BLOXS Capital vai tokenizar contratos de energia em geração distribuída

BLOXS Capital vai tokenizar contratos de energia em geração distribuída

Após o lançamento da sua nova plataforma focada em empresas e consultores empresariais (Bloxs for Business), a Bloxs acaba de anunciar uma nova unidade de negócio dedicada ao desenvolvimento de soluções em Blockchain. 

O anúncio marca a entrada da Bloxs no mercado de tokenização, onde através da tecnologia blockchain, ativos e operações podem ser representados através de tokens, trazendo liquidez a que antes eram totalmente ilíquidos, em linha com a expansão mundial deste mercado no mundo. 

O segmento de energia foi o escolhido para ter os primeiros tokens emitidos com lastro em recebíveis de venda de energia, já que esta é uma área onde a plataforma vem atuando ativamente nos últimos meses, tendo financiado mais de 10MW em usinas remotas diretamente com investidores de varejo, além de um FIP (Fundo de Investimento em Participações) com foco nos investidores institucionais que conta com 30MW em projetos comprometidos com parecer de acessos emitidos e um dealflow robusto ainda em processo de due diligence.  

O movimento faz parte da estratégia de expansão da fintech, que iniciou suas atividades no final de 2018, exclusivamente como plataforma de crowdfunding, e desde a sua primeira rodada de investimento via Venture Capital em 2020, vem crescendo de forma consistente, dobrando de tamanho a cada trimestre e lançando novas unidades de negócio que vias na ampliação do escopo da originação e estruturação de produtos alternativos em segmentos como real estate, agronegócios, energia renovável, ativos judiciais e startups. 

De acordo com Felipe Souto, CEO e fundador da Bloxs, este é um marco importante para a Bloxs, que está buscando um SERIES A ainda para 2021. “Se blockchain e tokenização eram apenas palavras da moda alguns anos atrás, hoje é o presente e faz parte da verdadeira transformação que o Mercado de Capitais está passando e nós estamos preparados para fazer parte disso.”, afirma Felipe.

O Blockchain ganhou repercussão mundial primeiramente com as criptomoedas, sendo o Bitcoin a mais conhecida delas, porém com o passar do tempo o uso da tecnologia passou a ter aplicabilidade em diversas frentes de negócios e tokenização se apresenta como uma grandes revoluções para o Mercado Financeiro com um todo. Em que pese, no Brasil, apenas tokenização de ativos reais como recebíveis, precatórios e imóveis vem sendo executadas, existem diversas iniciativas dentro do ambiente de testes (SandBox) da CVM em andamento. Não sem razão, está ocorrendo uma corrida dos players tradicionais de mercado para este tipo de ativo e tecnologia.  

O primeiro token estruturado pela Bloxs Capital, será lançado nos próximos meses e terá lastro em contratos performados de comercialização de energia elétrica em Geração Distribuída firmados com um grande grupo varejista conectado em baixa tensão, tarifa B3. 

“Este será um token bastante inovador já que o seu detentor terá direito ao fluxo de recebíveis oriundos da energia já contratada e poderá ser adquirido facilmente através de grandes “exchanges” de criptoativos nacionais” revela Souto. 

O fortalecimento da vertical de tokenização, nasce como uma unidade de negócios independente, dividido em fases e com um plano ambicioso de crescimento no mercado de token as a service, a fim de facilitar o processo de tokenização para empresas e projetos de todos os portes.  

Comments are closed