Primeira máquina de fast food 100% robotizada do mundo conta com soluções de automação e controle da Siemens

Primeira máquina de fast food 100% robotizada do mundo conta com soluções de automação e controle da Siemens

Empresa focada em inovação, a Siemens implementou a nova versão do sistema de visualização WinCC, controladores, inversores de frequência e componentes de proteção elétrica dentro das máquinas da Bionicook – a empresa responsável pela criação da primeira rede de fast food 100% robotizada do mundo, com preparo de lanches feitos na hora e sem nenhuma intervenção humana. A tecnologia faz com que todo o processo de armazenamento, preparação e entrega da refeição seja feito por um robô que fica dentro da máquina – e também com operação remota de monitoramento, supervisão técnica e controle de informações.

A adoção das soluções Siemens neste projeto foi realizada em parceria com a Longhi Engenharia e Automação, empresa especializada em soluções de engenharia elétrica e automação. A parceria permitiu à Bionicook, por exemplo, ter acesso a registros de eventos, temperatura, recuperar arquivos de configuração e setup, minimizar erros de operação humana durante o abastecimento da máquina, e também eventuais panes em servidores ou computadores.

A automação Siemens melhorou a performance do equipamento em 30%, tornando mais rápida e simples a interface do operador com o sistema de operação e abastecimento. Também possibilitou redução do tempo de entrega de pedidos e ganhos de economia de energia, reduzindo o tempo de abertura das portas das câmaras frias, que movimentam apenas o necessário quando o robô coleta alimentos ou bebidas. A experiência de compra também cresce com todos os protocolos de segurança observados e entrega na prestação do serviço, sempre cronometrada e controlada pela máquina.

 “Trabalhar com uma aplicação totalmente integrada trouxe grandes benefícios para a transparência de operação da máquina e para a sua produtividade. Uma base de dados única e integrada através do nosso framework foram fatores essenciais para atingirmos a otimização do processo e superarmos as expectativas do nosso cliente”, afirma Osmar de Souza Junior, coordenador de canal de vendas da Siemens.

O cliente faz o pedido por um totem instalado na máquina e que tem uma interface amigável e intuitiva, que facilita a interação. O pagamento é feito por cartão de crédito, débito, ticket ou aproximação e a pessoa retira o pedido, frito na hora, a partir de três minutos. O ticket médio do combo lanche e bebida fica entre R$ 18 e R$ 25.

Todo esse processo de preparo conta com integração com a robótica, cuja tecnologia implementada permite que o robô faça a fritura por imersão em óleo de algodão, garantindo a repetibilidade e a qualidade do preparo. Os produtos do menu ficam crus e congelados dentro da máquina, a -18 graus, e são fritos a 180 graus, o que permite que a comida esteja no ponto ideal a partir de três minutos. São mais de 18 opções de lanches como pastel de queijo, carne, banana com creme de avelã, nuggets e além de 15 opções de bebidas em lata.

Segundo Lucas Pistorello, consultor comercial responsável na Longhi Engenharia e Automação, “o desafio de integrar diversos sistemas e recursos em um processo 100% automatizado acabou sendo facilitado pela escolha da Siemens como parceira neste projeto, o que permitiu à Longhi entregar ao cliente final ganhos significativos de desempenho e monitoramento do equipamento”.

Comments are closed