Bossanova anuncia comitê Indústria 4.0 para investir até R$5 milhões em startups do segmento

Bossanova anuncia comitê Indústria 4.0 para investir até R$5 milhões em startups do segmento

Em parceria com a Produttare Consultoria, iniciativa tem como objetivo encontrar soluções de inteligência artificial, robótica, IoT e computação em nuvem

A Bossanova Investimentos, micro venture capital que investe em startups em estágio de pré-seed em todo o país, acaba de lançar o Comitê Indústria 4.0 para investir até R$ 5 milhões em startups do segmento. Em parceria com a Produttare Consultoria, que já atua há 25 anos em projetos de Gestão de Operações e Excelência Operacional para empresas industriais, varejistas e de serviços, a iniciativa tem como objetivo encontrar soluções de inteligência artificial, robótica, IoT e computação em nuvem.

O projeto será liderado por um time de especialistas e profissionais da área como: Junico Antunes, CEO da Produttare; Esdanio Nilton Pereira, Sócio da Produttare e fundador da FENP Consulting; Roberto dos Reis Alvarez, Conector global, Venture Partner (Seldor Capital, NYC, EUA); Harro Burmann, Consultor Associado; João Emilio Gonçalves, Superintendente de Desenvolvimento Industrial na CNI.

De acordo com pesquisa da Confederação Nacional da Indústria (CNI), entre outubro e novembro de 2021, as tecnologias da indústria 4.0 que mais impactam de forma positiva na lucratividade das empresas são os sistemas de conexão máquina-máquina, big data e inteligência artificial. Entre as companhias que adotaram as duas primeiras inovações, 32% disseram estar lucrando mais do que no período pré-pandemia, e as que têm inteligência artificial, o índice é de 30%.

Para João Kepler, CEO da Bossanova, esses dados mostram o quão promissor está o segmento para as startups e esse é o momento para oferecer ainda mais possibilidades e recursos para que as startups possam ganhar escalabilidade e atingir novos horizontes. “A ideia principal do Comitê é unir a expertise em investimentos da Bossanova com os conhecimentos que a Produttare tem para entender as dores do mercado industrial, para juntos, encontrarmos as soluções mais inovadores e com alto potencial de crescimento”, explica.

Para participar do comitê, as startups precisam ter modelo de negócios B2B ou B2B2C; solucionar problemas da Indústria; ter o modelo de negócio SaaS ou que combine software & hardware; aplicar tecnologias de IoT, IA, software de gestão empresarial, robótica, AR/VR, blockchain, BIM, redes, segurança de dados e outras; que tenham pelo menos duas pessoas no time fundador; mais de um ano desde a fundação e que já estejam operando; além de ter o faturamento mínimo de R$20mil.

As empresas interessadas em participar do Comitê Indústria 4.0 podem se inscrever pelo site.

Comments are closed