IBM anuncia finalistas brasileiros da competição Call for Code

IBM anuncia finalistas brasileiros da competição Call for Code

As mudanças climáticas já tiveram efeitos devastadores em comunidades ao redor do mundo, e ainda é esperado piora no futuro próximo, se nada for feito. É por isso que a IBM e seus parceiros decidiram, novamente, focar o Desafio Global Call for Code no uso de tecnologias impulsionadas por código aberto para combater as mudanças climáticas e superar os muitos desafios criados.

Foram anunciados os finalistas regionais da competição, três deles, equipes brasileiras:

 Agrofate identificou alguns dos problemas mais comuns dos pequenos produtores em São Paulo, como a falta de uma melhor previsão de tempo, planejamento ineficiente, alteração e falta de controle de umidade do solo, o que deixa os agricultores despreparados para as mudanças climáticas. Baseado nisso, eles desenvolveram um aplicativo móvel de agricultura de precisão que fornece uma previsão do tempo detalhada, recomendações para uma melhor tomada de decisão e personalização do planejamento de safra com dados obtidos através do seu equipamento sensorial. Tudo isso, utilizando tecnologias como Cloud Foundry, Db2 e The Weather Company API services.

• A Central Food quer ajudar a reduzir o desperdício de alimentos e a fome. De acordo com as Nações Unidas, 1/3 de toda a comida do mundo é desperdiçada, enquanto no ano passado, cerca de um décimo da população global estava subnutrida. Por isso, a Central Food criou um aplicativo onde comerciantes de centros de abastecimento podem publicar seus produtos excedentes a baixo ou sem custo, como forma de doação. As ONGs podem se registrar no aplicativo para ter acesso a essas ofertas e receber notificações de novos produtos via SMS. Os comerciantes podem ver o desempenho das ONGs registradas e quantas pessoas eles impactaram. A solução utiliza Android Native, Kotlin, Firebase authentication, Firebase Storage, Flask, Twilio e IBM Cloud Foundry.

• A SpecWater criou uma solução para ajudar a monitorar a qualidade da água e salvar vidas, considerando que mais de 2 bilhões de pessoas na Terra não têm acesso a um saneamento adequado, de acordo com o Organização Mundial da Saúde e a UNICEF. A SpecWater utiliza inteligência artificial para analisar o espectro da luz dentro de uma amostra de água coletada por um dispositivo IoT (um pequeno equipamento instalado em rios e lagos). Depois desta análise, os resultados são disponibilizados em um website de fácil acesso com funções expandidas, como a habilidade de acionar um alerta via SMS sobre a qualidade da água, dizendo se é seguro consumi-la ou não. A solução aproveita tecnologias como IoT Platform, Machine Learning e Watson Studio.

O Call for Code é dedicado a unir desenvolvedores e solucionadores de problemas ao redor do mundo para criar aplicações impulsionadas por tecnologia de código aberto para enfrentar alguns dos maiores desafios do mundo. Desde seu lançamento em 2018, esse movimento cresceu para mais de 50.000 desenvolvedores e solucionadores de problemas em 180 países. Através do Call for Code, os desenvolvedores conectados aprendem, compartilham sua expertise e constroem soluções de código aberto que podem ser escaladas globalmente e ser implementadas em comunidades individuais.

Nas próximas semanas, serão anunciados os top 5 finalistas globais do Call for Code, o ganhador global, assim como os ganhadores regionais, mas esse programa não termina com um prêmio. Cada ano, a IBM trabalha com os melhores times para ajudar a trazer suas soluções de código aberto à vida por meio de implantações no mundo real. Isso foi feito com o Project Owl no furacão que atingiu Porto Rico, e com o Prometeo no solo com os bombeiros na Espanha. O vencedor global deste ano irá receber suporte prático da IBM, The Linux Foundation, e de outros parceiros para implantarem sua solução.

Comments are closed