Catho aposta na tecnologia para conectar candidatos e empresas

Catho aposta na tecnologia para conectar candidatos e empresas

Catho foi fundada, em 1977, com o objetivo de encontrar oportunidades para executivos que procuravam recolocação no mercado. Mas foi no ano de 2000 que se apresentou ao mercado. Com a evolução tecnológica, a empresa investiu no mundo digital, criando a Catho Online, que somada a sua experiência, se torna um marketplace de tecnologia que conecta empresas e candidatos. Hoje, a empresa investe e aposta ainda mais na transformação digital, como Inteligência Artificial, para entregar uma experiência ainda melhor aos parceiros e profissionais.

“Vivemos em uma realidade de grande desigualdade social e econômica que impacta a qualidade de vida, saúde, educação e cultura de grande parte da população. Na Catho o nosso intuito é ampliar o acesso ao mercado de trabalho e para nós o trabalho vai muito além do emprego. Acreditamos que o trabalho é um caminho de desenvolvimento pessoal e coletivo. Como empresa, colaboradores, cidadãos – mas principalmente como pessoas – acreditamos no poder de transformação do trabalho e essa é a nossa inspiração em cada conversa, linha de código e decisão do dia a dia. Tudo isso para que possamos participar juntos da construção de um mundo menos desigual, mais justo e próspero”, declara Regina Botter, CGO Candidates da Catho. 

No fim de 2020, a empresa superou pelo segundo ano consecutivo a meta histórica de inclusão de candidatos na plataforma. O crescimento esperado para a primeira semana do ano, era de 5%, contudo o percentual atingido foi superior, cerca de 10% a mais. Para os candidatos com deficiência (PcD) os serviços são 100% gratuitos em todo o Brasil. Já os outros serviços disponibilizados pela Catho aos candidatos, como análise de currículo, assessoria de carreira e outros, permanecem pagos. No entanto, os demais candidatos também contam com recursos gratuitos no site, como o Guia de Profissões e Salários, Por Dentro das Empresas, Aviso de Vagas e Portal Carreira & Sucesso.

A Catho possui um banco atualizado de mais de 10 milhões de currículos. De acordo com a executiva, esse cenário exige estabilidade e disponibilidade do ambiente, em operação ininterrupta que é garantida pela área de TI da empresa.

A Catho possui uma unidade de negócios focada em soluções para o segmento corporativo, a Catho Empresas.  As mais de 360 mil corporações cadastradas contam com diversas ferramentas de recrutamento e gestão de talentos, como a publicação gratuita e ilimitada de vagas, a busca ativa na base de currículos Catho, a solução para recrutamento de pessoas com deficiência (PcD) e a pesquisa salarial, por exemplo. As empresas não pagam para anunciar vagas na Catho, mas existem opções de planos para companhias que decidem fazer buscas ativas por profissionais na base de currículos cadastrados na Catho. 

Dos, cerca de, 700 colaboradores da empresa, aproximadamente 350 estão dedicados exclusivamente ao atendimento ao candidato e mais de 150 são responsáveis pela captação, inspeção e verificação de vagas, que são 100% checadas antes de serem disponibilizadas na plataforma.

Transformação digital

Atuando como uma plataforma tecnológica que permite que candidatos e empresas se encontrem, num match perfeito, a Catho disponibiliza informações como indicadores do mercado de trabalho, dados salariais, de carreira, informações de setores, áreas e profissões, caminhos a seguir para objetivos específicos, entre outros. 

“Investimos há anos para nos consolidar, cada vez mais, como uma plataforma de crowdsourcing em carreira. A ideia é continuar oferecendo soluções de marketplace que aproximem candidatos e empresas, mas com utilização de alta tecnologia, como Big Data, Inteligência Artificial, entre outras, a fim de conseguir auxiliar candidatos e empresas na busca por uma vaga ou um perfil profissional”, declara a executiva. “Ser uma empresa de tecnologia significa estar sempre atualizada para oferecer cada vez mais ferramentas e soluções para empresas e candidatos que façam a diferença no processo de recrutamento com uma plataforma cada vez mais intuitiva e eficiente para os dois lados”, explica.

Desde 2015, a Catho vem aprimorando sua ferramenta de Inteligência Artificial para indicar aos candidatos às vagas que realmente se encaixem com seu perfil. A tecnologia consegue identificar, por exemplo, quais empresas têm maior tendência em contratar profissionais com perfil semelhante e indicar ao candidato. O novo buscador aprende automaticamente o que é importante para cada usuário e interpreta as necessidades, comportamentos, ações e características das vagas e candidatos, maximizando as chances de contato entre candidatos e recrutadores.

A busca é uma das principais ferramentas que os candidatos dispõem para alcançar novas oportunidades de emprego. Aproximadamente 43% dos contatos da Catho são provenientes dela. Com essa nova tecnologia a empresa pretende aumentar as chances de contato entre as empresas e os candidatos. 

Alguns dados e comportamentos utilizados para realizar o matching perfeito são: dados do currículo de cada candidato; envios de currículo feitos pelo candidato; identificação automática dos termos digitados nos campos do formulário (cidade, habilidades, cargo, nome de empresa e área profissional), perfil das vagas procuradas e perfil de candidatos que os recrutadores usualmente contactam em cada tipo de vaga.

Além disso, o novo sistema também prioriza na página de resultados da busca as vagas relacionadas a recrutadores que mais utilizam a plataforma em períodos próximos ao momento de cada busca. Vagas que atendam aos interesses dos candidatos, mas que ainda não receberam muitos envios de currículos, também são priorizadas, uma vez que o candidato passa a competir com menos pessoas pela vaga. O sistema também entende e corrige automaticamente alguns erros ortográficos nos termos digitados no campo de busca por “cargo ou palavra-chave”.

Consolidando-se, cada vez mais, como uma empresa de tecnologia, a Catho já foi considerada pelo ranking do GPTW como uma das melhores empresas de tecnologia para se trabalhar em 2018 e 2020.

Comments are closed