Startup Tractian abre mais de 30 vagas em diversas áreas

Startup Tractian abre mais de 30 vagas em diversas áreas

A Tractian, uma das startups mais tecnológicas do País e que recebeu aportes de R$ 17 milhões de diversos investidores em 2021, está com mais de 30 vagas abertas. Os postos são voltados, majoritariamente, às áreas de software e ciência de dados e, para se inscrever, o candidato deverá acessar o site https://careers.tractian.com/, para encontrar a lista de todas as vagas disponíveis e o job description de cada uma delas. Entre os principais postos estão engenheiros de software, engenheiro de dados, cientista de Dados; programadores front-end e back-end, desenvolvedores Full Stack, diretor de arte, gerente de sucesso do cliente, especialista em Customer Success, entre outros. Todos os candidatos deverão possuir inglês fluente.

“Estamos buscando os melhores cientistas de dados do mundo. Queremos aumentar nossa equipe, que hoje é composta de pessoas bastante jovens e antenadas com o mundo moderno, para que possamos continuar nossa jornada de desenvolvimento de nosso Shazam da indústria, ferramenta de inteligência artificial que ajuda os gestores de manutenção na identificação de possíveis anomalias nos equipamentos, evitando a paralisação daquela máquina ou até da indústria”, disse Igor Marinelli, CEO da Tractian.

A Tractian possui, atualmente, cerca de 30 colaboradores. A meta da startup é chegar a 100 funcionários até o final de 2022. Os novos colaboradores ajudarão a startup a desenvolver soluções de manutenção preditiva para a indústria, como o Band Trac, criado pela companhia em 2019 e composto por um sensor plugado aos equipamentos monitorados para que a plataforma on-line analise a máquina em tempo real e avise os gestores sobre possíveis problemas.

Atualmente, a Tractian já possui atuação em 45 indústrias de diferentes segmentos, como hospitais, shopping centers, indústrias do agronegócio, de maquinário e do ramo alimentício. “Queremos estar em mais de 600 indústrias até 2022. E estes novos colaboradores nos ajudarão neste desafio de estarmos presentes em mais indústrias e segmentos, democratizando a gestão da indústria e ajudando no desenvolvimento da economia brasileira, pois a redução de anomalias em equipamentos evitará a paralisação de uma fábrica e, consequentemente, perdas produtivas, o que impacta também no consumidor final”, completa Marinelli.

Comments are closed