94% dos trabalhadores brasileiros em níveis operacionais já receberam ao menos uma dose da vacina, aponta pesquisa da Randstad

94% dos trabalhadores brasileiros em níveis operacionais já receberam ao menos uma dose da vacina, aponta pesquisa da Randstad

Com o objetivo de proporcionar mais segurança, saúde e bem-estar aos funcionários de níveis operacionais das mais de 30 empresas clientes parceiras, a Randstad, consultoria global de RH, realizou levantamento de pessoas vacinadas em funções operacionais. Segundo dados de setembro, a pesquisa apontou que 94% dos trabalhadores já receberam uma dose, enquanto 33% estão totalmente vacinados. Além disso, a empresa apoia as corporações parceiras na estruturação de planos e protocolos de vacinação, desenvolvendo medidas que incentivem a imunização e mitiguem as chances de contágio e garantam a segurança de todos.

“Desenvolvida de forma proprietária pela Randstad, a pesquisa tem guiado de forma assertiva o desenvolvimento de processos, políticas, conteúdos de orientação e campanhas aos gestores de RH das empresas nos últimos meses para os que têm funcionários trabalhando presencialmente. Um tema muito abordado, é como as companhias devem agir caso um colaborador seja contra a imunização. Apesar de não ser obrigatória no país, e com o retorno presencial gradual aos escritórios para além das funções operacionais, temos orientado que as políticas sejam claras e bem disseminadas, com o engajamento desde as lideranças, tudo para criar um ambiente favorável e educativo”, explica Fabio Battaglia, CEO da Randstad.

O executivo ainda lembra dados de outro estudo recente da companhia – ‘ Workmonitor ’, realizado em 34 países no começo deste ano -, que mostrava que 75% dos brasileiros entrevistados em abril desejavam retornar ao local de trabalho assim que possível, seguindo o índice global de 78%. “Esses dados trazem insights importantes sobre os anseios dos trabalhadores de uma maneira geral. Para aqueles que trabalham presencial, o desejo é que estejam seguros, já para aqueles que ainda estão em casa, agora com o aumento da vacinação, conseguem vislumbrar uma volta ao presencial, mesmo que de forma híbrida. Com segurança e preocupação com a saúde de todos, poderemos voltar a nos conectar pessoalmente e construir o futuro do trabalho que almejamos”, afirma Battaglia.

Dicas e orientações da Randstad sobre vacinação

Além dos insights gerados pelo estudo, alguns aprendizados e dúvidas frequentes em meio ao planejamento das empresas parceiras se destacam. Pensando nisso, a Randstad compartilha abaixo algumas orientações em relação à vacinação e traz um direcionamento de como proceder:

• É possível perguntar ao candidato durante uma entrevista para uma vaga de emprego, se ele foi vacinado e informá-lo sobre a política de vacinação obrigatória? Se a empresa tiver uma política de vacinação obrigatória, a Randstad aconselha informar aos candidatos desde o primeiro contato, ainda durante a entrevista. Vale deixar clara as intenções e questionar se a imunização completa, ou pelo menos parcial, contra COVID-19 foi realizada. No entanto, é importante ressaltar que perguntas adicionais, como “Por quê você não foi vacinado?”, “Você planeja se vacinar?”, ou “Qual vacina você tomou/tomaria?” devem ser evitadas, pois ferem a privacidade do candidato.

• Qual é a melhor maneira de coletar e gerenciar as informações de status de vacinação dos colaboradores? A empresa pode solicitar aos funcionários ativos ou candidatos que revelem voluntariamente seu status de vacinação por meio de formulários, disponibilizando-os de forma online ou física. Essa etapa é fundamental, pois mensura o nível de imunização no universo de cada corporação e ajuda a traçar os planos de retomada das atividades presenciais ou dos colaboradores que já estejam presencialmente.

• Quais ações podem apoiar a educação e encorajar a vacinação de seus colaboradores? Primeiro, é preciso definir uma política interna de acordo com sua função e especificações. Para além das exigências, a comunicação deve ser clara e objetiva para todos os níveis de funcionários, de cargos operacionais à liderança. É importante que entendam a importância da vacinação para a saúde das pessoas e, consequentemente, dos negócios. O engajamento é o melhor caminho para uma campanha de sucesso.

Comments are closed