O que move a Inteligência Artificial são os dados

O que move a Inteligência Artificial são os dados

Por Claudio Tancredi, Country Manager da Hitachi Vantara no Brasil

Inteligência artificial, Internet das Coisas (IoT) e cloud são hoje os principais pilares da transformação digital para qualquer empresa. Em 2021, foi possível perceber o aumento da confiança das organizações no uso de inteligência artificial para operações críticas e não apenas para cortar custos ou automatizar processos básicos. 

Li um relatório da McKinsey Global Institute que calcula que até 2030, as empresas que conseguirem aplicar IA em suas operações irão dobrar o seu fluxo de caixa, enquanto as companhias que não conseguirem aplicar a tecnologia, terão uma redução de 20% na mesma métrica. Para acompanhar a tendência de crescimento, grandes empresas estão investindo em dados, buscando profissionais e infraestrutura dedicada à coleta e processamento. Atualmente, já é possível mensurar o impacto da IA dentro de instituições financeiras, com 34% dos entrevistados afirmando que a inteligência artificial aumentará a receita anual em até 20% ou mais.

O reconhecimento da necessidade de estabelecer processos e infraestrutura para o processamento de dados, indispensável para a evolução da IA, levou grandes empresas a realizarem investimentos no setor. A IDC estima que os investimentos em IA no Brasil em 2021 podem chegar a US $464 milhões (aproximadamente 2,55 bilhões de reais em conversão direta). 

A empresa internacional de dados também relata que 25% das empresas no país possuem projetos baseados em AI ou machine learning, mas ainda em processo de implementação e adaptação, mas que a evolução deve ser maior nos anos de 2022 e 2023, com o avanço da tecnologia 5G, que será o grande diferencial para a ascensão da IA em grande escala no país, a tecnologia possui potencial de gerar trilhões de dólares nos próximos anos. 

A rede inclusive, começa a dar os primeiros passos em território brasileiro, com o leilão pelas faixas de transmissão já concluído, movimentando R$ 46,7 bilhões de reais. A estimativa é que a rede esteja em operação a partir do segundo semestre de 2022.

A rede 5G possui latência baixa e velocidade até 20 vezes mais rápida do que temos atualmente. Com a conexão 5G a ser implementada, as empresas terão capacidade de processar um volume imenso de dados em tempo recorde, e sabemos que o que move a Inteligência artificial são os dados. 

Os grandes volumes de dados alimentam o processo de aprendizado de máquina, que com a abundância de informações é capaz de aprender padrões para automatizar processos simples ou complexos. As grandes organizações precisam entender como combinar o conhecimento na ciência dos dados, alinhados ao processo de IA para serem diferenciadas e obterem maiores valores de mercado.

Comments are closed