e 4,5%, respectivamente. Já o segmento de Consultoria, com 10,9% de participação de mercado, também cresceu acima da média geral – 9,3%.

Entre os mercados verticais, quem mais comprou serviços foram os setores de Finanças (28,7% do total), Manufatura (19,3%), Telecom (16,3%), Governo (8,1%) e Serviços (7,9%). Este último cresceu 13,4% em 2012, atingindo praticamente o mesmo patamar do Governo. O setor de Comércio ainda tem uma participação menor no mercado, mas apresentou o maior crescimento em 2012 (16,9%).

Embora as grandes empresas respondam por 64,1% do mercado, as pequenas e médias vêm comprando mais e apresentaram as taxas de crescimento mais altas em 2012 – 9,6% as pequenas, e 9,4%% as médias.
“Os setores de serviço e comércio concentram as pequenas e médias empresas, e assim os dados que indicam as maiores taxas de crescimento em relação a mercados verticais e porte das empresas que compram serviços são convergentes”, analisa Figueiredo. “O mesmo movimento de mudança de classe social entre as pessoas físicas está acontecendo entre as empresas, e assim as microempresas viram pequenas empresas e passam a consumir serviços”, conclui.

O estudo IDC Brazil IT Services Tracker é realizado com base em metodologias de pesquisa usadas mundialmente pela companhia e informações levantadas junto a diversas fontes, entre elas executivos de aproximadamente 80 das maiores empresas prestadoras de serviços de TI no país, que respondem por mais de 75% da receita total deste mercado.

Tags, , , ,

Brasil lidera o número de sites infectados por códigos maliciosos em JavaScript na América Latina

Ao analisar as principais ameaças virtuais que infectaram os sites da América Latina desde meados de maio, os pesquisadores da ESET – fornecedora de soluções para segurança da informação – identificaram que 82% dos sites infectados na região estão em JavaScript. Ainda segundo o relatório, o Brasil lidera esse tipo de ataque na América Latina, com 52% do total de sites infectados na região.

O JavaScript é uma linguagem de programação que nasceu para permitir a inserção de conteúdos dinâmicos em páginas web. Essa linguagem permite que se execute o código diretamente no navegador do usuário e tornou-se extremamente popular no mercado. Com isso, malwares que se propagam por meio desse tipo de código têm potencial de afetar um grande número de internautas.

Os pesquisadores da ESET apontam que as ameaças disseminadas por meio do JavaScript têm objetivos distintos: obter as credenciais de acesso dos usuários a determinados sites, roubar senhas diversas, capturar informações, entre outros. E os cibercriminosos disseminam os ataques tanto com a criação de sites próprios com o código malicioso quanto inserindo scripts em sites de terceiros e que exploram a vulnerabilidade XSS.

Abaixo, segue a lista de países infectados por malwares em JavaScript, identificadas pelos pesquisadores da ESET na América Latina:

“Esse relatório serve de alerta para os internautas brasileiros, que precisam redobrar os cuidados com a navegação na internet”, ressalta Camillo Di Jorge, Country Manager da ESET Brasil. “Para evitar esse tipo de ataque é recomendável ter uma solução proativa de segurança instalada no computador e atualizar todas as aplicações de terceiros usadas como Java que podem ter vulnerabilidades”, complementa.

Tags, , , ,

Cloud Computing é “questão de tempo” para empresas de TI

A Celepar – Companhia Paranaense de Tecnologia da Informação e Comunicação sediou o Seminário Computação em Nuvem no Brasil: Aspectos Técnicos e Regulatórios. O evento reuniu empresários, técnicos e acadêmicos, que acompanharam um debate de especialistas e uma palestra de Raimundo Nonato da Costa, diretor nacional de tecnologia para o setor público da Microsoft Brasil. O presidente da Assespro-PR Sandro Molés da Silva ressaltou que trabalhar na nuvem é “questão de tempo” para as empresas de TI brasileiras. Acompanhe a reportagem do programa de tv Valor Agregado e uma entrevista especial com o palestrante.

