Com nova sede, Asaas inclui opção de trabalho híbrido para seus 400 colaboradores e abre vagas

Com nova sede, Asaas inclui opção de trabalho híbrido para seus 400 colaboradores e abre vagas

Co-fundadores do Asaas, Diego e Piero Contezini, na nova sede.

Escritório em Joinville passa a ser utilizado como espaço de coworking; empresa também conta com salas em Florianópolis, Curitiba e São Paulo.

Com um crescimento de cerca de 235% no número de colaboradores desde o início da pandemia, a fintech de gestão financeira Asaas viu o período de trabalho remoto — adotado inicialmente por conta dos protocolos de saúde — como uma solução para a expansão do negócio. Agora, com o avanço da vacinação e a flexibilização gradual do isolamento social, a empresa passa a adotar oficialmente o modelo híbrido de trabalho e inaugura uma nova sede em Joinville, Santa Catarina. 

O imóvel, que foi reformado para atender as necessidades da organização, contará com 180 estações de trabalho que poderão ser utilizadas como coworking. “O processo criativo do projeto arquitetônico envolveu todo o time, de forma que conseguimos criar um espaço confortável e produtivo para eles. Além das mesas para trabalho, vamos ter áreas de interação, diversão e descompressão”, comenta Piero Contezini, CEO da fintech, que oferece uma plataforma completa para gestão de pagamentos, cobranças e antecipações focada em empreendedores. O negócio está em crescimento acelerado desde 2020, quando recebeu um investimento de R$37 milhões liderado pelo fundo Inovabra Ventures. A equipe passou de 120 pessoas para mais de 400 só na pandemia, e segue contratando — são diversas vagas disponíveis (mais informações aqui).

No novo modelo de trabalho adotado, os colaboradores poderão optar por trabalhar de forma totalmente presencial, remota ou híbrida, sendo que cada área tem a possibilidade de organizar as agendas de acordo com a sua rotina. A empresa manterá a oferta de notebooks, cadeiras e demais equipamentos para todos.

Além da sede em Joinville, o Asaas conta com escritórios de apoio em Florianópolis (SC), Curitiba (PR) e São Paulo (SP). Para os profissionais que atuam remotamente de outras cidades e estados, a fintech buscará parcerias com coworkings locais. 

Remote first

Em home office desde março de 2020, o Asaas enfrentou diversas mudanças para integrar os colaboradores mesmo à distância. Algumas ações, por exemplo, foram a incorporação de uma plataforma online de gestão de pessoas e a criação de uma reunião semanal de alinhamento geral com a diretoria. “Apresentamos números e novidades, comemoramos aniversários e respondemos dúvidas. É um espaço aberto, que permite que todos se sintam parte da instituição e ainda aumenta a transparência da gestão”, comenta o CEO.


Agora, com a retomada da presença no escritório, a startup irá adotar o modelo de remote first. Nesse formato, a comunicação remota tem prioridade, de forma que todas as reuniões e documentações devem continuar acontecendo com apoio de ferramentas digitais. A ideia é manter a integração e o alinhamento de toda a empresa, para que ninguém que não esteja trabalhando presencialmente deixe de saber algo ou fique de fora de uma decisão.

Comments are closed