Page

Author admin

Apex-Brasil e SOFTEX investirão mais de R$ 13,6 milhões em promoção no exterior até 2014

Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Associação para Promoção da Excelência do Software Brasileiro (SOFTEX) vão investir mais de RS 13,6 milhões até agosto de 2014, em ações de promoção comercial, por meio da renovação do Projeto Setorial para Exportação de Software e Serviços Correlatos, o maior e o mais abrangente plano de internacionalização competitiva de empresas desenvolvedoras de software e prestadoras de serviços de TI já realizado no Brasil.

Iniciado em 2005, o projeto tem o objetivo de gerar novas oportunidades de negócios no mercado internacional para as companhias brasileiras participantes, ampliar o volume de exportações do setor, e aumentar a exposição e fortalecer a imagem da indústria brasileira de TI – identificada no exterior pela marca Brasil IT+ – de forma a tornar o Brasil um reconhecido centro de excelência mundial no setor.

Nos próximos dois anos serão realizadas ações de promoção comercial e de branding, e será desenvolvido um modelo de inteligência competitiva focado nas verticais e mercados prioritários do projeto. Também será estruturada uma rede de canais internacionais, por meio da contratação de consultores que mapearão oportunidades de negócios e gerarão subsídios para o trabalho de inteligência em diversos mercados no exterior.

Entre as muitas ações previstas destacam-se ainda a participação das companhias brasileiras em mais 120 eventos internacionais, a realização de ações diferenciadas de branding e o lançamento do website Brasil IT+. Disponível em português, inglês e espanhol, o site reunirá todas as informações sobre o projeto, verticais, empresas, eventos e negócios realizados.

“Até 2013, esperamos atingir, por meio desse projeto, um volume de US$ 410 milhões em exportações para as empresas participantes. Para nos apoiar nesse desafio, em breve disponibilizaremos uma plataforma on-line de promoção comercial e de gestão de leads, totalmente voltada para negócios internacionais”, destaca Djalma Petit, diretor de mercado da SOFTEX.

Concebido de modo a atender às necessidades da indústria, o projeto setorial está dividido em 16 verticais de atuação, nas quais o Brasil tem reconhecida competência: agronegócios, automação industrial, aviação, couro e calçados, educação, energia, finanças, games, gestão, mineração, outsourcing, petróleo, saúde, segurança, software embarcado e telecom. Mais de 400 empresas brasileiras de software e serviços de TI fazem parte do projeto.

Os mercados-alvos prioritários do projeto são os Estados Unidos, México, Colômbia e Chile. Também serão contempladas ações em importantes mercados como Moçambique, Angola, Canadá, Peru, Argentina, Emirados Árabes Unidos, Coréia do Sul, China, Japão, Índia, Holanda, Itália, Portugal, Espanha, França, Alemanha e Inglaterra.

O projeto oferece uma série de benefícios às empresas associadas, entre os quais acesso a informações qualificadas sobre os mercados-alvos, assessoria comercial no exterior, participação em feiras e eventos internacionais, apoio na obtenção de financiamento para exportação (pré e pós-embarque) e em questões como registro de marcas e de software, localização, instalação de subsidiárias e aspectos legais.

São também parceiros da SOFTEX no projeto, além de seus 20 Agentes Regionais, unidades autônomas que integram o Sistema SOFTEX e oferecem apoio a empresas de software e serviços de TI em diversas regiões do país; o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio (MDIC).

Tags, , , ,

Fundamentos em Teste de Software – 19, 20 e 21/11/12

OBJETIVO DE APRENDIZAGEM/COMPETÊNCIA:
Entender os conceitos básicos do processo de teste
Analisar o contexto geral das técnicas, níveis e tipos de testes
Desenvolver habilidades de como ler e interpretar os artefatos gerados pelo processo de teste

PÚBLICO ALVO:
Analistas de Sistemas
Arquitetos de Sistemas e Projetistas
Desenvolvedores de Softwares
Designers
Testadores
Estudantes do curso de Ciências da Computação, Tecnologia da Informação e Sistema de Informação