Tags, , , , , , ,

Gemalto inaugura fábrica na região de Curitiba

Gemalto, a líder mundial em segurança digital, anunciou a abertura de uma nova fábrica com tecnologia de ponta em Pinhais, Paraná, voltada a produtos de tecnologia de segurança digital, incluindo cartões com chip no padrão EMV e cartões SIM (SIM cards).

A unidade estabelece um novo parâmetro para as práticas de produção sustentável e aumenta imediatamente a capacidade de produção, atendendo à crescente demanda do mercado por produtos de tecnologia de segurança digital, produzidos em um ambiente altamente seguro.

“A inauguração da nova fábrica faz parte do plano de diversificação e expansão permanente da Gemalto para promover a capacidade produtiva do país, atender às crescentes oportunidades de mercado e preservar o ecossistema circundante e meio ambiente global”, afirma José Luiz Pellegrini, diretor de operações da Gemalto Brasil.

O executivo informa ainda: “Além da contratação de mão de obra e do fomento da economia local, que beneficia toda a região, a fábrica estabelece Pinhais e o Paraná como um centro de tecnologia, o que, certamente, atrairá outras empresas, centros de ensino e instalações de treinamento.”

A fábrica foi meticulosamente projetada para atender às boas práticas de sustentabilidade e economia ambiental, ao mesmo tempo em que cumpre os requisitos rigorosos para a fabricação industrial segura de alta tecnologia.

Ela oferece os mais avançados e eficientes sistemas de energia para controle atmosférico garantindo temperatura, umidade, segurança, proteção contra incêndio e sistemas de proteção ambiental precisos, incluindo um sistema de redução de efluentes que recolhe, processa e purifica adequadamente todos os resíduos gerados nas instalações desta fábrica.

A arquitetura da fábrica foi projetada permitindo a integração com o ecossistema. O asfalto, por exemplo, não foi utilizado nas áreas limítrofes a fim de preservar a permeabilidade do terreno e das áreas verdes, e árvores frutíferas foram, inclusive, integradas ao projeto da paisagem nativa.

Com um mercado em contínuo crescimento, a nova fábrica da Gemalto no Brasil baseia-se na bem-sucedida fábrica de soluções bancárias da empresa localizada em Barueri, São Paulo, e amplia seu escopo de fabricação de produtos em toda a região.

Oliver Piou, CEO da Gemalto, esteve no Brasil para participar da inauguração, demonstrando o compromisso da empresa com o desenvolvimento de negócios locais e com o crescimento regional.

Tags, , , ,

Carreira: seis caminhos para a liderança

Quem não quer ser promovido ou chegar a um cargo mais alto? Liderar é o sonho de muitos, mas é possível capacitar-se para chegar à liderança? Afinal, essa habilidade precisa ser vista de forma mais ampla e exercitada todos os dias. Conheça os passos certos apresentados por especialista para se tornar um bom líder

Pergunte a um gerente o que ele almeja para a carreira em 2013. Ou até mesmo a um diretor. Sempre haverá o desejo de alcançar cargos mais altos. Faz parte da ambição do ser humano, e até do plano de carreira a desenvolver ao longo da vida. No entanto, não adianta conquistar o tão almejado upgrade sem desenvolver competências importantes, como a da liderança. Afinal, responsabilidades mais elevadas significam gerir pessoas, e esse desafio não é nada fácil.

Segundo Eduardo Shinyashiki, presidente da Sociedade Cre Ser Treinamentos e especializado no desenvolvimento das competências de liderança, essa habilidade pode ser adquirida, aprendida, aprimorada e treinada e, mesmo tendo dons naturais, talentos e potenciais de liderança não são suficientes se não forem aperfeiçoados, direcionados, treinados e colocados a serviço de um objetivo.

