Programa Inovativa de Impacto Socioambiental seleciona projetos para o ciclo de aceleração gratuito

Programa Inovativa de Impacto Socioambiental seleciona projetos para o ciclo de aceleração gratuito

O programa InovAtiva de Impacto Socioambiental vai selecionar até 80 projetos de todo o país com soluções inovadoras na área de impacto socioambiental para um ciclo de aceleração que acontecerá de forma virtual e gratuita entre julho e dezembro. As inscrições para participar do ciclo estão abertas até 28 de junho.

Os projetos selecionados serão capacitados por meio de mentorias individuais e coletivas com especialistas do mercado, cursos e treinamento de pitch – como é chamada a apresentação de negócios de startups. Podem participar do programa empreendimentos nos estágios de validação, operação ou tração e que têm por objetivo gerar impacto socioambiental e resultado financeiro positivo de forma sustentável.

Em 2021, o número de projetos selecionados para o InovAtiva de Impacto dobrou. Desta vez, até 80 startups participarão da primeira etapa do programa, chamada Etapa Aceleração. Nesse período, serão realizadas mentorias de negócios e atividades de capacitação empreendedora, além do InovAtiva Day, evento regional que contará com treinamentos de pitch exclusivos para os participantes do ciclo.

“Os negócios de impacto socioambiental resolvem problemas críticos da sociedade sem perder o foco na viabilidade econômica. Por isso, queremos incentivar e apoiar cada vez mais o surgimento desses projetos. Nos próximos anos, só na área de impacto socioambiental, vamos acelerar mais de 300 negócios com apoio do governo federal”, enfatiza o Subsecretário de Inovação e Transformação Digital do Ministério da Economia (Sepec/ME), Igor Nazareth.

Ao final da Etapa Aceleração, até 40 empresas seguem para a Etapa Conexão, última fase do programa em que os empreendedores participarão de mentorias especializadas para o desenvolvimento de seus negócios, com foco em parcerias e investimentos. O evento InovAtiva Experience encerra a edição deste ano do programa, com atividades de capacitação e de conexão, como o Demoday – momento em que as startups apresentam suas soluções para investidores.

“Ao apoiar negócios de impacto social e ambiental, contribuímos para o desenvolvimento dos negócios no país, sem deixarmos de olhar para o impacto positivo que esses negócios podem gerar na sociedade. Com isso, todos se beneficiam, tanto a empresa quanto a comunidade. Para se inscrever no InovAtiva de Impacto, as startups devem desenvolver soluções inovadoras em produtos ou serviços e ter como missão gerar impacto positivo. Os projetos serão avaliados em cinco dimensões: grau de maturidade do negócio, grau de inovação, potencial de mercado, composição da equipe e tese de mudança”, explica o diretor técnico do Sebrae, Bruno Quick.

Comments are closed