Synthase Ventures investe na Ribon, plataforma que estimula a filantropia entre jovens

Synthase Ventures investe na Ribon, plataforma que estimula a filantropia entre jovens

A Synthase Impact Ventures, holding de investimentos de impacto, acaba de incluir mais uma startup em seu portfólio. Trata-se da Ribon, plataforma que nasceu com o objetivo de tornar a doação parte da cultura do brasileiro. A startup acaba de receber um aporte no valor total de US$ 570 mil. A rodada de estágio Seed foi liderada pela Harvard Angels, mas contou com uma série de outros investidores, entre os quais a Synthase, a Redpoint eventures, e a Verve Capital.

Fundada em 2016 e com foco no público jovem, a Ribon permite que seus usuários doem a ONGs apoiadas pela startup sem gastar um centavo. Isto porque a empresa tem ao seu lado grandes instituições como Bem Maior, Tetra Pak, Klabin e Softbank. O dinheiro doado por estas companhias é convertido em ribons, moeda digital distribuída pelo aplicativo da startup e também via plataformas parceiras.

Com isso, ao responder uma pesquisa de RH, jogar virtualmente, acompanhar determinada live ou mesmo realizar compras em e-commerces específicos, o usuário é surpreendido com um volume de ribons e então direcionado ao app. Ali, ele consegue ter acesso às instituições apoiadas, pode escolher o projeto que mais lhe agrada e então direcionar suas moedas virtuais — cujo lastro é garantido pelas doações de grandes empresas. Muitas vezes, no entanto, o usuário acaba contribuindo espontaneamente com um valor adicional.

“Ao alcançar estes pequenos doadores, conseguimos aumentar as doações em 60%. Isso porque além da doação subsidiada, existe a possibilidade desse usuário doar por conta própria, algo que muitas vezes acaba acontecendo”, comenta Rafael Rodeiro, CEO da Ribon. “Grande parte do nosso público tem até 35 anos de idade e mais de 55% dessas pessoas nunca haviam realizado uma doação na vida até chegarem em nossa plataforma”, completa. Em média, o usuário da Ribon realiza doações de duas a três vezes por semana, e quando doa do próprio bolso faz em um ticket médio mensal de R$ 22.

O trabalho realizado pela Ribon foi responsável por angariar mais de R$ 500 mil reais até agora, com impacto direto em aproximadamente 180 mil pessoas. Os projetos apoiados são das mais diversas naturezas, de prevenção ao câncer de mama à segurança alimentar, passando pela doação de medicamentos. Para compor este portfólio, os projetos têm de passar por uma auditoria terceirizada.

“A Ribon está revolucionando a cultura de doações no indivíduo. O que mais nos chamou a atenção foi a forma como eles têm impactado o público jovem, que é mais engajado, mas que não era atingido por práticas de doações tradicionais. A grande sacada foi justamente alcançar esta população por canais e mídias que lhe são familiares”, afirma Claudio Neszlinger, sócio da Synthase. “Os resultados que têm gerado tem total sinergia com a tese que adotamos aqui, a de encontrar startups que têm o impacto em seu DNA”, completa.

Segundo Rodeiro, o aporte recebido será direcionado à ampliação de parcerias B2B, para a criação de mais integrações e, consequentemente, uma mais intensa distribuição de ribons pela rede. “Brincamos que esta é a nossa meta número um, dois e três. A plataforma tem um potencial gigantesco de escala e acreditamos que existe também um interesse de diversas indústrias em se juntar à causa”, diz.

Comments are closed