O especialista aponta, então, as seis características essenciais para ser um líder que faz a diferença nas empresas, e conquistar, em passos mais largos, o lugar ao sol.
1) Saber liderar a si mesmo: que significa cuidar e fortalecer as competências pessoais para manter o foco e para que as interferências não desviem do resultado e da realidade desejada.
2) Ter atenção ao capital humano: para o líder, reconhecer as experiências e competências das pessoas da sua equipe é fundamental à concretização de resultados. A valorização de um ideal, um sonho, a capacidade de estimular nas pessoas entusiasmo, criatividade, dedicação, o sentimento de pertencer a algo, enfim, os valores chamados intangíveis, que não se medem em números ou com calculadoras, são considerados essenciais na construção e na manutenção de equipes sólidas e bem sucedidas.
3) Inspirar a equipe: Isso acontece quando se consegue partilhar com os colaboradores uma identidade comum que direciona atitudes e catalisa energias. O líder indica a direção e verifica a rota, transmite a missão e o significado da tarefa e das ações, orientando e, consequentemente, harmonizando os objetivos e metas individuais com a coletiva, sendo este equilíbrio a principal fonte de impulso para o sucesso da equipe.

4) Fazer acontecer: o foco do líder é manter vivas nos colaboradores as extraordinárias forças criativas, inovadoras e sinérgicas capazes de fazer planos saírem do papel. É por meio de atitudes e palavras motivadoras e inspiradoras que ele consegue manter a equipe focada nos objetivos, criando um equilíbrio que contribui para ultrapassar os limites individuais e, juntos, alcançar os resultados escolhidos.

5) Estar aberto a aprender: o líder precisa estar atento e aberto ao novo, às mudanças dos contextos, à analise dos cenários e sempre disposto a aprender. Isso permite se reinventar quando necessário e inovar, criando as estratégias adequadas para alcançar as metas.

6) Alcançar a maestria na comunicação: a comunicação é uma habilidade fundamental para alguém que lidera pessoas com a finalidade de uma maior compreensão, entendimento e alinhamento com os colaboradores. Por meio de uma comunicação eficaz, o líder fortalece nas relações interpessoais e no seu time um contexto de cooperação e integração. Aprimorar e potencializar a comunicação verbal e não verbal, permite compreender, reconhecer e acompanhar os critérios pelos quais o ser humano pensa, age e decide.

Tags, , ,

IBM é líder mundial em Social Business pelo quarto ano consecutivo

Social business torna-se cada vez mais um diferencial competitivo de negócios ao fornecer informações detalhadas sobre padrões de comportamentos e preferências dos consumidores. À medida que esta demanda cresce, as organizações buscam introduzir recursos de mídias sociais em todas as suas principais áreas, desde marketing e inovação de pesquisas até vendas e recursos humanos. O que muitas organizações não dispõem é da capacidade de capturar e compartilhar os insights exclusivos de cada público (seja funcionários, parceiros ou clientes) e utilizá-los para ajudar a agregar valor real aos negócios.

“Hoje em dia as empresas atuam na era social, onde a inovação, a velocidade e as experiências do cliente são fatores essenciais para o sucesso. A plataforma de social business da IBM está acelerando esta transformação e ajudando a mudar a maneira como os líderes atuam”, afirma Sidney Sossai, gerente de soluções de colaboração da IBM Brasil.

Segundo o Global CEO Study 2012, pesquisa realizada pela IBM com mais de 1700 diretores executivos, cerca de 57% deles identificaram o social business como prioridade máxima em seus negócios e mais de 73% já estão realizando investimentos significativos para obter dados estratégicos a partir das informações disponíveis nas redes sociais.

“O investimento de US$ 1 bilhão para a aquisição da Kenexa em 2012 reforçou a estratégia de análise de informações da IBM, que visa levar dados e conhecimentos relevantes para as mãos dos líderes de negócios, incluindo profissionais de Recursos Humanos, vendas, marketing e desenvolvimento de produtos”, finaliza Sossai. Para estes profissionais, em especial os que lidam diretamente com clientes, torna-se um diferencial competitivo disponibilizar aos consumidores ofertas de acordo com os seus padrões de compras e preferências.

