Empresa brasileira de TI está com 60 vagas de estágio abertas

Empresa brasileira de TI está com 60 vagas de estágio abertas

A Cadmus, empresa de TI 100% brasileira, acaba de lançar o programa Novos Talentos. São 60 vagas para alunos de Tecnologia da Informação, Ciências ou Engenharias, Análise de Sistemas, Matemática, Estatística, Física ou similares, que concluirão a graduação após dezembro/2022. Podem se inscrever no site até 26 de setembro candidatos, de qualquer lugar do Brasil, de todas as idades. O início do estágio será ainda em 2021.  

Um dos diferenciais do programa é estimular a pluralidade, por isso, não há restrição no perfil etário dos participantes.  Entre os pré-requisitos está a faculdade/universidade permitir em contrato que o profissional possa estagiar no modelo home-office, que ele tenha disponibilidade para estagiar por no mínimo 12 meses e para  atuar por 30 horas semanais, sendo 6 horas diárias. 

Com relação à remuneração, a bolsa auxílio de R$ 1.500,00, além disso, os participantes do programa contam com outros benefícios como vale-refeição (R$ 20,00/dia), vale-transporte, seguro de vida, assistência Médica, auxílio energia elétrica (R$ 80,00/mês), auxílio de até 40% para certificações, canal de Gente & Gestão para suporte emocional, participação das COPs (Comunidade de prática – é um grupo de pessoas que compartilham de um tema em comum para alcançarem juntos objetivos individuais ou do grupo), Coin2U – Sistema de Recompensa colaborativa e Total Pass.

O programa Novos Talentos pauta-se em importantes valores da Cadmus, como o  People First, compartilhamento, clareza, cumprir o combinado, “seu negócio meu negócio” e felicidade, trazendo em toda essa jornada o protagonismo do colaborador. Os candidatos são acompanhados semanalmente pelo time de gente e gestão e recebem todo o acompanhamento necessário para se desenvolverem e conseguirem alcançar os seus objetivos.  

“Acreditamos que só com pessoas incríveis entregamos resultados incríveis. Desde o início até a finalização, o conceito de people first é uma questão central. Percebemos que a cada edição os participantes ficam super empolgados em entrar na empresa. Até por isso, a evolução costuma ser muito rápida e vemos pessoas sendo efetivadas e avançando em suas carreiras em um ritmo acelerado, sempre pelos caminhos que elas desejam”, complementa explica Alex Salino, board member da Cadmus. 

O programa Novos Talentos da Cadmus começou em 2014. Desde então foram quatro mil inscritos, mais de 200 novos talentos contratados, mais de 500 horas de treinamento / capacitação, mais 120 talentos efetivados e ao menos cinco participantes de edições anteriores do programa ocupam hoje posições de liderança.

Um importante diferencial do programa está no uso da tecnologia para apoiar também o processo de seleção, com 100% das vagas voltadas para a área de tecnologia. A ideia é trazer mais celeridade e ampliar o número de edições que serão realizadas por ano e, com isso, criar oportunidades de aprendizado e desenvolvimento constante para um número ainda maior de pessoas.  

“Remodelamos todo o projeto e criamos uma triagem automatizada e objetiva, apoiada em tecnologia e ferramentas de inteligência artificial, desde os primeiros filtros de seleção. À medida que os candidatos vão avançando no processo, começamos a gamificação e a capacitação. Eles vão passando por alguns desafios e usando plataformas de e-learning, nas quais tem oportunidade de aprender e se desenvolver. Os resultados criam um ranking, que também servirá de parâmetro para fazermos a distribuição dos talentos nos nossos times, até mesmo já com base no fit cultural e nas habilidades”, complementa. 

Comments are closed