METODOLOGIA:
Formação com 50% do conteúdo teórico e 50% prático (exemplos dirigidos, exercícios e um Estudo de Caso Completo)
Exposição dialogada e condução do Workshop de forma participativa
Utilização de exercícios práticos com o objetivo de fixar o entendimento
Discussão sobre as questões práticas relacionadas ao dia a dia

CARGA HORÁRIA:

12 horas

DATA E HORÁRIO:

Data: 19, 20 e 21/11/2012

Horário: 18:30 às 22:30 horas

ENDEREÇO:

SEBRAE – Rua Caeté, 150 – Prado Velho – Curitiba

INVESTIMENTO:

R$ 480,00

INSCRIÇÕES:

Fone: (41) 3025-9659 – Maria José ou Izoulet
E-mail: educacao@cits.br

Mais informacões: www.cits.br

Tags

Gartner: 821 milhões de dispositivos inteligentes serão comprados no mundo em 2012; as vendas devem crescer para 1,2 bilhão em 2013

Vendas de tablets a empresas triplicará até 2016. A tendência de consumerização atingiu a TI fortemente, e 821 milhões de aparelhos inteligentes (smartphones e tablets) serão adquiridos, no mundo todo, em 2012. O volume de vendas passará de um bilhão, em 2013, de acordo com o Gartner, líder mundial em pesquisa e aconselhamento sobre tecnologia. Estes dispositivos responderão por 70% do total dos vendidos, em 2012.

Tags

Capacitação em Análise de Pontos de Função: Medições e Estimativas de Software

27 e 28/11/12 – Horário: 08:30 às 17:30

A técnica da Análise de Pontos de Função (APF) é considerada a principal ferramenta para a medição funcional de produtos de software e dos processos envolvidos na sua confecção. Ela compreende conceitos que podem ser entendidos tanto pelo desenvolvedor quanto pelos usuários. Consequentemente, a quantificação da produção passa a ser expressa em termos significativos para ambas as partes. Dentre as principais aplicações da técnica empregada na indústria de software pode-se destacar:

Estimativas de projetos de desenvolvimento e manutenção de software;
Ferramenta para medição e remuneração de contratos de desenvolvimento e manutenção de software;
Suporte na geração de indicadores para iniciativas de melhorias de processos de software.
Objetivo: O objetivo deste curso de Análise de Pontos de Função é ensinar a medir (e também estimar) o tamanho funcional de um software, abordando todo o processo de contagem de pontos de função definido pelo Grupo Internacional de Usuários de Pontos de Função – IFPUG (organização responsável pela padronização da APF) e métodos relativos à estimativa de tamanho a partir de requisitos ainda incompletos.

Público Alvo: Profissionais envolvidos na especificação, desenvolvimento, implantação, garantia da qualidade e contratação de software

Inscrições: maria.passos@cits.br (41) 3025-9659 com Maria José – até 16/11/12
Local: SEBRAE – Rua Caeté, 150 – Sala 08 – Prado Velho – Curitiba-PR
Investimento: R$ 795,00
Carga horária: 16 horas
Obs. O participante deverá levar seu notebook

Conteúdo:
Visão Geral da Análise de Pontos de Função
Visão do Usuário
Reunir documentação disponível
Determinar Tipo de Contagem
Projeto de Desenvolvimento
Projeto de Melhoria
Aplicação
Identificar a Fronteira da Aplicação, Escopo da Contagem e Requisitos Funcionais do Usuário
Medição das Funções Tipo Dado
Arquivo Lógico Interno
Arquivo de Interface Externa
Diretrizes para a Identificação de Arquivos Lógicos
Considerações sobre Dados de Código
Medição das Funções Tipo Transação
Identificação dos Processos Elementares
Entrada Externa
Saída Externa
Consulta Externa
Estudo de Caso – Medição de uma Aplicação
Fórmulas para calcular o tamanho funcional
Documentar e reportar a medição
Identificação de Funções Alteradas pelo Projeto de Melhoria
Projeto de Melhoria – NESMA
Estudo de Caso – Medição de um Projeto de Melhoria
Estimativas de Tamanho Funcional
Contagem Estimativa
Contagem Indicativa
Estimativa de Esforço (HH) = Tamanho Funcional (PF) X Taxa de Entrega (HH/PF)

Versão: O curso é baseado na última versão (4.3.1) do Manual de Práticas de Contagem do IFPUG.