A plataforma de colaboração social IBM Connections permite construir comunidades sociais internas e externas para melhorar a fidelização de clientes e os resultados de negócios. O IBM Connections está disponível tanto em versão Cloud (IBM SmartCloud for Social Business) como internamente no cliente (on premise).

* Fonte: Software Tracker semestral mundial da IDC – 2º semestre de 2012

Tags, , , , ,

Livro: “Gerenciamento de Projetos e Empreendedorismo”

A 2.ª edição de Gerenciamento de Projetos e Empreendedorismo, publicada pela Editora Saraiva, está dividida de maneira metódica. Os três primeiros capítulos conceituam e contextualizam os projetos nas organizações, além de explorar as competências requeridas para o sucesso.

O quarto capítulo apresenta a visão global da metodologia do Project Management Institute (PMI) como elemento estrutural dos processos de gestão de projetos. Do Capítulo 5 ao 9 são observados grupos de processos de gestão ao longo do ciclo de vida de um projeto: processos de iniciação, planejamento, execução, monitoramento/controle e encerramento. O Capítulo 9 ainda inclui reflexões sobre a ética do gerenciador de projetos, tema pouco difundido, contudo essencial na busca de profissionalismo em projetos. O Capítulo 10 revisa as tendências futuras para o gerenciamento de projetos no Brasil.

Sobre o autor:
Paulo Yazigi Sabbag leciona esse tema há vinte anos na Fundação Getulio Vargas (FGV). É um dos mais antigos PMP (Project Management Professional) certificados pelo Project Management Institute (PMI) em atividade no Brasil. Foi fundador e dirigente do PMI no Brasil, que depois veio a denominar-se Capítulo São Paulo. Como professor e consultor, dedica-se ao profissionalismo em projetos e programas do setor público e a porta-fólios e projetos em empresas. Advoga o empreendedorismo social em projetos do terceiro setor.

Tags, , , ,

FecomercioSP: Dispositivos móveis se tornarão principal meio de pagamento, dizem especialistas

Usar aparelho móvel para fazer pagamentos é tendência que avança rapidamente no Brasil e, no futuro, deve se tornar o principal meio de transações. Essa é a conclusão de especialistas reunidos, nesta quinta-feira, no evento Mobile Payment & Marketing realizado pelo Conselho de Criatividade e Inovação da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP).

A tendência dos pagamentos móveis (mobile payments) é fruto da grande difusão e utilização de celulares no mundo. Com eles, segundo o presidente do Conselho de Criatividade e Inovação da FecomercioSP, Adolfo Melito, surge possibilidade de utilização de internet móvel, força propulsora dessa revolução no setor. “As vantagens do uso de aparelhos para pagamentos são a interatividade, mobilidade e conveniência para o usuário”.

Para o diretor da PagSeguro, Ricardo Dortas, o desenvolvimento de soluções para que essa tendência se popularize tem ganhado atenção e investimentos de diversas companhias, tanto grandes como pequenas. A empresa, por exemplo, lançou no ano passado solução baseada no sistema de NFC (Near Field Communication), chip embutido em smartphones que permite transações a partir da aproximação com outro celular e autorização das operações por meio de aplicativo. No começo de abril, a PagSeguro também apresentou produto com leitor acoplado ao celular que permite receber pagamentos via cartão de crédito, transformando o aparelho em máquina de cartões regular.

“Acreditamos que em curto e médio prazo o leitor de cartões será mais popular, pois existe uma grande demanda para o uso do plástico. Porém, no futuro, o NFC tende a ser mais usado pela sua facilidade”, diz Dortas. Ainda segundo o diretor, os pagamentos móveis estão se tornando realidade capaz de suplantar todas as outras formas de pagamento. “Quem não aderir vai perder espaço”, completa. Para o CEO da Glue Device, Maurício Ghetler, as pessoas comprarão não só com o celular, mas pela TV, pela internet e de forma presencial. “A infraestrutura e a tecnologia vão acompanhar essas demandas”.

