Arena Hub quer dobrar o número de startups e soluções para o esporte

Arena Hub quer dobrar o número de startups e soluções para o esporte

O Arena Hub, maior centro de inovação e empreendedorismo esportivo da América Latina, comemora seu primeiro ano de atuação. O hub iniciou suas atividades em Maio de 2020 de forma 100% digital, devido à pandemia e tem por objetivo reunir os stakeholders fundamentais para fomentar negócios direcionados ao esporte: startups, empresas, entidades esportivas, governo e sociedade civil. Estes players se conectam para trabalhar em estratégias, inovação e tecnologias que possam fortalecer o setor nacional e internacionalmente.

O Arena Hub reúne um time de profissionais com experiência e foco em inovação, dessa forma tem a possibilidade de criar elos, identificar oportunidades e necessidades e conectar os associados que tenham maior aderência. Hoje são 88 startups associadas, 35 entidades esportivas e 24 parceiros estratégicos no Brasil e no exterior. Nesse primeiro ano foram impulsionadas pelo empreendimento mais de 30 conexões entre as startups e entidades esportivas.

Além de hackathons, mentorias coletivas, acesso à conteúdo e conhecimento, o Arena Hub também encabeçou duas grandes iniciativas de incentivo a startups e empreendedores que possam solucionar as necessidades do esporte. Em setembro de 2020, o Desafio Like a Player foi um challenge em parceria com o SEBRAE, aberto para o mercado, em que mais de 80 startups participaram e a grande vencedora foi a FanBase Engagement. Ainda em andamento está o Podium Labs, primeiro programa de aceleração em parceria com a Catarina Capital em que mais de 60 startups estão inscritas.

Desde o início do trabalho, o Arena Hub buscou se adaptar ao momento atual do mundo e, para manter o contato e a troca de experiências entre os associados e o mercado, lançou o Arena Hub Talks. O encontro online direcionado ao próprio mercado da indústria esportiva e aos associados contou até hoje com 17 edições. Entre os temas em destaque estão “A mulher e o esporte: no campo, na mídia e no mercado”; “Inovação e Engajamento de fãs”; “Tecnologia a serviço do esporte Paralímpico”, entre outros. A ideia é manter as ações do mundo digital que facilitaram a troca, porém também fazer uso do espaço físico do Arena Hub, localizado no Allianz Parque, em São Paulo.

“Há inúmeras possibilidades de negócios direcionados ao esporte no Brasil e no mundo. Com a pandemia, observamos que o engajamento de fãs é uma grande tendência, mas há outras oportunidades e queremos fazer parte delas e inserir os associados em mais cenários”, afirma Ricardo Mazzucca, CEO e conselheiro do Arena Hub. “Estamos com projetos bem interessantes em andamento, com um grupo diverso, mas o mercado é promissor e estamos otimistas para os próximos anos de atuação, tanto que o nosso objetivo é dobrar o número de startups até o final de 2021. O desafio é grande, mas o cenário e a indústria estão a favor”.

Comments are closed