Com novo Centro de Distribuição no Ceará, Amazon expande suas operações no Nordeste do Brasil

Com novo Centro de Distribuição no Ceará, Amazon expande suas operações no Nordeste do Brasil

A Amazon anuncia o início da operação de seu novo Centro de Distribuição em Itaitinga, na região metropolitana de Fortaleza, Ceará. O novo Centro de Distribuição é o primeiro no estado e o terceiro no Nordeste, e espera criar cerca de 400 vagas diretas e indiretas na região, além de outras milhares de oportunidades temporárias para períodos como Prime Day, Black Friday e Natal. Somando com a inauguração do Ceará, a Amazon gerou mais de 2,3 mil vagas diretas e indiretas na área de Operações, em 2021.

O novo Centro afirma o comprometimento da Amazon em criar impacto real para o consumidor brasileiro, aumentando sua estrutura por meio de um sistema logístico atualizado que aprimora a experiência de compra. “Com essa nova operação, a empresa ampliará a gama de produtos disponíveis na região e aproximará ainda mais a oferta de produtos, beneficiando milhões de consumidores de diversos estados que terão suas entregas realizadas mais rapidamente”, celebra Ricardo Pagani, diretor de operações da Amazon no Brasil. “Nós reconhecemos o constante esforço do governo em modernizar o ambiente de negócios e agradecemos todos os membros engajados em apoiar esse projeto de expansão, o que irá nos permitir servir nossos consumidores com mais excelência”, ressalta.

“Ficamos felizes em receber empresas que confiam no Ceará para instalar e expandir seus negócios. A chegada da Amazon, que está iniciando sua operação no município de Itaitinga, reflete a ampliação de nosso polo logístico regional e, a partir desta nova operação, serão gerados novos empregos e oportunidades para os cidadãos cearenses” afirma Camilo Santana, governador do Ceará.

“Nós buscamos ser a melhor empresa para se trabalhar no mundo e queremos cada vez mais auxiliar as comunidades nos locais em que atuamos e incentivar ainda mais mulheres a ingressarem na área de Operações”, comenta Pagani. A Amazon sempre busca maneiras de aumentar esse impacto ao longo de seu crescimento e reforça constantemente com a diversidade e a inclusão, que é o centro de seus ideais. A nova operação em Itaitinga, por exemplo, tem como objetivo de 50% dos cargos serem ocupados por mulheres.

Com a abertura, a Amazon passa a operar doze centros de distribuição no País, com atividades em São Paulo, Minas, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Pernambuco e Ceará, além do Distrito Federal. As recentes expansões no Rio de Janeiro, Recife e Fortaleza em menos de dois meses demonstram o objetivo de aumentar a capilaridade logística da empresa no Brasil, melhorando a experiência dos clientes por meio da maior quantidade de produtos e reduzindo o tempo de entrega em nível nacional.

Consumidores que realizarem a primeira compra no site contam com frete grátis para produtos enviados pela Amazon e membros Prime contam com frete grátis e rápido para todo o Brasil em compras sem valor mínimo para milhões de itens elegíveis, sendo que mais de 50 cidades contam com entrega em um dia e mais de 700 cidades contam com entregas a partir de dois dias. Os demais clientes podem aproveitar o frete grátis para compras acima de R$99 em livros e acima de R$149 nos produtos enviados pela Amazon.

A Amazon prioriza a saúde e a segurança de todos os seus colaboradores e busca constantemente formas de aprimorar ainda mais as medidas de segurança. A nova operação, que tem capacidade de 32 mil m², o que equivale a três campos de futebol, já implementa o inovador projeto de climatização, visando um maior conforto e um melhor clima para seus colaboradores. Além disso, desde o início da pandemia, a empresa realizou mais de 150 mudanças em suas operações para ajudar no combate ao COVID-19 e contribuir para a segurança de seus funcionários, como distanciamento social, máscaras, luvas, assim como melhorias de limpeza e processos de higienização, para citar alguns.

Comments are closed