Archive abril 2021

Cobrança de ISS em razão da falta de Cadastro Municipal é ilegal, mas prática continua

Alvo de uma intensa disputa entre os municípios espalhados pelo Brasil, a cobrança do Imposto Sobre Serviços (ISS) é, por regra geral, devida no local do estabelecimento do prestador de serviços. Mas, como existem algumas exceções à regra geral do local da tributação, instalou-se uma “guerra” entre as cidades em todo o país, com o intuito de resgatarem tributações para os seus respectivos cofres individuais.

Essa disputa se torna possível em razão de existir, no direito tributário, a figura das “retenções tributárias”, hipóteses em que a lei pode atribuir a responsabilidade pelo recolhimento do tributo a uma terceira pessoa. Em outros termos, essas retenções obrigam o tomador do serviço a reter e recolher na fonte o ISS da pessoa que lhe prestou o serviço.

Com isso, vários municípios – como São Paulo, por exemplo – criaram leis tornando obrigatórias determinadas “retenções” do ISS em face de prestadores de serviços sediados em outros municípios. Para tanto, foi criada a figura do Cadastro de Prestadores de Outros Municípios (CPOM). Assim, inúmeros contribuintes passaram a sofrer dupla exigência do ISS (no município de sua sede e também no município do tomador do serviço), caso não tivessem feito o prévio cadastro no CPOM.

Segundo o especialista em Direito Tributário Eduardo Natalsócio do Natal & Manssur Sociedade de Advogados, essa obrigação de retenção por falta de cadastro (CPOM) já foi declarada inconstitucional em recente decisão proferida pelo Supremo Tribunal Federal (STF). “Mas, apesar de ser considerada ilegal, a prática ainda ocorre, pois mesmo com a recente decisão do STF, vários municípios ainda mantêm a regra do CPOM, como Curitiba, por exemplo”, aponta Natal.

Para o especialista, as empresas que já sofreram essa bitributação se sentem prejudicadas com a prática e possuem amparo legal para contestar esses valores. “Sem dúvida, com o precedente do STF, os prestadores que sofreram essa abusiva bitributação possuem o direito de ingressar com ações judiciais para requerer a devolução do imposto cobrado indevidamente com base na flagrante inconstitucionalidade das normas que exigem o ISS devido à falta de inclusão de seu nome/CNPJ/CCM no CPOM “.

Segundo Natal, além do ISS, existem outras ilegalidades quanto às retenções tributárias para as empresas que desempenham a prestação de serviços como atividade principal, pois determinadas atividades desenvolvidas por essas empresas podem gerar dúvidas sobre a cobrança de ICMS e até mesmo do IPI. Segundo o advogado, esse impacto tributário é muito representativo na gestão econômica e financeira de uma empresa. “Toda tributação implica em valores muito expressivos para o contribuinte, ainda mais em um país que promove muito pouco retorno, em termos de serviços públicos, para a sociedade. No caso das retenções de ISS, o encargo tributário, no mais das vezes, fica em 5% da receita bruta do serviço do prestador”, exemplifica o tributarista.

Inter anuncia aquisição de 50% da IM Designs

Investimento em empresa de realidade virtual é a segunda aquisição da semana: na terça-feira, a empresa anunciou a compra do Duo Gourmet

O Inter anuncia acordo para aquisição de participação societária na IM Designs, a compra de 50% do negócio faz parte da estratégia de M&As, que busca de aquisições de empresas com sólida base tecnológica e perfil inovador. Os sócios fundadores continuarão à frente da gestão, cuja operação será conduzida na Torre Inter, sede do Inter em Belo Horizonte. A efetivação do acordo depende de aprovação do Banco Central.

A IM Designs é uma empresa especializada no desenvolvimento de tecnologias e ferramentas imersivas em 3D para a criação de projetos de visualização de ambientes internos e externos, por meio de realidade virtual (VR), realidade aumentada (AR) e realidade mista (XR). Tem parceria com a maior provedora de softwares do setor de engenharia e arquitetura, a Autodesk®, fazendo parte de um seleto grupo de empresas com acesso às suas versões Beta. Além disso, possui carteira com grandes clientes corporativos.