O CEO da FingerTips, Ricardo Longo, falou sobre os desafios do varejo nessa era dos celulares. Além de poder comprar com o aparelho, ele é um canal efetivo para ações de marketing, com diferentes ferramentas e táticas, como o uso de SMS interativo, aplicativos, cupons de desconto, realização de pesquisas, ações de promoção e fidelização. “Entramos em uma nova fase da revolução da informação, em que as fronteiras entre on-line ou off-line são derrubadas. Por isso, todos terão que repensar seus negócios e o varejo é o primeiro a ser impactado”. O diretor da Movile, Leonardo Sales, também aposta na tendência, mas ainda enxerga alguns desafios, como a maior adesão dos usuários brasileiros aos smartphones pelo alto custo dos aparelhos. “As velocidades das redes também precisam melhorar”.

Ainda participaram do evento, o CEO da Vale Presente, Rodrigo Borges, e o CEO da AcessoCard, Sérgio Kulikovsky, falando sobre cartões pré-pagos e o potencial de crescimento desse mercado. O primeiro explicou sobre o uso de cartões de presente customizados e o segundo ponderou sobre as vantagens do produto para pessoas que não tem contas bancárias, mas podem se beneficiar do uso de um pré-pago para, por exemplo, comprar na internet e pagar contas.

Tags

TI brasileira na Copa das Confederações

Enquanto a bola estiver rolando nos estádios de Brasília, Fortaleza, Belo Horizonte e Rio de Janeiro durante a Copa das Confederações da FIFA 2013, muitas negociações estarão em andamento com o objetivo de promover as exportações das empresas brasileiras desenvolvedoras de soluções de software e serviços de TI nos hospitality centers que a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos – Apex-Brasil ( www.apexbrasil.com.br) instalou nessas arenas.

De 15 a 30 de junho, a convite da Associação para a Promoção da Excelência do Software Brasileiro (SOFTEX), 14 clientes potenciais da Argentina, Canadá, Colômbia, Estados Unidos, França, Indonésia, Japão, Moçambique e Portugal estarão no Brasil para acompanhar estes jogos e participar de uma série de visitas técnicas e de reuniões de negócios com mais de 35 companhias nacionais interessadas em levar suas soluções de automação, software embarcado, gestão e mineração para esses nove mercados.

“O Brasil deve utilizar os pontos fortes da sua cultura para auxiliar na realização de negócios. Esse projeto na Copa das Confederações da FIFA explora a alegria, a diversidade e a criatividade, traços marcantes e contagiantes do povo brasileiro. A proposta da iniciativa é criar laços com potenciais parceiros internacionais para a geração de oportunidades comerciais para as nossas companhias”, analisa Gláucia Chiliatto, gerente-executiva Internacional da SOFTEX.

Desde 2005, a SOFTEX desenvolve em parceria com a Apex-Brasil um projeto de promoção de exportações com o objetivo de gerar novas oportunidades de negócios no mercado internacional para as companhias brasileiras participantes, ampliar o volume de exportações do setor, aumentar a exposição e fortalecer a imagem da indústria brasileira de TI – identificada no exterior pela marca Brasil IT+ – de forma a tornar o Brasil um centro de excelência no setor reconhecido mundialmente.

Para a elaboração da agenda de reuniões e de visitas técnicas dos 14 convidados internacionais, a SOFTEX contou com o apoio de seus Agentes Regionais Tecsoft (Brasília), FUMSOFT (Belo Horizonte) e RioSoft (Rio de Janeiro); e da Insoft, em Fortaleza.

“A imersão de convidados estrangeiros em um componente profundamente arraigado em nossa cultura e famoso em todo o mundo, como o futebol, permite o estabelecimento de vínculos com os executivos das empresas brasileiras participantes. Esse cenário favorece a criação de um diferencial estratégico capaz de gerar as condições ideais para a realização de parcerias sólidas entre o Brasil, que ocupa hoje a 5ª posição no mercado mundial de Tecnologia da Informação, e os executivos de organizações de dez países convidados para esta importante ação”, conclui Gláucia Chiliatto.

