Magento Commerce passa por reposicionamento de marca e agora é Adobe Commerce

Magento Commerce passa por reposicionamento de marca e agora é Adobe Commerce

A partir deste mês, a Magento Commerce, líder em inovação e flexibilidade de customização para o e-commerce de empresas B2B e B2C, inicia o processo de reposicionamento de marca e passa a se chamar Adobe Commerce. O principal objetivo da mudança é a total integração com as plataformas de Experience Cloud, que permitem gerenciamento de conteúdo, personalização e análise de dados para criação de experiências digitais.

Outros fatores decisivos para o novo nome foram separar e diferenciar de forma mais clara para o mercado os produtos que pertencem à Adobe dos da Magento Open Source, versão gratuita e comunitária. Agora, todas as soluções da Adobe de comércio eletrônico para empresas estão sob a marca Adobe Commerce.

A Adobe adquiriu a Magento Commerce há três anos por US$ 1,68 bilhão. Desde então, a companhia concentrou os esforços em integrar equipes de vendas, marketing e a própria tecnologia. A mudança de marca é a próxima fase dessa integração. Para os clientes e o mercado a ação é simbólica ao reforçar que a Adobe continua evoluindo seus produtos para fornecer um comércio eletrônico multicanal avançado, integrado e com a melhor experiência para o usuário. 

“No último ano, vimos o e-commerce se tornar o canal prioritário para marcas sobreviverem à crise. Com isso, aceleramos o processo de integração da Magento ao ecossistema Adobe, principalmente de tecnologias como inteligência artificial”, explica a general manager de Adobe Commerce, Stella Guillaumon.

No primeiro trimestre fiscal da empresa em 2021, a área de Digital Experience, pilar global que abriga a Experience Cloud e, por consequência, a Adobe Commerce, registrou receita de US$ 934 milhões, representando crescimento de 24% ano sobre ano. 

Guillaumon destaca que os investimentos em flexibilidade, escala, segurança, personalização e inteligência continuam altos para atender empresas de diversos portes e segmentos, tanto no B2B quanto no B2C, enquanto a marca e o suporte do Magento Open Source permanecem inalterados. “A Adobe continua apoiando a Magento Association para incentivar a comunidade global Magento a aprender, compartilhar e colaborar nos desafios do e-commerce”, conclui a executiva.

Comments are closed