Metodologia
O curso segue uma abordagem interativa, onde o participante não é apenas espectador dos assuntos apresentados. Ao final de cada sessão teórica são realizados exercícios. Quase metade da carga horária do curso é dedicada à realização de estudos de caso didaticamente projetados (além dos exercícios de fixação) onde o participante tem a oportunidade de aplicar a teoria aprendida em casos similares a situações reais.

CV do Instutor:Guilherme Siqueira Simões é um dos autores do livro Análise de Pontos de Função: Medição, Estimativas e Gerenciamento de Projetos de Software, o mais vendido sobre o assunto no Brasil (publicado em 2001 e atualmente na décima primeira edição). Sócio da FATTO Consultoria e Sistemas, onde atua como consultor e instrutor em serviços e cursos de medição, análise e estimativas de projetos de software. Atuou no desenvolvimento de toda a linha de serviços da FATTO e treinou centenas de profissionais do Brasil em APF. Participou da equipe de tradução para o Português das versões 4.2 e 4.3 do Manual de Práticas de Contagem do IFPUG. Tem mais de 15 anos de experiência em desenvolvimento de sistemas (oito deles em projetos de software para automação bancária). Graduado em Ciência da Computação pela UFES, pós-graduado em gestão empresarial pelo IEL/UFES e certificado como especialista em pontos de função pelo IFPUG desde 2002.

Tags, ,

Curso: Acessibilidade na WEB – 21 e 22/11/2012

Acessibilidade na Web é uma das prioridades do W3C e do CGI.br para 2013. Juntos nesse movimento, teremos o curso do Horacio Soares aqui em Curitiba . Quer estar na frente? Venha conosco!
Objetivos do Curso: Capacitar profissionais web nos conceitos e técnicas de acessibilidade para construção de páginas acessíveis e na aplicação da metodologia da Acesso Digital para avaliação e validação da acessibilidade em sites.

Público-Alvo: Designers, desenvolvedores, arquitetos de informação, profissionais de usabilidade, testadores de software e gerentes de projeto web. Para melhor aproveitamento no perfil de desenvolvedor, é necessário conhecer HTML.

Inscrições: educon@cits.br com Maria José (41) 3025-9659
Valor: R$ 760,00
Local: Sebrae – Rua Caeté, 150 – Sala 08 – Prado Velho

CONTEÚDO E MAIS INFORMAÇÕES

Tags, ,

Feira Internacional de Tecnologia da Informação debate o Futuro da TI

Com o objetivo de debater toda a cadeia do mercado nacional de TI e Telecom e apresentar as novidades do setor, que movimenta cerca de U$ 165 bilhões por ano, o Grupo Cipa Fiera Milano, em parceria com a ASSESPRO (Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação), uniram-se para viabilizar a primeira edição da iTech – Feira Internacional de Tecnologia da Informação, de 27 a 29 de novembro de 2012, no Transamérica Expo Center, em São Paulo.

A iTech 2012, abrange a Feira de Tecnologia, Congresso Tecnológico e espaço para palestras onde renomados especialistas, das principais empresas de TIC, apresentam casos de sucesso, tendências e temas atuais do mercado.

O evento terá como tema central: A Revolução Gerada pela Computação em Nuvem e o Futuro da Tecnologia da Informação e Comunicação e irá reunir os maiores players de tecnologia em software, hardware, telecomunicações, serviços e infraestrutura. Além disso, a proposta da iTech é possibilitar o encontro da cadeia produtiva de TI, muito além da esfera tecnológica, abordando temas que vão ao encontro das estratégias que as empresas buscam para seus negócios.