De acordo com João Vitor Menin, CEO do Inter, com a aquisição de participação na IM Designs, a empresa passa a investir em novas tecnologias para transformar a experiência dos clientes (UX e UI) em seu ecossistema e para se manter como protagonista na oferta de serviços inovadores e disruptivos no Super App.

“Em 2010, nós não interagíamos com as empresas por uma tela. A tendência é que, muito em breve, as pessoas possam utilizar produtos e serviços por meio de wearables que facilitem sua interação com o mundo 3D e que isso não dependa mais exclusivamente da interface de smartphone”, comentou Menin. A expectativa é que Inter e IM Designs possam explorar juntos as fronteiras da transição das interações via telas 2D para experiências 3D imersivas, além de melhorar a experiência e maximizar o tempo de interação dos clientes com a plataforma do Inter.

Duo Gourmet

Na terça-feira, 13/4, o Inter anunciou a aquisição das operações da Duo Gourmet, programa de fidelidade no mercado de alimentação, com atuação em 13 cidades de 10 estados brasileiros e mais de 500 restaurantes parceiros. A operação será conduzida pelo Inter Shop, marketplace do Inter, e contará com a experiência trazida pelos sócios fundadores da marca. O novo investimento, somado à parceria recentemente anunciada junto à Delivery Center, vai fortalecer a proposta de valor para o cliente e consolidar a vertical de alimentação da companhia. A efetivação do negócio depende de aprovação do Banco Central.

Mais aquisições

Esta é quarta aquisição anunciada pelo Inter em menos de seis meses. Além do Duo Gourmet, no fim de 2020, a empresa anunciou a compra de 45% da operação da Granito, do segmento de meios de pagamentos (adquirência) e do controle da Meu Acerto, que atua na área de renegociação de dívidas e Winback. Ambas as aquisições já foram aprovadas pelo Banco Central. “Buscamos sempre oportunidades que possam fortalecer nosso modelo de negócio, trazendo expertise para áreas estratégicas da empresa, além de inovações e conhecimentos que possam melhorar nossa oferta de serviços aos nossos clientes”, diz Menin.

Goldman Sachs Brasil busca 40 quants e profissionais de TI para sua sede em São Paulo

O Goldman Sachs Brasil está buscando 40 quants e profissionais de TI para trabalhar na sede brasileira do banco, em São Paulo. O processo de contratação está aberto e as oportunidades de emprego podem ser vistas em http://www.goldmansachs.com/careers/index.html .

Essa área, conhecida como Engenharia de Mercados Globais (Global Markets Engineering), é composta por estrategistas quantitativos (quants) e profissionais de engenharia de software. Sua tarefa é desenvolver e implementar modelos matemáticos que permitam precificar derivativos, gerenciar riscos, otimizar estratégias e recursos financeiros, além de implementar sistemas para as transações em todos os mercados onde a empresa opera. “É o coração quantitativo e tecnológico do nosso negócio de trading“, afirma André Souza, diretor de Engenharia de Derivativos de Ações para as Américas do Goldman Sachs. Segundo o executivo, o Brasil oferece um altíssimo potencial de talentos inexplorados nessas áreas técnicas. “A equipe trabalhará com as operações de trading não apenas localmente, mas também globalmente, e desenvolverá modelos usados ​​em toda a atividade global do Goldman Sachs, com ênfase nos Estados Unidos”, acrescenta Souza.

Entre as qualificações necessárias estão a formação acadêmica em ciências exatas, como Matemática, Engenharia, Ciência da Computação ou Física, incluindo uma compreensão quantitativa de estatística e probabilidade, e habilidades de programação em C, C ++, Java, Python ou linguagem equivalente. “Embora seja um trabalho altamente técnico, é também um trabalho diretamente atrelado ao mercado financeiro. Bom senso empreendedor, capacidade de trabalhar em equipe e interesse pelo mercado são importantes para que possamos enfrentar os problemas do mundo real de maneira prática”, diz Souza. “É uma oportunidade de trabalhar em uma equipe globalmente integrada, e de aprender e desenvolver os modelos e tecnologias de ponta usados nos mercados globais”, acrescenta.

