Reskilling e Upskilling: conheça as competências e habilidades para o futuro do trabalho

Reskilling e Upskilling: conheça as competências e habilidades para o futuro do trabalho

A transformação digital e tecnológica das empresas tem demandado novas habilidades dos colaboradores como também repaginar sua carreira e contribuir com diferentes perspectivas em outras áreas ou em novas funções. Essas mudanças no desenvolvimento dos profissionais, conhecidas como Reskilling Upskilling, podem contribuir para o avanço na carreira ao longo dos anos.

“Ambos os conceitos ajudam no desenvolvimento profissional, seja para crescer em sua área de atuação ou até mesmo buscar uma nova carreira. Também são estratégias para líderes ajudarem suas equipes a crescer e para RHs, que querem contratar melhor e reter seus talentos”, afirma Lucas Toledo, diretor executivo do PageGroup.

Mas você sabe o que estas expressões querem dizer? Confira abaixo a aplicação de cada uma delas:

Reskilling: em um mundo em constante mudança, onde novas ferramentas, tecnologias, conceitos e até mesmo profissões surgem frequentemente para acompanhar as necessidades do mercado, é necessário que os profissionais busquem aprender novas habilidades para se requalificar no mercado de trabalho e se adaptar ao contexto atual. Isso é chamado de Reskilling.

Upskilling: ao longo da carreira é preciso dar continuidade aos estudos para alcançar um novo patamar, seja para evolução de nível de cargo (pleno, sênior, especialista) ou assumir uma função de liderança na organização. A aquisição de novas habilidades que ajudam os funcionários a melhorar seu desempenho em seu papel atual é chamada de Upskilling.

“Nunca foi tão importante entender todos os diferentes aspectos que compõem o conceito de habilidades pois, nos próximos anos, a corrida para recrutar, atrair e desenvolver profissionais híbridos (com fortes habilidades técnicas e comportamentais) será exclusiva para aqueles que entendem a importância deste tipo de colaborador para consolidar equipes de trabalho altamente eficientes e preparadas para superar a volatilidade do mundo do trabalho”, analisa Ricardo Basaglia, diretor geral da Michael Page.

Comments are closed