Marta Schuh é nomeada diretora de Cyber Risk da Marsh Brasil

Marta Schuh é nomeada diretora de Cyber Risk da Marsh Brasil

A executiva Marta Schuh foi nomeada diretora de Cyber Risk da consultoria de risco e corretora Marsh Brasil. Na nova função, Marta Schuh vai liderar a equipe da Marsh especializada em seguros para proteção das empresas contra riscos cibernéticos. Antes de assumir a posição de diretora, a executiva era superintendente de riscos cibernéticos da Marsh Brasil.

Para a nova diretora de Cyber da Marsh Brasil, o seguro cibernético deve ser visto como parte de uma abordagem integrada de segurança cibernética, como estratégia adicional e complementar aos processos adotados e ferramentas de tecnologia.

“É importante lembrar que a maioria das ferramentas de segurança cibernética são medidas preventivas e as empresas precisam considerar quais medidas de respostas aos incidentes têm em vigor, no infeliz evento de uma violação de segurança. “Problemas de cibersegurança geram riscos operacionais e financeiros. Por isso, a gestão deste crescente risco vai além do ambiente de TI”. É aqui que o seguro cibernético se torna uma opção viável e sensata”, afirma.

“Incidentes vão acontecer e é preciso estar preparado previamente da mesma maneira que empresas se prepararam frente a outros riscos já conhecidos. Para que as organizações se tornem mais seguras, é necessário que haja uma mudança cultural na maneira como os líderes empresariais encaram a segurança cibernética. As empresas precisam pensar sobre que tipo de apólice lhes proporcionará a melhor cobertura e buscar transferir estrategicamente os danos em potencial. Em um mundo cada vez mais dependente de tecnologia, resiliência cibernética vem da união da combinação de fatores, e o seguro certamente é um deles , complementa.

Marta Schuh é formada em Business pela University of Arts London, especializada em Direito Digital pelo Insper, Cybersecurity for Insurance pela UCLA, Cyber Attacks pela NYU Tandon School of Engineering e em Digital Disruption: Digital Transformation Strategies pela Universidade de Cambridge.

Comments are closed