A iTech abre aos executivos nacionais e multinacionais, usuários de tecnologia de ponta, interessados em trocar experiência e conhecer o que as principais empresas do setor estão preparando para futuro.

ConItech – Congresso Brasileiro de Tecnologia da Informação

Paralelo ao evento, o ConItech – Congresso Brasileiro de Tecnologia da Informação possibilitará aos profissionais de TI (tanto técnicos como acadêmicos, com atividades em indústrias e prestadores de serviços, universidades, centros de pesquisas, consultorias e empresas especializadas) a troca de experiências, conceitos e conhecimentos. Ainda, apresentações de players com cases de sucesso, encontros de negócios, salas de experiências com mídias sociais, entre outras atrações.

“Impulsionados por um mercado crescente e criativo, a iTech deve atrair mais de 6.000 profissionais entre visitantes e participantes dos eventos simultâneos para conferir as múltiplas novidades dos expositores”, destaca o diretor do Grupo Cipa Fiera Milano,José Roberto Sevieri.

Mercado de TI – Segundo a IDC (International Data Corporation), o mercado mundial de TI fechou o ano de 2011 com mais de US$ 1 trilhão, representando um crescimento de 8%, em relação a 2010. O Brasil, que vem aumentando sua representatividade na América Latina, é hoje o 8° maior mercado de tecnologia da informação do mundo, movimentando mais de US$ 42 bilhões em 2011. Ainda, segundo previsões da IDC, em 2012, o mercado brasileiro de TI de forma geral, deve crescer 8,8% em relação ao ano que passou. O segmento de hardware 7,2%, o de software 11,4%, o de serviços 11,1% e o de Telecom 7,2%.

Estima-se que, mundialmente, o segmento que inclui TI e Telecom alcance US$ 5 trilhões até 2020, ou seja, US$ 1,7 trilhão a mais do que o apontado atualmente, seguindo as previsões para este ano, de acordo com a IDC. Já o mercado brasileiro de TI deve continuar crescendo o dobro da média mundial.

http://www.itechfair.com.br/
http://www.conitech.com.br/

Tags, ,

Fórum Empreendedorismo e Inovação 2012

O estímulo à criatividade é um dos focos do segundo Fórum Empreendedorismo e Inovação, organizado pela REPE – Rede Educacional Pró-empreendedorismo e Inovação, Coordenado pela Agência de Inovação UFPR.
O evento faz parte da programação oficial da Semana Global de Empreendedorismo, iniciativa mundial que promove a discussão da temática em diversos países. Este ano será discutido a Educação Empreendedora e reunirá palestrantes renomados e casos de sucesso.
Compõem o público-alvo do fórum, empresários, empreendedores, estudantes, professores e gestores interessados na temática.

Data: 6 de novembro de 2012
Horário: 18h30 às 22h00
Local: Anfiteatro da Reitoria da UFPR

Veja programação em www.inovacao.ufpr.br/noticias/fórum-empreendedorismo-e-inovação-2012

Tags, ,

Métricas e Indicadores em Tecnologia da Informação

Apresentação: Neste Workshop apresentaremos como elaborar um Modelo de Gestão por Indicadores que contenha definição de objetivos, metas, indicadores e métricas que são as mais adequadas e relevantes para medir os resultados – aqueles que melhor traduzam a contribuição de TI para o negócio. Este modelo ajudará a mensurar o desempenho dos processos, dos serviços, equipes e fornecedores. Auxiliará na implementação do ciclo de melhoria contínua e facilitará na tomada de decisão.

Quem deve participar deste workshop:
Gestores, Gerentes, Consultores, Supervisores, Coordenadores e Lideres que atuam na TI e que são responsáveis pelo desempenho da TI.

Resultados Esperados: Ao final deste Workshop os participantes irão:
– Aprender como desenvolver e manter um Modelo de Gestão por Indicadores para gerenciar o desempenho de TI
– Saber como mensurar de forma objetiva a contribuição de TI ao negócio, construindo painel de indicadores que permita alinhar a ação de TI a estratégia e aos resultados organizacionais.

