inovabra habitat atrai startups internacionais

inovabra habitat atrai startups internacionais

Sempre em busca de expandir os horizontes e gerar novos negócios de valor, o inovabra habitat, ambiente de coinovação do Bradesco, tem feito parcerias de sucesso com startups internacionais que oferecem soluções para diferentes setores. WhyWaste (Suécia), Crowdform (Reino Unido), Colorkrew (Japão) e Clara (México) inauguraram recentemente seus escritórios no inovabra habitat, todos como sua primeira filial na América Latina. Já GoalPlan (Suécia) e Austin Labs (Estados Unidos) aproveitaram o recém-lançado modelo “conectado” do inovabra habitat para se juntarem de forma remota ao ecossistema.

“Com essa diversidade na origem das startups, a conexão e a troca de experiências é mais rica. Afinal, isso nos possibilita ver diferentes formas de investimento, funcionamento de mercados, cultura e desenvolvimento de soluções. O nosso objetivo é ampliar o portfólio do habitat para atender às demandas de inovação das corporações e do próprio Bradesco”, comenta a head do inovabra habitat, Renata Petrovic.

A Goalplan oferece uma solução de plataforma digital (SaaS) para organização de vendas e serviços em todo o mundo. O aplicativo possibilita a visualização centralizada e em tempo real de todos os KPIs gerados através de diferentes fontes de dados, melhor comunicação, maior comprometimento e acesso compartilhado a metas e resultados. O CEO da startup, Markus Täkte, explica que as empresas da Suécia têm uma longa história no Brasil e a Goalplan é mais um exemplo de como a tecnologia sueca e o empreendedorismo brasileiro se encaixam. “O vasto país, o ambiente vibrante de negócios e a necessidade de ferramentas digitais tornam o Brasil uma oportunidade perfeita para nós. Nosso objetivo é unir forças com o inovabra habitat, tornando-nos um membro ativo na comunidade, na esperança de nos alinharmos com clientes e parceiros para facilitar a digitalização das empresas brasileiras”, comenta Markus.

Outro exemplo é a WhyWaste, que foi pioneira no uso de inteligência artificial e big data como ferramentas de auxílio na gestão de vencimentos de produtos e com uma atuação que atende às práticas de ESG, que vem do inglês Environmental, Social and Governance, ou seja, Ambiental, Social e Governança (ASG, em português). A startup, que também é de origem sueca, ajuda o varejista a estabelecer regras e alertas de monitoramento de seus prazos de validade. No Brasil, a WhyWaste é a única empresa com sistemas já validados e escaláveis, bem como produtos, profissionais e experiência para atender grandes clientes, tendo alcançado números muito expressivos.

A japonesa Colorkrew funciona como uma rede social corporativa com foco na gestão de OKRs (Objectives and Key Results ou Objetivos e Resultados-Chave), entregando a exposição necessária aos funcionários para que possam compartilhar as conquistas das metas da empresa. Se por um lado as organizações ganham com os melhores resultados, os colaboradores buscam se expor e, consequentemente, crescer na empresa.
Já a Crowdform atua como uma agência de desenvolvimento de produtos e serviços digitais que combina estratégia, tecnologia e design para uma ampla gama de negócios, desde startups até grandes organizações espalhadas pelo mundo.

A Austin Data Labs está revolucionando a forma como Cadeias de Suprimentos complexas capturam oportunidades de margem através de aplicativos configurados em sua plataforma ScAIcloudⓇ. Utilizando Inteligência Artificial, Ciência de Dados e um time de ex-executivos da Indústria, a empresa direciona seus clientes a decisões mais lucrativas suportando processos de Planejamento de Demanda, Otimização da Produção e Revenue Management.

A Clara, última a se juntar ao ecossistema do inovabra habitat, é uma fintech cujo objetivo é facilitar a gestão de gastos corporativos para empresas em rápido crescimento. Os seus primeiros produtos são uma plataforma de controle de despesas e cartões de crédito corporativos. Para Layon Costa, responsável pelas operações da Clara no Brasil, se tornar habitante vai contribuir muito para a geração de novos negócios no país e estimular ainda mais o desenvolvimento da startup. “A Clara é a solução de pagamentos ideal para empresas que estão crescendo em ritmo acelerado, portanto esse é o habitat natural para nossa equipe. Temos plena convicção de que essa colaboração alavancará o crescimento ainda mais rápido de nossas operações em terras brasileiras e será o início de uma parceria frutífera”, destaca.

“Desenhamos um modelo que pudesse abranger empresas de diversos setores e de qualquer lugar do mundo, mesmo que remotamente. Hoje, o inovabra habitat conta com cerca de 200 startups e 73 corporações. Dessas, 44 empresas são conectadas, o que permite a ampliação do nosso portfólio de demandas por soluções inovadoras e potencialização da geração de negócios”, completa Renata.

Comments are closed