Largo da Batata desponta como nicho de empresas e startups

Largo da Batata desponta como nicho de empresas e startups

Empreendimentos inovadores, infraestrutura de transportes, vida gastronômica e cultural agitadas se mostram como tendências para as jornadas de trabalho no pós-pandemia 

Localizado no coração do bairro de Pinheiros, o Largo da Batata desponta no cenário paulistano como uma nova alternativa para empresas e startups que buscam melhor custo-benefício e qualidade de vida para os colaboradores. A combinação de aluguéis acessíveis, infraestrutura de transporte, metrô próximo e a chegada de novos bares e restaurantes tem tornado a região uma das mais procuradas de São Paulo. 

Em um cenário de pandemia mundial, as empresas passam a visualizar um futuro de jornadas híbridas, que variam do home office para o escritório, além, da busca constante por menor tempo de deslocamento e por empreendimentos mais modernos, que atendam as necessidades da nova realidade. E o largo da Batata vem de encontro com essa tendência. O bairro já é sede de empresas como a XP Investimentos e mais de 20 startups que buscam abrir suas empresas em locais de fácil acesso para seus funcionários e clientes. Isso aumentou a valorização da região, que está rapidamente se tornando um fortíssimo centro econômico em São Paulo. 

Levando em consideração as novas demandas da sociedade, o edifício Dynamic Faria Lima foi projetado a poucos passos da Faria Lima, em uma área de referência de entretenimento, gastronomia e serviços. O prédio está estrategicamente próximo a locais importantes, como o Centro Brasileiro Britânico, Instituto Tomie Ohtake, shoppings Eldorado e Iguatemi, praças, Sesc, permitindo facilidade e agilidade aos negócios com amplas opções de serviços nos entornos.  

Lançado no início de 2021, o empreendimento se destaca pela projeção anti-covid, permitindo maior ventilação e a entrada de luz natural nos ambientes. O rooftop descoberto também é um dos diferenciais como alternativa para receber clientes e marcar reuniões presenciais com segurança. O terraço a céu aberto ainda dá direito a uma vista privilegiada da cidade.  

O prédio conta também com varandas amplas, acesso independente de veículos para condôminos e visitantes, pés-direitos generosos, ampliando a circulação de ar nas unidades, e a implantação de lajes, visando uma iluminação natural. Na parte externa, o empreendimento se integra com o passeio público, onde o térreo traz um paisagismo que prioriza o caminhar fluido e espaçoso para o pedestre. Além disso, conta com áreas verdes em ao menos 25% do terreno. 

“Nossos projetos são pensados para contribuir com a sociedade e oferecer sempre saídas aos desafios históricos. A concepção do Dynamics pressupõe o atendimento a um público em um tempo de intensas transformações e necessidade de reinvenção nas mais diversas áreas. Por isso, esses diferenciais ficarão como legados para o mercado imobiliário. Além da localização privilegiada, que contribui para a qualidade de vida e de trabalho em qualquer momento da humanidade”, explica o CEO da Lucio, Lucio Junior. 

Revitalização 

O processo de revitalização do Largo da Batata começou em 2010, com a construção da estação de metrô Faria Lima. Logo após, em 2013, veio a inauguração do Terminal Pinheiros, e, então em 2014, a construção de mais uma estação: a Fradique Coutinho. Mais de R$ 200 milhões foram gastos com as obras públicas. 

De repente, o bairro se viu conectado a todo o resto da grande São Paulo, o que proporcionou um grande aumento de procura tanto de investidores quanto de moradores. A conectividade trazida pelas estações da linha amarela tornou o local um grande ponto de interesse para empresários. Dezenas de restaurantes foram abertos e a vida noturna se agitou. 

De acordo com uma pesquisa da plataforma de recrutamento digital Revelo, que atende cerca de 800 startups, o número de entrevistas com candidatos na região do Largo da Batata aumentou 208% no primeiro semestre de 2018 em relação ao mesmo período de 2017. Já o número de empresas ativas, que buscaram os serviços da Revelo, cresceu 93% de janeiro a junho de 2018. Entre os profissionais mais demandados pelas empresas da região, estão os de tecnologia, como desenvolvedores e designers de experiência do usuário em aplicativos e plataformas. 

“Todas essas vantagens buscadas pelas empresas nos últimos anos devem retornar com força quando a população estiver imunizada contra o coronavírus. Vemos um cenário de trabalho remoto aliado ao presencial, já que o olho no olho nunca poderá ser substituído, bem como a cultura e a gastronomia que o Largo da Batata proporciona em experiências presenciais”, analisa Lucio Junior. 

Comments are closed