inovabra e 100 Open Startups reconhecem as 10 startups que se destacaram por suas práticas ESG em 2021

inovabra e 100 Open Startups reconhecem as 10 startups que se destacaram por suas práticas ESG em 2021

O inovabra e a 100 Open Startups reconhecem 10 startups brasileiras que se destacaram quanto às suas contribuições em iniciativas e soluções focadas no meio ambiente, em responsabilidade social e boas práticas de governança corporativa. O Reconhecimento inovabra ESG foi divulgado na Open Innovation Week | Oiweek ESG inovabra, principal encontro de inovação aberta do Brasil, promovido pela plataforma 100 Open Startups para a troca de conhecimento, cocriação de soluções e geração de negócios em inovação.

Foram reconhecidas as empresas Cerensa, CUBi Energia, GreenPlat, Horus, Kidopi, Lemobs – Soluções em Tecnologia da Informação, Um Grau e Meio, Prosas | Grantmaking Platform, Trashin e VGR Gestão de Resíduos Online. Essas startups receberão o convite para se tornarem membros do inovabra habitat, ambiente de coinovação do Bradesco, e ter acesso aos desafios de negócios lançados pelas corporações, além de participar dos eventos de conexão físicos ou remotos.

Entre os critérios do Reconhecimento inovabra ESG, estão a elegibilidade para o Ranking 100 Open Startups (quantidade e intensidade de relações de inovação aberta desenvolvidas com corporações) e a elegibilidade inovabra habitat (maturidade da solução e aplicação ao mundo B2B e B2C com foco em digital). Além disso, foi realizada uma análise com critérios de sustentabilidade, levando em consideração o alinhamento da missão e o potencial de produtos ou soluções na geração de impacto positivo direto na agenda ESG, análise do produto ou solução considerando seu potencial no atingimento de metas dos ODS e análise de cases de sucesso como evidência do impacto ESG e ODS.

“Essa é uma oportunidade para unirmos inovação e sustentabilidade, fomentarmos boas práticas ESG, que, mesmo alcançando visibilidade nos últimos tempos, ainda requerem investimentos e um olhar cuidadoso na quantificação dos resultados”, pontua Fernando Freitas, superintendente executivo do Departamento de Pesquisa e Inovação do Bradesco.

De acordo com o executivo, o inovabra, em seu propósito de promover a inovação e gerar novos negócios, em parceria com a área de Sustentabilidade do Bradesco, estão atuando estrategicamente para o engajamento e atuação das startups em prol dessa agenda de impacto positivo. Hoje, 42 habitantes oferecem serviços e produtos focados em ESG e outras 148 contam com soluções com potencial de aplicação nesse sentido. “As startups, com a sua visão inovadora e tecnológica, são muito importantes para desenvolver soluções para os dilemas que a sociedade e o mercado enfrentam dentro dos pilares de ESG e, por isso, reconhecer esses 10 nomes é tão importante para estimular esse movimento. Essa é uma posição em linha com o que o Bradesco vem fazendo, potencializando o seu propósito e protagonismo em prol do Desenvolvimento Sustentável”.

Para Bruno Rondani, CEO da 100 Open Startups, os modelos atuais de desenvolvimento colocam o país em risco, e as empresas já percebem o impacto no dia a dia dos seus negócios. Contudo, as corporações também reconhecem o seu poder de transformação da sociedade. “A prática de open innovation com startups vem auxiliando as corporações para se tornarem mais competitivas e, somada à pauta do ESG, a prática da inovação em colaboração com startups – como essas que estão sendo reconhecidas nessa premiação – eleva o impacto a uma dimensão acima, de não apenas transformar as corporações, mas de transformar a própria sociedade”, destaca.

Além do Reconhecimento e da Oiweek, o inovabra e a 100 Open Startups firmaram parceria com o propósito de escalar o número de conexões entre empresas e startups, fomentar e estimular o acesso de novos players à inovação aberta e potencializar a geração de negócios sustentáveis no ecossistema. Por meio do acordo, o ecossistema de inovação do Bradesco se tornou o patrocinador oficial e parceiro estratégico da principal categoria do Ranking 100 Open Startups, a TOP 100 Open Startups.

Sobre as startups reconhecidas:

Cerensa
Plataforma Integrada de Governança em Sustentabilidade. Automatiza as demandas ESG, centralizando a gestão e integrando com outros sistemas.

• CUBi Energia
A CUBi torna a energia elétrica visível ao gestor da indústria ao oferecer uma solução completa de gestão e otimização do consumo de energia.

GreenPlat
A startup desenvolveu uma arquitetura SaaS ESG baseada em Blockchain, que gerencia KPIs ambientais, faz a completa gestão de resíduos, incluindo controle de licenças ambientais e outros documentos, trazendo benefícios financeiros, eficiência, aterro zero, e aumento da reciclagem.

• Horus
Desenvolve soluções inovadoras para acelerar e empoderar a tomada de decisão das empresas, utilizando drones, softwares, robôs, imagens de satélite e inteligência artificial.

• Kidopi
Jornadas centradas no paciente exige personalização e estratégias omni-channel. O CleverCare, ferramenta da Kidopi, permite essa ação de maneira fácil e direta.

• Lemobs – Soluções em Tecnologia da Informação
Sistemas inteligentes de gestão pública que auxiliam no processo de transformação digital das cidades brasileiras.

• Prosas | Grantmaking Platform
Prosas é uma plataforma para seleção e monitoramento de projetos utilizada por grandes investidores sociais privados e organizações públicas.

• Um Grau e Meio
Inteligência a serviço da redução das emissões de CO2 originadas por incêndios florestais.

• Trashin
A startup simplifica o processo de gestão de resíduos e logística reversa, da coleta à destinação adequada, realizando a logística, valorizando o resíduo e gerando renda através da economia circular.

• VGR Gestão de Resíduos Online
Oferece soluções para otimizar o processo de gestão das empresas que geram resíduos, promovendo a destinação correta, facilitando o entendimento da legislação ambiental e acelerando o desenvolvimento sustentável.

Comments are closed