Fábrica de Startups e MIT REAP abrem inscrições para EnergInn, programa de empreendedores com foco em energia sustentável

Fábrica de Startups e MIT REAP abrem inscrições para EnergInn, programa de empreendedores com foco em energia sustentável

Assim como a internet revolucionou o modo como vivemos e trabalhamos, as energias renováveis devem transformar a relação de consumo entre clientes e empresas. Um estudo realizado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) apontou que a matriz energética brasileira atingiu 45% de fontes renováveis e 54% de fósseis. Os números mostram que o país se destaca diante do Brics, bloco econômico que reúne Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul.

Aceitando o desafio de transformar o Rio de Janeiro no “Vale do Silício da Energia e Sustentabilidade”, a Fábrica de Startups, empresa de fomento à inovação, se uniu a outras organizações do ecossistema e passou a integrar o MIT Reap Rio, o mais completo programa de formação de empreendedores. Com objetivo de levar para o mercado soluções limpas e sustentáveis no setor de energia, os envolvidos vão auxiliar na seleção, criação de startups e no desenvolvimento de provas conceitos que serão apresentadas a empresas já consolidadas no ramo.

“Queremos fazer parte da transformação e da inovação no Brasil, fazer parte de iniciativas como o MIT REAP é muito gratificante para nós. Acreditamos que o é o caminho para acelerarmos projetos de empreendedores e pesquisadores e nada melhor do que começarmos com o setor de energia limpa, sustentável e renovável”, comenta Hector Gusmão, CEO da Fábrica de Startups.

Uma das empreitadas do time é o EnergiINN, programa que está com inscrições abertas, é direcionado a cientistas, pesquisadores, empreendedores ou intraempreendedores que possuam projetos ou pesquisas científicas sobre energia limpa, verde ou sustentável na área de energia. Ele acontecerá virtualmente e será composto por quatro etapas seguidas e com rodadas eliminatórias.

A primeira fase é de inscrições, os interessados podem preencher o formulário no site EnergInn até 06/12/2021, após serem selecionados os participantes passaram pela segunda etapa que é o curso básico de hard techs. Na terceira fase acontece mais uma seleção na qual somente 105 equipes vão de fato fazer parte do projeto. Após serem selecionados, os participantes vão iniciar a rodada de aceleração com objetivo de gerar protótipos e iniciar o relacionamento com grandes indústrias do setor, com possibilidade de conquistarem investimento para os projetos. Os profissionais que mais se destacarem vão participar da banca de avaliação no mês de dezembro.

O MIT REAP é uma iniciativa do Massachusetts Institute of Technology (MIT), que selecionou o Rio de Janeiro para participar do Regional Entrepreneurship Acceleration Program (REAP), um programa de aceleração de startups. O objetivo é desenvolver uma metodologia para estruturação e governança do primeiro ecossistema de inovação em energia e sustentabilidade do mundo.

Os envolvidos são representantes de cinco áreas: governo, universidade, corporações, startups e investidores de risco. Juntos, garantem a capacitação, elaboração e implementação, do ecossistema no Rio de Janeiro, que poderá ter sua metodologia expandida para desenvolver potencialidades de outras regiões nas regiões em etapas posteriores.

“Convidamos todas as pessoas que têm um projeto na área para se inscreverem. É o momento de trazer essas soluções para o mercado e mostrarmos que é possível produzir energia limpa”, finaliza o CEO.

Comments are closed