Pesquisa Forrester Consulting: assinaturas eletrônicas reduzem em 96% o tempo do ciclo de contratos

Pesquisa Forrester Consulting: assinaturas eletrônicas reduzem em 96% o tempo do ciclo de contratos

Segundo a nova pesquisa “Total Economic Impact”, realizada pela Forrester Consulting, sistemas de gestão do fluxo de assinaturas eletrônicas reduzem em até 96% o tempo do ciclo de um único documento físico: de uma média de sete dias para somente duas horas. O estudo indica ainda que serviços de assinatura eletrônica geram uma economia para as empresas de 6 dólares por fluxos de assinatura. Ou seja, uma empresa que possui cerca de 100 mil transações de assinaturas externas e internas, por exemplo, poderá economizar aproximadamente 600 mil dólares. 

O senior channel manager de Adobe Sign no Brasil, Eduardo Jordão, explica que as empresas brasileiras estão começando agora a notar o impacto de custos invisíveis gerado pela gestão do fluxo de documentos físicos. “Estamos falando dos valores gastos com motoboy, Correios e outros processos diários que, no final do mês ou do ano, podem gerar uma despesa significativa para os negócios”, diz. 

Apesar de o Brasil ter uma lei que regulamenta a assinatura eletrônica desde 2001, a MP 2.200-1, o uso de soluções digitais que oferecem esse tipo de serviço tem conquistado maior aderência recentemente, durante a pandemia, período em que muitas empresas tiveram que digitalizar seus processos internos. Por consequência, agora essas companhias estão conseguindo medir o impacto da digitalização do fluxo de assinaturas nos negócios. 

Com serviços próprios para assinatura eletrônica, como o Adobe Sign, o envio e a assinatura de documentos podem ser feitos por meio do uso de celulares, tablets ou computadores. “Essa otimização do tempo e maior praticidade para diversos departamentos das empresas é uma vantagem fundamental que pode trazer maior celeridade nos processos”, esclarece Jordão. 

O executivo aponta outro benefício importante no uso de soluções para assinatura eletrônica: a segurança no ambiente digital, que elimina os riscos de perdas, danos e alterações em arquivos relevantes. “Durante o último ano, ocorreram discussões importantes sobre o processo de transformação digital das empresas, mas ela só vai acontecer de forma realmente efetiva quando caminharmos para o fim dos processos documentais em papel”, avisa Jordão.

Comments are closed