Metodologia:
Formação com 50% do conteúdo teórico e 50% prático (exemplos dirigidos, exercícios e um Estudo de Caso Completo)
– Exposição dialogada e condução do Workshop de forma participativa
– Utilização de exercícios práticos com o objetivo de fixar o entendimento
– Discussão sobre as questões práticas relacionadas ao dia a dia

Investimento:* R$ 910,00
Inscrições: educacao@cits.br com Maria José ou Izoulet (41) 3025-9659
Local: CITS – Rua do Semeador, 150 – CIC
Obs. O participante deverá levar seu notebook

Tags,

Empresa incubada na UTFPR Curitiba apresenta proposta para Pappe Sebrae Paraná

A empresa Neshy Energias Renováveis, incubada da UTFPR Câmpus Curitiba, Sede Ecoville, apresentou a proposta H2 Flame-Gerador de Hidrogênio para soldagem e basagem com tocha para a chamada pública Pappe Sebrae Paraná. Entre todas as empresas incubadas pela UTFPR, a Neshy foi a única contemplada.
Este projeto da Sebrae oferece recursos para o apoio financeiro a entidades sem fins lucrativos relacionados a projetos de ciência, inovação e tecnologia, destinadas à execução de projetos que criem novos produtos ou produtos significativamente melhorados com inovação tecnológica para micro e pequenas empresas do Estado do Paraná e que demonstrem impacto mercadológico.

Mais informações sobre o Programa de Empreendedorismo e Inovação (PROEM) e Divisão de Empreendedorismo e Inovação (DIEMI), acessando:
http://www.utfpr.edu.br/curitiba/estrutura-universitaria/diretorias/direc/empreendedorismo

Fonte: UTFPR

Tags, ,

GTMA: oportunidades para empresas brasileiras de TI no Canadá

Gerald Psarzowski é vice-presidente de desenvolvimento de negócios da Greater Toronto Marketing Alliance. Ele visitou o Parque de Software de Curitiba para apresentar oportunidades de investimentos na região econômica mais importante do Canadá. O setor de tecnologia da informação é um dos pontos de maior interesse da GTMA no Brasil. O encontro com empresários do Paraná abre um caminho para que empresas de TI tenham a possibilidade de entrar no mercado norte-americano de tecnologia via Canadá.
Acompanhe depoimentos em vídeo:

http://www.youtube.com/watch?v=gCea3x3pMC8

http://www.youtube.com/watch?v=MdpOKUtsTeE

Tags, , , ,

EuroIT lança serviço de envio de mensagens SMS para clientes das Locadoras

Sobre a busca por diferenciais que pode oferecer às Locadoras, a respeito de excelência no atendimento aos seus clientes, a EuroIT lança uma ferramenta que permite o envio de mensagens SMS para locatários podendo, por exemplo, parabeniza-los por seu aniversário, ou ainda, informa-los a respeito de promoções.

Essa ferramenta é um serviço gratuito, sendo necessário, somente, cadastro em conta de um provedor de envio de mensagens homologado pela EuroIT.

Mais informações: www.euroit.com.br ou vendas@euroit.com.br

Tags, , , ,

Softex: indústria de software do Paraná em alta e Brasil com falta de profissionais

Em Curitiba, empresários e representantes de entidades do setor de tecnologia acompanharam a apresentação do 2º Volume da Publicação Software e serviços de TI: A Indústria Brasileira em Perspectiva, um trabalho inédito, pioneiro e abrangente que aborda em detalhes, o setor de software e serviços de TI no Brasil. O evento foi uma parceria do CITS – Centro Internacional de Tecnologia de Software com a Softex- Agência para a Promoção da Excelência do Software Brasileiro a PUC-PR. Arnaldo Bacha , vice-pres. executivo da Softex falou sobre o trabalho da agência e de um grande evento da indústria de software que acontece nesta semana. Os números do setor foram apresentados por Virgínia Duarte, gerente do Observatório Softex.

Tags, , , , ,