Tags, , ,

No e-commerce, roupas, joias, calçados e eletrônicos são os mais desejados para o Dia dos Namorados

O Dia dos Namorados está chegando e deve movimentar o e-commerce brasileiro. Uma pesquisa realizada pelo MercadoLivre com mais de 2 mil internautas mostrou que a maior parte dos participantes pretende comprar pela internet o presente para celebrar a data. Na opinião de 40% das mulheres e 52% dos homens respondentes, o comércio online será o local escolhido para fazer as compras por oferecer mais opções, ser mais barato e cômodo. Em segundo vêm os shoppings, na preferência de 20% do total.

“Como podemos notar, a internet tem se popularizado cada dia mais e se tornado uma alternativa para a compra de produtos principalmente por sua praticidade e variedade de produtos apresentados. E essa pesquisa que realizamos em nossa plataforma aponta e reforça ainda mais essa tendência do mercado atual. É interessante ver que mais da metade daqueles que vão presentear, comprarão por meio das ofertas do comércio eletrônico” declara Leandro Soares, diretor de marketplace do MercadoLivre.

Quando questionadas sobre o que elas pretendem ganhar, 30% das entrevistadas apontaram as peças de roupa como o presente ideal. As joias têm a preferência de 26% delas e os calçados 25%. Os smartphones ficaram logo atrás com 23% dos votos. Já os homens preferem ganhar produtos tecnológicos e eletrônicos. Do total, 25% deles gostariam de ser presenteados com um smartphone, 22% esperam receber um presente eletrônico, enquanto 18% optariam por um tablet, e outros 14,5% por videogames. Mas as roupas também fazem sucesso com eles; 21% dos entrevistados citaram o item.

Na hora de escolher o presente para eles, elas disseram que vão presenteá-los, em sua maioria com roupas, 36%, e calçados 17%. Já 21% deles pretendem surpreendê-las com joias, 20% com roupas e 13% com calçados. Mas apesar do interesse pelos presentes, o romantismo ainda marca presença. Quando perguntados como agradariam seus amados, 45% dos participantes da pesquisa disseram que pretendem comprar um presente, além de sair para jantar na data. E para provar que vale celebrar o amor, somente 5% disseram que não comemorarão a data.

O levantamento teve como a maioria dos seus respondentes jovens na faixa dos 18 aos 34 anos. Eles representaram uma parcela de 60% dos entrevistados. Das mulheres que participaram 35% pretendem gastar até R$ 100 para presentear os amados. Já 29% deles esperam gastar entre R$ 101 e R$ 200 com mimos para as amadas. Além disso, a preferência do pagamento a vista foi unânime (mais de 45% do sexo feminino, e 40% do sexo masculino) e eles pretendem comprar os presentes com uma semana de antecedência.

Os Imperdíveis
Aproveitando a ocasião e o provável aquecimento nas vendas, o MercadoLivre desenvolveu uma página especial para os apaixonados com sugestões de presentes para eles.

Além disso, o site terá a promoção ‘Os Imperdíveis’. A página que ficará no ar somente nos dias 4 e 5 de junho e contará com promoções com até 40% de desconto. Para ter acesso às promoções as pessoas deverão entrar na página por meio do link: www.mercadolivre.com.br/osimperdiveis

“As datas comemorativas continuam sendo a melhor época para o comércio brasileiro, e o MercadoLivre enxerga essas ocasiões como uma grande oportunidade de movimentar a plataforma também. A promoção ‘Os Imperdíveis’ já acontece mensalmente com o intuito de levar tráfego e alavancar as vendas do usuário do MercadoLivre, além de oferecer uma gama de produtos diferenciados para os compradores com descontos especiais. Para essa edição especificamente, as ofertas serão todas relacionadas ao Dia dos Namorados“, declara Soares.

Tags, , , ,