Softplan faz investimento relevante no CV – Construtor de Vendas que passa integrar o Sienge Plataforma

Softplan faz investimento relevante no CV – Construtor de Vendas que passa integrar o Sienge Plataforma

Aporte faz parte da estratégia de crescimento da companhia via fortalecimento do seu portfólio de produtos no mercado privado

A Softplan, uma das principais desenvolvedoras de software do Brasil, começou o ano com um olhar estratégico voltado para a área de M&A. Com a perspectiva de investir R$ 200 milhões em três anos, a empresa anuncia sua segunda aquisição em 2021, o CV-Construtor de Vendas. O movimento representa a união de dois expoentes do mercado da construção, sendo o CV, principal CRM especializado no mercado imobiliário brasileiro e o Sienge, solução líder no país em gestão na área de construção.

O tamanho e a importância do investimento ficam evidentes a partir da análise dos dados de crescimento do Sienge e CV. Em 2020, o avanço do Sienge foi de 13% chegando a 3,6 mil clientes. No mesmo período, o CV cresceu 131%, atingindo mais de 340 clientes. Em 2021, o CV trabalha para dobrar o resultado de 2020.

Além da atuação no setor da construção civil, Sienge e CV têm seus negócios baseados em tecnologia, com receita recorrente e digitalização de processos de gestão de empresas da incorporação e construção. Essa ação foi, portanto, um passo natural em um relacionamento que iniciou em 2019 com a integração entre as soluções e que faz parte da estratégia de ampliação do espectro de atuação da plataforma, com construção de soluções para jornadas de negócios completas.

Dentre os trunfos do CV está a possibilidade de fazer a gestão de leads, vendas e pós-vendas das incorporadoras. Com isso, o CRM proporciona visibilidade e controle a todos os players envolvidos no processo: incorporadoras, imobiliárias, corretores, correspondentes e clientes. As características do CV são muito aderentes à estratégia do Sienge Plataforma. Não é à toa que 94% dos clientes CV compartilham características com a base Sienge. “A associação reforça a estratégia do Sienge de ser cada vez mais uma one stop shop para as empresas de construção e incorporação”, explica Fabrício Schveitzer, diretor de Estratégia e Mercado do Sienge.

O CV, por sua vez, também visa a transformação do mercado da construção civil. “Nós colocamos a cultura de trabalhar de forma digital em uma área que hoje ainda é muito ‘offline’”, explica Toninho Garcez, COO do Construtor de Vendas. “O desafio é escalar e manter o mesmo nível de atendimento e, desta forma, ajudar o setor a evoluir”, complementa.

Assim, com esse tipo de integração, o Sienge Plataforma se posiciona cada vez mais como espinha dorsal tecnológica de seus clientes. Ou seja, um hub – que atualmente já conta com mais de 30 softwares integrados – por meio do qual os clientes podem escolher as soluções tecnológicas mais adequadas a seus modelos de negócio.

Um dos principais ativos da associação é o conhecimento de mercado desenvolvido pelo CV. “Como o propósito é agregar expertises, um dos grandes ativos é continuar tendo os sócios-fundadores à frente da operação”, pontua Schveitzer.

Outra sinergia compartilhada entre as empresas é o foco na construção de um ecossistema de valor em torno das soluções oferecidas. “Nossa estratégia continua sendo a de promover o crescimento e a integração do mercado imobiliário. Tanto é que, além do Sienge Plataforma, o CRM integra com outros ERPs do mercado, como Totvs, SAP, Informakon, UAU, Mega, dentre outros”, explica Fábio Garcez, CEO do CV.

Além disso, o time de Produto e Tecnologia do CV foi estruturado para entregar cada vez mais valor ao Cliente. “Temos feito investimentos agressivos em arquitetura e servidores para atender à crescente demanda dos nossos clientes e as expectativas comerciais da empresa.” diz o CTO do CV, Gabriel Manzano. Essa negociação ataca o cerne de uma demanda histórica de mercado, que é a digitalização e inovação em processos de gestão no segmento da construção. Com um faturamento de R$ 336 milhões em 2020 e mais de 2 mil funcionários em todo o território nacional e na Colômbia, a Softplan anunciou a criação de uma nova diretoria de M&A em janeiro.

Comments are closed