Quansa recebe investimento de US﹩3,6 milhões em rodada seed liderada pela Valor Capital Group

Quansa recebe investimento de US﹩3,6 milhões em rodada seed liderada pela Valor Capital Group

A Quansa, plataforma de benefícios dedicada à saúde financeira de trabalhadores, anuncia nesta quarta-feira (28) um investimento de US﹩3,6 milhões, em uma rodada series seed, liderada pelo fundo americano Valor Capital Group. Participaram ainda os fundos Pear VC, Canary, Norte, Magma e Sequoia – este último investiu pelo Sequoia Scouts, iniciativa pela qual startups que fazem parte do portfólio do fundo indicam novos empreendedores. Empreendedores como Ariel Lambrecht (99), Mariana Dias e Bruna Guimarães (Gupy), Maurício Feldman (Volanty), e Mada Seghete (Branch Metrics), entre outros investidores estratégicos, também entraram na rodada. Os recursos serão aplicados para escalar as operações no Brasil e na ampliação dos times de tecnologia, produto, vendas e experiência do cliente.

Fundada em 2020 por Mafalda Barros e Gonzalo Blanco, a Quansa busca criar uma cultura de saúde financeira dentro das empresas. A história, no entanto, teve início cinco anos antes, quando os founders da startup se conheceram em um encontro regional da McKinsey & Company, onde trabalhavam, e iniciaram discussões sobre educação financeira. Foi no Startup Garage – laboratório de empreendedorismo da Universidade de Stanford, no Vale do Silício – que a ideia virou negócio.

A Quansa tem uma visão muito clara sobre a relevância do mercado e a importância de trazer uma solução que alavanca a tecnologia para ajudar os trabalhadores a enfrentar o estresse financeiro. “Segundo o IBGE, há hoje 68 milhões de brasileiros que ganham até R﹩ 2.300 e que têm algum tipo de dificuldade financeira para pagar suas contas e sair de situações de endividamento”, conta Mafalda. “Essas preocupações têm consequências expressivas na saúde mental dos funcionários, que se traduzem em maior dispersão, ausências e queda de performance no trabalho”, completa Gonzalo.

Para apoiar empresas e funcionários a lidarem com essas barreiras, Mafalda e Gonzalo criaram um tripé de atuação capaz de promover maior tranquilidade financeira. O primeiro passo e mais importante é proporcionar orientação financeira sob medida. “Tão importante quanto ter acesso a mais recursos, é aprender a usá-los de forma responsável. Por isso, ensinamos os usuários a organizar as suas contas, entender produtos financeiros, dar os primeiros passos na poupança e, claro, como gastar melhor. Nosso objetivo é dar todas as ferramentas necessárias para que possam quitar dívidas, tomar melhores decisões e terem vidas financeiras mais saudáveis”, completa Mafalda.

Nesse processo, ajudam clientes a sair do vermelho, sempre que possível usando apenas os seus próprios recursos. “Tivemos dois casos recentes dessa atuação, nos quais o time de consultores conseguiu tirar do vermelho uma cliente que tinha o mau hábito de gastar impulsivamente seu salário. Em outro caso, a esposa do cliente havia sido demitida durante a pandemia e gastos de tratamentos médicos mensais colocaram pressão nas finanças familiares”, conta Mafalda, descrevendo situações comuns aos brasileiros no último ano.

Um dos caminhos é a adoção de um sistema de salário flexível. “Situações imprevistas e emergências não têm hora marcada para chegar. Por isso, funcionários podem resgatar parte de seu salário proporcional aos dias e horas trabalhadas a qualquer momento do mês. Não é um adiantamento e nem empréstimo, é o pagamento do século XXI – e tem sido uma ferramenta essencial de organização financeira para os nossos usuários”, conta a founder.

Quando os recursos próprios não bastam, a Quansa também ajuda o trabalhador a identificar as melhores opções de crédito para as suas necessidades. “Nosso faturamento não está atrelado ao consumo de crédito por parte dos colaboradores, o que garante o nosso foco exclusivo em identificar produtos e serviços financeiros que colaborem mais positivamente na sua saúde financeira”, completa. O objetivo é afastar trabalhadores das opções “fast food” de alto custo que contribuem para altos endividamentos e estresse financeiro no longo prazo.

“O mercado brasileiro de benefícios tem evoluído significativamente nos últimos anos. Entretanto, até agora, não houve uma solução focada na segurança financeira dos funcionários com uma visão tão completa de sua importância para promover seu bem-estar. Com as ferramentas disponibilizadas pela Quansa, as empresas podem fortalecer a resiliência financeira de seus funcionários”, diz Antoine Colaço, Managing Partner da Valor Capital Group.

“Dois em cada três brasileiros começam o mês com alguma dívida, e é corriqueiro ter que decidir qual boleto vai atrasar sem sofrer corte de luz ou despejo. A ideia de empresas poderem apoiar colaboradores a “sair do vermelho”, seja com orientação ou remuneração flexível, foi o que mais me motivou a investir na Quansa. Acredito que serão capazes de mudar para melhor a vida dos trabalhadores brasileiros e suas famílias”, afirma Ariel Lambrecht, founder da 99.

“A experiência de Gonzalo e de Mafalda nos chamou a atenção desde o início. Essa trajetória e a visão que eles têm para o mercado, auxiliando os trabalhadores, nos fazem acreditar que a Quansa tem em suas mãos os ingredientes certos para auxiliar a vida financeira de milhões de pessoas em toda a América Latina”, adiciona Marcos Toledo, sócio da firma de venture capital Canary.

Lançada no Chile em 2020, a Quansa iniciou sua operação no Brasil em junho de 2021 e mira na expansão no território brasileiro. “Não existe ainda uma empresa com a mesma missão da Quansa. Chegamos para cuidar da saúde financeira dos trabalhadores latino-americanos, sem cortar atalhos, os enxergando de maneira integral e com preocupação genuína com seu bem-estar financeiro. Já suprimos cerca de R﹩ 6 milhões em emergências financeiras. Agora, queremos expandir nosso time e investir agressivamente em tecnologia para oferecer a melhor solução de saúde financeira para as empresas e trabalhadores”, finaliza Mafalda.

Comments are closed