Continental anuncia meta para zerar emissões até 2040

Continental anuncia meta para zerar emissões até 2040

A fim de sensibilizar o nicho industrial para o uso responsável dos recursos naturais, a Continental, empresa que desenvolve tecnologias e serviços pioneiros em mobilidade sustentável, anunciou seu novo plano de sustentabilidade para 2050. Alinhada com as diretrizes do Acordo de Paris, tratado ambiental chancelado pela Organização das Nações Unidas, as metas estipuladas pela multinacional alemã visam tornar os negócios ecoeficientes ​​em todos os níveis da cadeia de valor.

A neutralidade climática total é diretriz para as novas ações da organização em prol da preservação do meio ambiente. Isso significa que, até 2040, a Continental pretende contribuir para neutralizar 100% da emissão de carbono gerada pelas suas atividades. Para além da neutralização do dióxido de carbono, a multinacional também se comprometeu a reduzir 20% do consumo de energia até 2030, gerando uma economia de, pelo menos, 1TWh. O plano de sustentabilidade também prevê que cada componente dos produtos Continental deverá ser 100% reciclável ou composto por biomassa até 2050, enquanto a expectativa é de que o índice interno de reciclagem chegue a 95% 20 anos antes, em 2030.

Atualmente, a Continental já consome 55% menos água e 17% menos energia do que a média das demais indústrias por tonelada métrica – unidade de medida equivalente a 1000 kg – de pneus produzidos. Os valores-chave da organização, juntamente com as novas medidas anunciadas, mensuram de forma concreta a dedicação com a causa ambiental. A Continental reconhece que é urgente para o futuro das próximas gerações que haja um comprometimento com o desenvolvimento sustentável aliando também esforços nos âmbitos social e econômico a fim de garantir qualidade de vida para todos.

Com a iniciativa, a marca também prevê o fortalecimento do senso de coletividade e conta com a colaboração assídua de seus colaboradores e stakeholders para tais transformações. “Estamos chegando à beira da emergência climática, por isso nos comprometemos a desenvolver sistemas de gestão ambiental eficientes. Por meio de projetos conjuntos e treinamentos, contamos com o engajamento de nossos colaboradores, fornecedores e parceiros. É preciso que todos assumam o protagonismo da causa e nós daremos todo o suporte necessário para que isso aconteça”, afirma Arnd Simonetti, diretor de Compras para a América do Sul e Coordenador de Sustentabilidade da Continental no Brasil.

Comments are closed