Hathor Network assina acordo que visa alcançar 100% de energia renovável no setor cripto até 2025

Hathor Network assina acordo que visa alcançar 100% de energia renovável no setor cripto até 2025

A Hathor Labs, empresa criada pelos fundadores da Hathor Network, é a nova signatária do Acordo Cripto Climático (CCA, na sigla em inglês), um grande pacto de empresas para descarbonizar o setor de Blockchain e cripto. Com isso, a rede se compromete a zerar, até 2025, o uso de fontes fósseis na mineração de criptomoedas.

A iniciativa está em linha com o Hathor Green, programa que engloba as áreas ambiental, social e de governança da startup e prevê a bonificação de mineradores que utilizam fontes renováveis no processo de obtenção de bitcoins combinada com o token nativo HTR. Podem participar mineradores individuais ou profissionais não apenas de bitcoin, mas de todas as moedas baseadas no algoritmo de mineração SHA256d, desde que a atividade também esteja com a mineração compartilhada habilitada na Hathor Network.

“Fazer parte do Acordo Cripto Climático é um passo muito importante dentro da trajetória da Hathor Network. Como trabalhamos com mineração combinada, sabemos que para gerar nosso token nativo (HTR) a emissão de gases é ínfima, mas estamos assumindo nosso compromisso no que tange a ajudar a reduzir esse efeito na mineração de bitcoins. Quanto mais renovável for a matriz energética, melhor será para o futuro do nosso planeta”, afirma Guto Milano, head de Marketing da Hathor.

A Hathor Network utiliza um mecanismo de consenso híbrido criado pelo engenheiro Marcelo Brogliato, CTO da startup, durante seu PhD. Nele, as novas transações feitas na rede recebem confirmações tanto diretamente de transferências prévias (DAG), quanto de blocos minerados a partir do método Proof-of-Work (blockchain). Além disso, a rede agrega outras vantagens, como transações sem taxas, tecnologia avançada que permite até 300 transferências por segundo (com capacidade futura de ampliação) e criação de novos tokens de maneira rápida e simplificada.

Acordo

O CCA foi inspirado pelo Acordo Climático de Paris e reúne organizações da indústria cripto que informam, desenvolvem, testam e implementam novas soluções que aceleram a transição para energia renovável. O acordo oferece um espaço aberto para enfrentar desafios, reunir requisitos, apresentar soluções, compartilhar aprendizados e promover as melhores práticas do setor. Energy Web, Aliança para Regulação Inovadora, RMI e o Fórum Econômico Mundial convocaram várias atividades em apoio ao acordo, que já conta com mais de 150 signatárias, entre elas Ripple, Consensys e Tezos, entre outras.

O objetivo geral do Acordo da Criptografia Climática é descarbonizar a indústria cripto global, priorizando a gestão climática e apoiando toda a transição até zerar as emissões de gases do efeito estufa até 2040.

Comments are closed