Presidentes do BID e do BNDES reforçam papel da digitalização na retomada da economia

Presidentes do BID e do BNDES reforçam papel da digitalização na retomada da economia

Os presidentes do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Gustavo Montezano, e do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Mauricio Claver-Carone, participaram nesta terça-feira (28) do último dia Painel Telebrasil e destacaram a importância da digitalização na retomada econômica no pós-pandemia e na redução das desigualdades sociais.

Ao abrir a sua apresentação, o presidente do BID afirmou que um estudo recente da IDC estima que a promoção da digitalização apenas no segmento de pequenas e médias empresas acrescentaria US$ 9 bilhões ao PIB do Brasil até 2024. “Para colocar em contexto, é aproximadamente o PIB do estado de Sergipe”, afirmou Mauricio Claver-Carone, que enfatizou o papel importante das pequenas empresas para a economia do país.

“A digitalização é um pilar central da Visão 2025 do BID, do nosso plano para acelerar a recuperação pós-pandemia”, afirmou.

O presidente do BNDES, Gustavo Montezano, destacou o papel do banco de desenvolvimento em apoiar a capacitação das pequenas e médias empresas para que elas possam usufruir da digitalização. Montezano também falou sobre a importância de ampliar o acesso à banda larga como política social para reduzir a desigualdade.

Reduzir a desigualdade social, destacou, será um dos maiores entraves ao crescimento econômico nos pós-pandemia. “Temos um enorme desafio pela frente. Quem era pobre ficou mais pobre e quem era rico poupou recursos. O nosso desequilíbrio social, a nossa questão social do Brasil, que é algo há muito tempo crítico, é um dos maiores entraves ao crescimento da economia”, afirmou Montezano.

Montezano reforçou as ações do banco em créditos não reembolsáveis, voltados a ações sociais, e também como garantidor de crédito, para ampliar o acesso de pequenas e médias empresas a linhas de financiamento.

“Neste momento crítico o BNDES terá um papel fundamental para o Brasil e ficamos felizes que o encaminhamento dado seja coerente com as nossas necessidades e com o momento que a economia brasileira está vivendo”, afirmou o ex-ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, que também já presidiu o BNDES e participou como moderador deste primeiro Painel.

O presidente do BID abordou a importância de superar as desigualdades sociais e enfatizou o papel da digitalização nesse processo. “Se a desigualdade digital não for superada ameaça aprofundar a desigualdade social e deixar alguns dos segmentos mais vulneráveis da população mais para trás”, disse.

Dentro das ações para ampliar a conectividade, Mauricio Claver-Carone destacou que o BID tem trabalhado com a Confederação Nacional dos Municípios e com a Frente Nacional dos Prefeitos para apoiar iniciativas locais destinadas à revisão dos marcos legais e regulatórios para simplificar a instalação de antenas e infraestruturas de telecomunicações. “O objetivo é simplificar e acelerar o licenciamento necessário para a implantação desta infraestrutura”, disse.

Comments are closed