5G domina a grade do Congresso do Futurecom 2022

5G domina a grade do Congresso do Futurecom 2022

Imagine em uma feira um caminhão de 20 toneladas com várias experiências imersivas sobre a nova tecnologia móvel, que promete revolucionar a maneira como produzimos, trabalhamos e consumimos. O 5G Truck da Huawei será uma das atrações do Futurecom 2022, que acontece de 18 a 20 de outubro no São Paulo Expo, na capital paulista.

Assim como a Huawei, a Embratel terá diversas demonstrações com o 5G da Claro voltadas para indústrias, hospitais, escolas, agronegócio e médias e grandes empresas. A Embratel terá robôs, dispositivos de Internet das Coisas (IoT) e aplicações, inclusive de Metaverso e de Realidade Estendida, para mostrar os benefícios que a quinta geração de Internet Móvel pode proporcionar para os negócios e para toda a sociedade. Na área industrial, mostrará um robô inteligente capaz de realizar atividades de logística e ser usado com tecnologia 5G para a modernização de fábricas.

Na área médica, a operadora mostrará kits tecnológicos com câmeras para permitir o treinamento de médicos para cirurgias assistidas a distância. No segmento de educação, apresentará óculos virtuais, Metaverso e Realidade Estendida para tornar única a experiência educacional. No estande, um Robô Conectado também mostrará como podem ocorrer teleoperações em tempo real. A Embratel ainda apresentará uma estação de coleta de dados conectada com tecnologia 5G para monitoramento de ambientes críticos da indústria pesada, além de robô de teleinspeção.

Quem visitar o estande da NTT DATA poderá testar o poder da maior conectividade num ponto de vendas totalmente automatizado, uma solução baseada em realidade estendida para dar maior segurança a uma mineradora e uma solução para a captura e distribuição de dados estatísticos de uma partida de futebol em tempo real.

Já o Inatel levará uma solução, feita em parceria com RNP e o MCTI, para criação de redes 5G privativas, o 5G in a Box. O equipamento é uma espécie de mini operadora capaz de criar uma rede móvel particular dentro de uma propriedade. É ideal para quem necessita de uma rede móvel privativa, com demandas especiais de segurança, desempenho e custo ou frequência de operação específica para aplicações em localidades onde o sinal das operadoras convencionais não chega, ou a clientes que desejam criar sua própria rede.

Outros grandes players do setor, como IBM, também estarão no Futurecom abordando como as tecnologias disruptivas serão fundamentais para entregar as novas capacidades e soluções do 5G, que aterrissa no mercado brasileiro já transformando diversos segmentos econômicos. Tecnologias como nuvem híbrida, IA, big data e analytics, segurança, realidade aumentada, robotização e AIoT serão os destaques da empresa no que se refere à transformação digital no setor de telecomunicações e muitos outros, direta e indiretamente.

5G como grande protagonista

Devido à grande importância de atuação e melhoria acentuada que a conectividade trará para dar vazão aos variados setores da economia nacional, o 5G ganha protagonismo tanto na feira quanto no Future Congress, Future Payment, Future GOV e Future JUD.

Na plenária ‘Jornadas de Transformação’, por exemplo, a ser realizada no dia 18 de outubro, intitulada ‘Além do 5G: a conectividade que o Brasil precisa”, o presidente da Anatel, Carlos Baigorri, abordará, das 11h às 11h30, o real cenário do lançamento da tecnologia no País e como isso se refletirá nos próximos anos. Na sequência, Sun Baocheng e Amos Genish, respectivamente CEOs da Huawei Brasile da V.tal participarão da plenária como Keynote Speakers.

Os novos modelos de negócios alavancados pelas oportunidades multissetoriais serão tema de um debate que ocorrerá das 13h35 às 15h e reunirá fornecedores de tecnologias para as áreas da saúde, indústria, varejo, agronegócio e logística. Estão confirmados Clayton Cruz, Divisional President da Amdocs; Sergio Berkierman, CEO da Winity; José Roberto Nogueira, CEO da Brisanet; Alexandre Gomes, diretor de Marketing da Embratel; José Rocha, sócio da EY e Helio Matsumoto, diretor executivo (IT, Digital e CAC) do Grupo Fleury.

Já ‘O futuro à colaboração pertence: Conexão Campo – Indústria – Logística’ terá a participação de Pedro Francisco Moreira, que preside a Associação Brasileira de Logística (Abralog), bem como de Rosilda Prates, presidente da P&D Brasil. Esse relevante segmento será um dos assuntos a serem debatidos para além de suas atividades-fim, uma vez que integra um campo abrangente e essencial na conectividade em todo o País. Haverá debates de conexões também com os setores de Varejo e de Educação.

Outro destaque da programação do primeiro dia será a discussão sobre “Metaverso x Multiverso: Dilemas de escalabilidade e interoperabilidade”, com a presença de Lyzbeth Cronembold, CEO da Chambers Digital; Allison Santos, líder do projeto Metaverso da MCassab; Marcelo Salvo, Líder de Inovação da NTT Data, e Décio Coraça, Senior Manager, Field Systems Engineering da Ciena. O debate fará parte da trilha Ecossistemas em Integração.

A programação do primeiro dia se encerrará com o debate internacional sobre “O Avanço do Metaverso no mundo com a chegada do 5G: tecnologias emergentes, novos modelos de monetização e aplicações para além do hype”. O Head de Customer Marketing da Amdocs, Matthew Roberts, estará no palco com o jornalista Zeca Camargo.

6G em 2030

No palco do Futurecom 2022, o engenheiro brasileiro Paulo Sergio Rufino, que hoje reside em Paris, trará no dia 20/10, às 14h30, as mais recentes informações sobre a tecnologia 6G, atualmente em fase de definição e discussão nas comunidades científicas. Doutorando em 6G pela Aarhus University/ CGC da Dinamarca, Rufino é autor, em parceria com o Professor Doutor Ramjee Prasad, do livro “6G: The Road to the Future Wireless Technologies in 2030” (6G: A estrada para a futura rede sem fio em 2030), ainda sem previsão para lançamento da versão em português.

“Numa analogia, o 6G atuará como se fôssemos construir uma cidade digital, com uma estrutura extremamente inteligente, que vai possibilitar às pessoas compartilhar uma série de benefícios. O 5G é uma nova estrada que está sendo construída para se chegar a essa nova cidade. A rede 6G causará mudanças radicais em todos os aspectos da relação do homem com a tecnologia”, destaca o engenheiro.

O congresso deve receber, ao longo de três dias, quase 30 mil profissionais. A feira contará com mais de 150 expositores que trarão novidades e tendências nacionais e internacionais nas relações do mercado entre telcos, corporações e stakeholders. Marcas líderes do mercado de tecnologia já estão a postos para esta edição especial do Futurecom.

Abaixo, você pode conferir o que as marcas levarão para o evento:

Futurecom 2022
Quando: 18, 19 e 20 de outubro
Local: São Paulo Expo
Para mais informações e novidades acesse o site e o canal do Futurecom.

Comments are closed