Startup brasileira Krilltech conquista prêmio mundial de inovação

Startup brasileira Krilltech conquista prêmio mundial de inovação

A startup brasileira Krilltech, atuante no setor de Agrobusiness é a grande vencedora da etapa final da premiação mundial “Global Tech Innovator 2021”, da KPMG. A empresa representou o Brasil na última etapa da competição internacional do prêmio em Lisboa, Portugal, em evento realizado no dia 2 de novembro de 2021. Na ocasião, startups de 17 países fizeram apresentações a especialistas do setor no palco. A candidata do Brasil foi declarada como a Private Enterprise Global Tech Innovator 2021. Conduzida pela KPMG, a iniciativa teve o propósito de apoiar startups que atendam a determinados critérios e tenham potencial de progredir nos negócios, ajudando os principais inovadores tecnológicos globais interessados em assumir a liderança do mercado.

“Estamos muito felizes em anunciar que a startup vencedora desta premiação global é brasileira. Ela se diferenciou mundialmente por uso intensivo de tecnologia para transformar os negócios e a sociedade, sendo capaz de demonstrar como ser escalável em outros países, principalmente da América Latina. A iniciativa é uma excelente oportunidade para a startup ganhadora fazer a disrupção acontecer em âmbito nacional e internacional”, afirma Jubran Coelho, sócio-líder da área de Private Enterprise da KPMG no Brasil e na América do Sul.

A startup vencedora da última etapa no Brasil foi contemplada com: instalações para sua exposição no Web Summit, incluindo um estande dedicado e em destaque; passagem aérea e hospedagem; plataforma de exposição e credencial para a conferência; apresentação do seu negócio para a mídia antes, durante e após o evento; participação em fóruns da KPMG com expoentes dos negócios e CEOs de empresas globais de capital fechado de rápido crescimento.

“Foram avaliadas startups com propostas de valor muito interessantes, escaláveis globalmente e que resolvem problemas reais da sociedade por meio da tecnologia e soluções inovadoras em setores como finanças, agrobusiness, varejo e saúde. Não apenas por atender aos critérios da premiação, a agtech destacou-se por apresentar uma solução tecnológica que aumenta a produtividade, eficiência e qualidade no agronegócio de forma sustentável, com nanoestrutura orgânica, atóxica e biocompatível. A startup brasileira mereceu a vitória e isto reforça o potencial do Brasil no celeiro de inovação do mundo”, afirma Diogo Garcia, sócio-diretor líder do Programa Emerging Giants Startups da KPMG no Brasil.

As startups que concorreram nesta etapa final apresentaram seus negócios a um grupo de jurados especialistas do setor e convidados, os quais avaliaram os pitches e definiram a vencedora global. Cada apresentação foi julgada com pontuação em seis categorias com o mesmo peso: disrupção e inovação; potencial de mercado; adoção do cliente; tração de mercado e marketing; potencial de longo prazo; e qualidade da apresentação (pitch).

“Foi uma alegria enorme e uma honra gigantesca ter sido o ganhador da primeira edição do Global Tech Innovator KPMG. Vamos com muita responsabilidade usar esta vitória para expandir a nossa tecnologia 100% brasileira para o mercado internacional”, afirma Diego Stone, cofundador e CEO da Krilltech.

A Krilltech é uma AgTech brasileira que emergiu de uma parceria com a Universidade de Brasília (UnB) e a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) focada no desenvolvimento de uma agricultura sustentável e de alta produtividade. Por meio dessa parceria, foram desenvolvidas tecnologias que buscam oferecer soluções disruptivas baseadas em Nanotecnologia Verde, de modo a aumentar a produtividade e a qualidade nutricional de cultivares. Com o uso de tecnologia na agricultura e horticultura, o objetivo da startup é melhorar o rendimento, a eficiência e a lucratividade do produtor.

Comments are closed