Otis abre 51 vagas de estágio técnico com o Programa Rota Escola

Otis abre 51 vagas de estágio técnico com o Programa Rota Escola

A Otis Brasil abriu 51 vagas de estágio técnico em todo o Brasil para seu Programa Rota Escola, como parte de seu compromisso em ter uma força de trabalho altamente treinada, enquanto apoia a aprendizagem permanente e o desenvolvimento profissional de seus funcionários e funcionárias. A Otis (NYSE:OTIS) é a empresa líder mundial em fabricação, instalação e serviços de elevadores e escadas rolantes.

O programa visa treinar os estagiários e as estagiárias por dez meses, oferecendo mais de 1.200 horas de capacitação teórica e prática sobre o funcionamento dos elevadores. Posteriormente, passarão por uma avaliação para possível contratação como técnicos e técnicas da empresa, para trabalharem nos elevadores e escadas rolantes instalados nos clientes. Na edição de 2020, o programa atingiu aproximadamente 80% de índice de efetivação na Otis.

“Aqui oferecemos a oportunidade de conhecer o trabalho técnico por completo, incluindo o funcionamento total do sistema operacional, uso de ferramentas, e outros conhecimentos relevantes”, afirma a diretora de Recursos Humanos da Otis para América Latina, Cristiane Fiorezzi.

Os candidatos e as candidatas podem se inscrever se tiverem mais de 18 anos e estiverem matriculados nos cursos técnicos de elétrica, eletrônica, eletrotécnica, eletroeletrônica, mecatrônica, automação e mecânica. As inscrições para o Rota Escola serão aceitas de 18 de outubro a 30 de dezembro, por este link.

Estão disponíveis 21 vagas em São Paulo, Ribeirão Preto, São José dos Campos, Grande ABC, Santos, Porto Alegre, Florianópolis, Curitiba e Londrina;  18 vagas no Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Vitória e Niterói; e 12 vagas para Brasília, Goiânia, Salvador, Recife, Fortaleza, João Pessoa, Natal e Manaus.

Desde 2019, as mulheres preencheram quase 50% das vagas de estágio do programa, destacando o compromisso da empresa em promover um ambiente diverso, igualitário e inclusivo. Em linha com esse compromisso estratégico global, a Otis Brasil tem como objetivo aumentar o número de mulheres em toda a empresa, especialmente para os cargos de serviços em campo, que têm sido historicamente ocupados por homens. Este programa de estágio incentiva mais mulheres a assumir cargos de serviços em campo.

“A Otis está profundamente comprometida em ações que promovam a diversidade, a equidade e a inclusão, como nosso Employee Resource Group, Forward, que fortalece o apoio e o treinamento para mulheres no campo. A Otis Brasil tem obtido sucesso com mais igualdade de gênero em todos os seus cargos. No ano passado, a Otis uniu-se à coalizão Paradigm for Parity®, afirmando nosso compromisso com a plena equidade de gênero na liderança executiva global até 2030. Continuamos trabalhando para recrutar e reter líderes que representam as comunidades onde vivemos e trabalhamos, como pessoas de cor, LGBTQIA+ e trazendo mais mulheres para nossas equipes de campo”, diz Fiorezzi.

Programa de Bolsa de Estudos para Funcionários

Assim que os candidatos são contratados, a Otis demonstra seu compromisso com o desenvolvimento da educação continuada por meio de um outro Programa, o de Bolsa de Estudos para Funcionários. Qualquer funcionário ou funcionária da Otis pode participar do programa, desde que tenha trabalhado na empresa por pelo menos 12 meses completos.

Os profissionais da Otis Brasil podem se matricular em escolas técnicas (tecnólogos) e/ ou universidades reconhecidas pelo Ministério da Educação, incluindo graduação, pós-graduação, MBA, mestrado e doutorado. As despesas educacionais são pagas pela empresa, incluindo 100% das mensalidades, taxas e livros.

“O Programa de Bolsas da Otis não é apenas para a educação, mas oferece uma oportunidade de crescimento, desenvolvimento e mudança. Eles só precisam estar motivados, ter disciplina e vontade de aprender ”, finaliza Fiorezzi.

Os profissionais da Otis Brasil podem se inscrever em escolas técnicas (tecnólogos) e ou universidades renomadas e reconhecidas pelo Ministério da Educação, incluindo graduação, pós-graduação, MBA, mestrado e doutorado. As despesas educacionais são pagas pela empresa, como 100% da mensalidade, taxas e livros da grade curricular.

Comments are closed