Podium Labs, programa de aceleração do Arena Hub, está em andamento com mais de 55 startups

Podium Labs, programa de aceleração do Arena Hub, está em andamento com mais de 55 startups

O Arena Hub, maior centro de inovação e fomento ao esporte da América Latina, deu início ao Podium Labs no início de junho após inscrições e avaliação de startups. Mais de 55 startups de todo o Brasil e uma do exterior se inscreveram no primeiro programa de aceleração do empreendimento, localizado na arena Allianz Parque, em São Paulo.

O requisito para os interessados participarem do ecossistema do Arena Hub ou de iniciativas como o Podium Labs é que a startup ofereça alguma solução para a indústria esportiva. Ao ser membro associado do Arena Hub, as startups têm oportunidades únicas de troca de conhecimento, networking, acesso a Entidades Esportivas e a parcerias, mentorias, hack days e inúmeras possibilidades que impulsionam o negócio. Startups do Brasil inteiro se inscreveram no Podium Labs, que também recebeu uma startup portuguesa, a Em Jogo.

Os Estados que lideram o número de inscritos foram: São Paulo (36); Rio de Janeiro (7); Paraná (5), seguidos por SC, MG, CE, DF, RS, além de uma internacional de Portugal. Das participantes, 42 declararam que estão em busca de investimento e as outras 15 têm interesse em networking e mais experiência. Do total, 37 ainda não receberam investimentos, 11 afirmaram terem tido aportes de até R$100 mil, 8 informaram que receberam valores entre R$ 100mil e R$ 500mil e 1 já contou com apoio financeiro entre R$500 mil e R$1,5 milhão. Entre as inovações tecnológicas desenvolvidas pelas startups estão mais de sete teses, ou temas, relacionados à indústria esportiva.

Para o Podium Labs, a tendência de Engajamento de Fãs se manteve, com 12 inscritas; Performance Humana/Saúde e Bem Estar, se posicionou em segundo lugar com 11; para trabalhar com Inteligência de Negócios foram 10 startups. Além disso, outros temas informados pelos participantes foram: Mídia e Conteúdo, E-Sports e Gamificação e Conhecimento, cada uma com 5 inscritas. O tema de Impacto Social e Sustentabilidade foi informado por 4 startups, e outros temas variados, por 5.

“O mercado de Sportechs movimentou mais de US $20 bi em investimentos nos últimos cinco anos, e o Brasil ocupa a quinta posição. Temos um mercado com um enorme potencial devido ao alcance das soluções pensadas em mercados B2B2C e B2C atrelados à uma aderência à prática e acompanhamento dos esportes onde impactamos quatro quintos da população. Outro ponto relevante é que ainda temos pouca adoção de tecnologias em nossos esportes, principalmente quando comparados aos mercados Europeu e dos EUA”, afirma Fernando Patara, Head de inovação e relação com investidores do Arena Hub”.

Próximos passos

A Catarina Capital tem importante papel durante o Podium Labs, principalmente nas etapas finais. A empresa de investimentos é responsável pela gestão do veículo financeiro, criação e gestão dos comitês e contribuirá ativamente com estratégias no projeto. Junto ao Arena Hub, a Catarina Capital tem auxiliado as startups a identificarem seu cliente-alvo, como rentabilizar com ele, como desenvolver um Minimum Viable Product – MVP (produto mínimo viável) e a avançar na esteira de captação de uma nova rodada de investimento.

O projeto segue durante o segundo semestre de 2021 até dezembro, quando as startups serão apresentadas a investidores, que têm a possibilidade de realizar aportes de até R$400 mil, em troca de um teto de 12% de participação nas empresas, dependendo do estágio de cada uma delas.

Comments are closed