Confira os estados do Brasil com mais vagas de trabalho temporário

Confira os estados do Brasil com mais vagas de trabalho temporário

Segundo um levantamento realizado pela Employer, os estados que mais estão com vagas temporárias em aberto são São Paulo, Paraná e Santa Catarina

O trabalho temporário é uma modalidade de contratação eficiente e ágil, que vêm auxiliando cada vez mais as empresas a suprirem as demandas do mercado.

Essa modalidade passou a ser a principal alternativa para vários setores em diversos estados do Brasil que estão em busca de força de trabalho com contratação flexível. Segundo um levantamento realizado pela Employer, uma das maiores empresas de RH do país, os estados que mais estão com vagas temporárias em aberto são São Paulo, Paraná e Santa Catarina.

Para Vânia Montenegro, diretora de serviços da Employer RH, o dado reforça, principalmente, o quanto o trabalho temporário cresceu em 2020 e no primeiro trimestre de 2021. “A contratação temporária tem sido essencial, pois ela proporciona que as empresas atendam às demandas emergenciais durante a crise da Covid-19, ganhando folego para a retomada ao mercado”.

O estudo apontou também que a indústria é o principal setor que está contratando temporários. “Essa modalidade vem tendo um aumento com a pandemia, pois está ligada com alguns cenários que estão presentes nas empresas: a emergência, pois é uma forma eficaz de contratação para não perder as demandas urgentes do mercado; a flexibilidade, porque o contrato pode durar enquanto houver a existência de demanda transitória de serviços, podendo ser encerrado no término da demanda, limitado a até 270 dias. E a incerteza, afinal não sabemos quando o cenário econômico se estabilizará”, explica a diretora de serviços de RH.

Direitos do trabalhador temporário

Vale ressaltar que no contrato de trabalho temporário, o trabalhador tem anotação em Carteira de Trabalho Digital e os direitos assegurados pela legislação 6.019/1974. Dentre os direitos, estão inclusos pagamento de horas extras, descanso semanal remunerado, 13º salário e férias proporcionais. Ele recebe 8% dos seus proventos a título de FGTS e o período como temporário conta como contribuição para a aposentadoria.

De acordo com a legislação, o trabalhador temporário pode ser contratado por até 180 dias, com possibilidade de prorrogação por mais até 90 dias. A efetivação pode acontecer a qualquer momento durante a vigência do seu contrato. “Junto à Previdência, o trabalhador temporário também tem todos os direitos garantidos, como auxílio-doença, desde que se respeite a carência mínima exigida para o pagamento dos benefícios”, diz a diretora.

Comments are closed