Startup do mercado financeiro recebe aporte R$ 6,5 mi para formar mil analistas

Startup do mercado financeiro recebe aporte R$ 6,5 mi para formar mil analistas

Combater o desemprego com a criação de oportunidades em uma carreira promissora para jovens talentos sem qualquer conhecimento no mercado financeiro. Essa é a transformação social proposta por dois jovens empreendedores que há dois anos começaram do zero e hoje são responsáveis pela gestão de uma carteira de clientes que totaliza quase R$ 1 bilhão. Ao utilizar metas ambiciosas por meio da qualificação, a Marco Investimentos pretende multiplicar em cinco vezes esse valor de custódia até 2025. Quer alcançar os R$ 5 bilhões para se tornar uma plataforma referência em formação de profissionais no segmento em franca expansão no país.

Com as mentes abertas para promover profundas mudanças através de um trabalho duro, mas ao mesmo tempo com o objetivo de cuidar das pessoas, o economista Tiago Piassum Teodoro, de 27 anos, e Thales Nóbrega, de 30, não medem esforços para chegar ao topo numa velocidade impressionante. Apoiada pela XP Investimentos, a startup acaba de receber um aporte de R$ 6,5 milhões, que serão investidos em tecnologia e, sobretudo, em recursos humanos. O valor foi obtido junto a um investidor estratégico em uma primeira rodada já concluída e assessorada pela Biancamano Capital.

“Queremos nos tornar uma plataforma referência focada nos aspectos tecnológicos, e entregar para o parceiro B2B a melhor experiência para trabalhar conosco”, almeja Piassum. Audacioso, o projeto educacional será executado em nível nacional, com o objetivo principal de formar mil assessores no Brasil até 2025. Esses futuros assessores receberão uma formação através de cursos de capacitação a serem oferecidos em parceria com a XP School, que dá suporte ao projeto.

“Trata-se de um modelo próprio de captação de agentes autônomos, de educação e formação de profissionais. Vamos apostar em jovens recém-formados que tenham motivação para empreender. É uma grande oportunidade para que eles possam ganhar entre R$ 5 mil e R$ 10 mil por mês”, antecipa.

Projeto ambicioso e altamente escalável

Após idas e vindas, os fundadores traçaram metas ambiciosas. A plataforma própria de tecnologia e investimentos estipulou que pretende ter mil assessores de investimentos por meio da educação. Com isso, formataram um projeto de atrair jovens de 18 a 30 anos sem background financeiro para que esse contingente consiga mudar a vida das pessoas próximas e de comum convivência. Ao mesmo tempo, querem garantir boas rendas a esses profissionais, que giram entre R$ 5 mil e R$ 10 mil mensais.

Essa faixa de valor está bem acima da média salarial da população brasileira. Dessa forma, a ideia é também promover uma transformação social, ao preparar esses jovens para atuarem no mercado financeiro brasileiro. “Empreender transforma e essa foi a maneira como eu e o Tiago enxergamos de vencer na vida”, diz Nóbrega.

Ao final de 2019, o escritório já computava R$ 100 milhões de custódia. Nessa ocasião, a XP entrou com um aporte de R$ 1 milhão para a empresa fazer a sua primeira expansão. “Investimos em pessoas e na nossa nova sede. Em 2020, terminamos com R$ 330 milhões e também atraímos novos sócios. No início de 2021, a Axis passou a se chamar Marco Investimentos, como um marco pela entrada de novos mais associados”, revive Nóbrega.

Comments are closed