Investo estreia sua atuação na bolsa brasileira com captação de R$ 50 milhões em ETF de tecnologia

Investo estreia sua atuação na bolsa brasileira com captação de R$ 50 milhões em ETF de tecnologia

Depois de receber um seed round no valor de R$ 15 milhões para estruturar sua operação, a Investo, primeira gestora independente focada em ETFs do Brasil, estreia seu primeiro produto na B3. O USTK11 é o pioneiro do País na replicação do ETF VGT (Vanguard Information Technology) que, nos Estados Unidos, possui cerca de US$ 49 bilhões sob gestão e reúne mais de 340 empresas americanas com atuação global, entre elas a Adobe, Apple, MasterCard, Microsoft, VISA e PayPal.

O produto foi listado oficialmente no dia 28 de julho e fechou o período de reserva com captação de R$ 50 milhões e mais de seis mil clientes. Com valor mínimo de R$ 10 por cota e taxa de administração de 0,64% ao ano, o ETF inicia sua atividade com coordenação principal da Easynvest by Nubank, em parceria com UBS BB Investment Bank, Modal Mais, Inter DTVM, Toro e Guide, e participação especial do Banco do Brasil, BTG Pactual, Safra, Genial Investimentos, Vitreo, Órama, Warren, Necton, Ativa Investimentos, Fator, C Capital e Geral Investimentos.

Para Cauê Mançanares, CEO e cofundador da Investo, a escolha pelo USTK11 como primeiro produto da gestora foi pensada para ir ao encontro do principal propósito da Investo. “Nós temos como norte tornar o brasileiro um investidor global e, por isso, optamos por começar a operação com um produto que possibilitasse o investidor ter na carteira um investimento nas maiores empresas de tecnologia do mundo, mas também nas empresas de tecnologia emergentes. Além disso, a tecnologia está no nosso DNA. A Investo já nasceu em home office, com um time residente em diferentes estados brasileiros e também nos Estados Unidos, e isso nos fez entender que estava na hora de trazer um ETF com foco em empresas que fizeram esse período delicado da nossa sociedade um pouco mais possível para as pessoas”, explica Mançanares.

Com a procura por diversificação de portfólio por parte dos investidores, impulsionados pelas baixas taxas de juros, o mercado de Exchange Traded Funds (ETFs) no Brasil vem ganhando cada vez mais espaço. Atualmente, a B3 tem 40 ETFs disponíveis para negociação, sendo 33 ETFs de renda variável, 20 locais e 13 internacionais, e sete de renda fixa.

Fundada por Cauê Mançanares, Silvio Junqueira e Gabriel Lansac, a Investo foi lançada em março de 2020 com o propósito de tornar o brasileiro um investidor global, por meio do acesso a produtos que facilitem a vida dos investidores que desejam investir em empresas do mundo todo. Até o final de 2021, a empresa pretende lançar mais 11 ETFs na B3 e chegar em 200 mil investidores.

Comments are closed