Deel capta USD 425 milhões em rodada série D

Deel capta USD 425 milhões em rodada série D

A Deel , startup líder global em gestão de pagamentos e contratos e que chegou ao Brasil em abril de 2021, anuncia nesta segunda-feira (18) a sua mais nova captação no mercado. Em rodada série D, a companhia – que inovou ao eliminar barreiras de contratações – levantou USD 425 milhões, chegando ao total de USD 630 milhões em aportes.

A nova rodada foi liderada pela gestora Coatue Management, com sede nos Estados Unidos, e conduzida pelos sócios Rahul Kishore e Lucas Swisher, senior managing director e general partner da companhia, respectivamente. Também participaram novos e antigos investidores da plataforma, incluindo Altimeter Capital, Andreessen Horowitz, Neo, Spark Capital e YC Continuity Fund. Com o aporte, a Deel chega a um valuation de USD 5,5 bilhões e se torna a empresa de maior valor na área de contratação e gestão de pagamento para times internacionais.

Desde o início das operações em 2019 com uma equipe formada por quatro pessoas, que hoje chega a 400, a companhia tem como missão tornar o trabalho remoto mais acessível para equipes e empresas em todo o mundo e construir a melhor experiência de funcionário do mercado. O novo modelo de negócio surgiu momentos antes do início repentino de uma pandemia global que forçou as empresas a reavaliar as normas de trabalho e se ajustar rapidamente à vida remota. Nesse cenário, a Deel ganhou forte protagonismo no mercado, visto que soluciona todos os obstáculos de contratação remota. Com isso, cria novas oportunidades para que as equipes sejam eficientes quando e onde quiserem.

A Deel atende a mais de 4.500 clientes em todo o mundo de nomes como Coinbase, Intercom e Shopify em mais de 150 países. Se uma empresa está procurando adotar um ambiente de trabalho híbrido ou totalmente remoto ou buscar talentos de todo o mundo, a Deel provou ser a peça que faltava no quebra-cabeça. A plataforma oferece os serviços de folha de pagamento, compliance, benefícios e outros recursos ​​necessários para contratar e gerenciar uma equipe global – algo que antes seria essencial realizar a partir de uma equipe interna. As empresas também podem pagar equipes em mais de 120 moedas com apenas um clique. Assim, a desculpa de que ‘nós não temos um escritório lá (onde quer que seja)’ não é mais válida.

Com o novo montante, a startup de rápido crescimento vai continuar a construir a melhor experiência para empresas, funcionários e prestadores de serviços. Entre os planos, está o lançamento de um novo produto de folha de pagamento internacional robusto, o desenvolvimento de uma API aberta, continuar contratando talentos excepcionais em todo o mundo e canalizar recursos para fusões e aquisições.

“A forma como as pessoas trabalham está mudando fundamentalmente. E isso nunca vai voltar”, diz o CEO da Deel, Alex Bouaziz. “Fundamos a Deel porque não queríamos que contratações ou pagamentos internacionais fossem empecilho para que as empresas criassem as equipes globais remotas de que precisam para prosperar. Agora, avaliada em USD 5,5 bilhões, a Deel permanece em uma posição única para continuar desafiando a forma como as equipes globais trabalham e pode continuar a construir ferramentas que moldam e transformam ainda mais o futuro do trabalho”, completa.

O country manager responsável pela operação e expansão da companhia no Brasil, Cristiano Soares, corrobora o posicionamento do CEO. “As transformações que enfrentamos atualmente são o resultado de pequenas mudanças graduais que foram acontecendo nos últimos anos, e há inúmeros benefícios no nosso modelo de contratação”.

“A partir da nova rodada, temos planos audaciosos para todos os mercados, incluindo o Brasil. Aqui, continuamos com a estratégia de contínuo crescimento do negócio e a oferta de mais soluções para nossos clientes e parceiros”, continua. No país, a empresa atende companhias como Nubank, Ifood, Meliuz, Quinto Andar, entre outras.

Esta série D é uma das maiores apostas privadas da gestora Coatue neste ano. A empresa olha com atenção o mercado de tecnologia e o futuro do trabalho remoto, considerado o novo normal, já que diversos estudos mostraram que essa modalidade aumenta o engajamento, a produtividade e bem-estar dos colaboradores, ao mesmo tempo que oferece às empresas uma vantagem competitiva à medida que o mundo se adapta ao novo ambiente de trabalho. Para permitir o trabalho remoto globalmente e em escala, as empresas precisam de uma plataforma que lhes permita contratar, integrar e pagar pessoas em qualquer lugar do mundo de maneira sustentável e compatível, e a Deel está removendo os obstáculos entre os envolvidos.

“Acompanhamos a Deel desde 2020 e ficamos impressionados com a visão de Alex e Shou [Wang, co-fundadora]”, diz Rahul Kishore. “À medida que fomos conhecendo a Deel, ficamos impressionados pela solução inovadora que proporciona e com o seu crescimento acelerado no setor.” Lucas Swisher, que co-liderou a rodada, acrescenta: “Ficamos impactados com a plataforma, uma ferramenta que qualquer um pode usar para transformar o emprego global dos sonhos em realidade.”

Já Anish Acharya, general partner da empresa de capital de risco Andreessen Horowitz, e que aposta desde o início na companhia, exalta a proposta de negócio e o momento da companhia. “Ver como eles transformaram e desenvolveram ferramentas em tempo recorde para ajudar a criar uma experiência melhor para as empresas e suas equipes é um espetáculo para ver”, afirma. “O futuro é brilhante para a Deel, mas é ainda mais brilhante para equipes internacionais em todo o mundo”, finaliza.

Comments are closed