Olist recebe aporte de R$1 bi e se torna novo unicórnio

Olist recebe aporte de R$1 bi e se torna novo unicórnio

Startup cresceu 3 vezes em 2021 e investirá recursos na expansão de seu ecossistema.

O Olist, ecossistema líder em soluções de e-commerce para varejistas e marcas digitais, é a mais nova startup a integrar o rol de unicórnios da América Latina. O anúncio vem logo após o fechamento da rodada Série E, que totalizou R$ 1bi (US$ 186M), e foi liderada pelo fundo americano Wellington Management. Também participaram da rodada fundos geridos pelo SoftBank, Corton Capital, Valor Capital, Goldman Sachs, Globo Ventures e o investidor Kevin Efrusy. A nova captação vem 8 meses após o anúncio do segundo closing da Série D, liderada pelo SoftBank e Goldman Sachs.

O Olist endereça dores relevantes de varejistas e marcas, referente a eficiência na jornada no e-commerce e a competitividade em diversos canais. O foco da solução é aumentar as vendas dos varejistas e tornar a gestão da operação mais eficiente por meio de ferramentas digitais totalmente integradas, eliminando a experiência fragmentada que o mercado impõe aos lojistas que buscam meios para digitalizar seus negócios.

“Com mais de 45 mil lojistas e varejistas como clientes, o Olist sempre esteve na vanguarda do varejo digital, muito antes da hype em torno do crescimento do e-commerce nos últimos anos, que impulsionou ainda mais a busca pelas nossas soluções. Com o novo aporte, pretendemos ir muito além do que fazemos hoje e entregar cada vez mais valor ao nosso cliente”, diz Tiago Dalvi, CEO e fundador do Olist.

Nos últimos doze meses, como parte da sua estratégia de expansão, a startup concluiu a aquisição de quatro empresas. No final de 2020, o Olist adquiriu a startup de social commerce Clickspace e a logtech PAX, que hoje impulsiona a operação de logística do Olist. Em 2021, foram adquiridas as tech companies VNDA, que possui uma plataforma de e-commerce e soluções voltadas para as DNVBs, e a Tiny ERP.

Com a aquisição da Tiny, o Olist passa a apoiar seus clientes na gestão operacional, financeira, contábil e comercial do negócio, assegurando eficiência à rotina do lojista e conectando todos os canais de venda, físicos ou digitais, em um único sistema. A entrada no mercado de soluções de gestão e ERPs para pequenos e médios comerciantes amplia de forma considerável o mercado endereçável do Olist. A empresa pretende investir fortemente na expansão de Tiny a partir de novas parcerias e integrações.

Segundo Dalvi, novos M&As para agregar ao ecossistema não estão descartados. “As PMEs no Brasil enfrentam uma série de desafios para fazerem seus negócios darem certo. Temos um mercado fragmentado que impõe um nível de complexidade extra para as empresas. Nosso objetivo no Olist é construir um ecossistema de soluções completo e integrado, seja desenvolvendo essas soluções internamente ou incorporando produtos já relevantes no segmento.”

Como forma de proporcionar aos lojistas entregas cada vez mais rápidas, uma nova operação de fulfillment desenvolvida pelo Olist entrará em ação no início de 2022, com um novo centro de distribuição localizado em Barueri (SP). Com isso, o Olist quer garantir que os produtos cheguem com máxima velocidade aos hubs de crossdock da empresa espalhados pelo país. O objetivo é oferecer uma solução única de fullfilment que permitirá ao lojista manter a exposição dos seus produtos em diversos canais de venda, com um SLA de entrega acima da média de mercado.

Outra frente de expansão será serviços financeiros. Atualmente, lojistas já conseguem acessar via a plataforma do Olist linhas de crédito para capital de giro, a fim de adquirir novos produtos para o catálogo e para manutenção de estoque. O plano é expandir as soluções de crédito de uma forma cautelosa em relação à gestão de risco, mas arrojada quanto a novas soluções que acelerem vendas a partir do ecossistema do Olist.

A startup ainda iniciou sua operação no México e conta com um time in loco para ampliar e consolidar a solução para vendas em marketplaces na região. Em 2022, a pretensão é expandir o modelo de negócio para mais países da América Latina e introduzir os demais produtos do ecossistema gradualmente, se solidificando como o principal ecossistema de soluções de e-commerce na região.

” O ano de 2021 foi fantástico para o Olist em múltiplos sentidos. Estamos em um momento em que não há limites para inovar dentro do e-commerce, e o Olist sempre esteve na linha de frente do setor, puxando e implementando essas inovações no mercado. Somos fiéis à nossa essência e vamos continuar focados em acelerar as vendas dos nossos clientes, independente de onde elas aconteçam. No futuro, a dualidade entre online e offline não existirá e a multi-canalidade passará a ser a regra. Nos tornamos um sistema operacional completo para marcas e varejistas rodarem e expandirem seus negócios e este aporte nos dará ainda mais condições de continuar evoluindo nossa estratégia e ajudar milhares de empresas”, finaliza Dalvi.

Comments are closed