O processo de contratação também se propõe a atingir candidatxs diversos, seja do ponto de vista de gênero ou racial. De acordo com Laercio Scuccuglia, diretor de Recursos Humanos do Goldman Sachs Brasil, a empresa está aberta à contratação de especialistas de todo o espectro geográfico e universitário. “Acreditamos também que estamos oferecendo uma oportunidade ímpar para que engenheirxs brasileirxs apliquem suas habilidades matemáticas e técnicas às finanças”, comenta Scuccuglia.

O Goldman Sachs Group, Inc. é líder global em banco de investimentos, títulos e gestão de investimentos, oferecendo uma ampla gama de serviços financeiros a uma base de clientes diversificada e significativa, que inclui empresas, instituições financeiras, governos e indivíduos. Fundado em 1869, o Goldman Sachs tem sede em Nova York e mantém filiais em todos os principais centros financeiros do mundo.

Por dentro da cultura organizacional da NZN, a gigante da tecnologia, conteúdo e mídia digital

Transparência, aprimoramento, reconhecimento, diversidade, empatia, respeito e comprometimento são os 7 valores que existem dentro da NZN, um dos principais players para soluções de publicidade e comunicação online e a maior criadora de audiências segmentadas do Brasil, com um ambiente que passa confiança, bem-estar, é altamente colaborativo e estimula a cultura de teste, inovação, bem como o pensamento criativo.

Todas as ações que estão dentro dos sete pilares da NZN são realizadas pelos próprios colaboradores, os chamados NZNers. O grupo, formado voluntariamente por 14 funcionários, sendo 2 por cada valor, é responsável por colher feedbacks de várias áreas da empresa para que juntamente com time de Gente&Gestão, possam pensar em melhorias na cultura da empresa e bem-estar de seus colaboradores. Entre os assuntos abordados estão diversidade, apresentação de conteúdos internos, reuniões de reconhecimento de trabalho e atualizações sobre as atividades dos times da companhia.

Como uma empresa do ramo de tecnologia existe um cuidado em dar oportunidades para diferentes pessoas. Hoje, a NZN conta com um quadro de funcionários de 50% de mulheres e 50% de homens. “Para o nosso quadro de liderança também passamos a ter uma maior representatividade feminina. Temos priorizado a contratação de mulheres, a dar suporte para elas e inclusive promover fóruns apenas para mulheres sobre os desafios que elas passam no mercado de trabalho e sobre carreira. Além disso, nossas funcionárias que são mães de recém-nascidos antes da pandemia tinham jornada reduzida e todos os colaboradores com filhos contam com auxílio-creche para crianças de até 5 anos de idade. Buscamos sempre ser suporte e proporcionar flexibilidade para gestantes e colaboradores com filhos”, aponta Rafiana Rech, head de Gestão&Gestão da NZN.

Ainda no pilar de recrutamento, a companhia valoriza um time diverso. “Desde o processo de recrutamento, mostramos a importância do valor Diversidade para a empresa e incentivamos a candidatura de todas as pessoas. Além disso, fazemos parcerias com consultorias especializadas para aumentar a divulgação das nossas vagas para pessoas diversas”, explica Rafiana.

Mesmo com a pandemia, todas as discussões do grupo de diversidade não pararam, as ações foram reformuladas para o formato online. Os fóruns e rodas de conversa continuam acontecendo via Google Meet. Além disso, são produzidos comunicados no Slack e posts nas redes sociais para levantar discussões a respeito dos pilares centrais da empresa.

Yapay anuncia novo diretor de operações e riscos

A Yapay, unidade de pagamento Grupo Locaweb, anuncia a contratação do novo diretor de operações e riscos, Cristiano Hernandes. O colaborador veio para somar no processo de amplificação, expansão e segurança da Yapay, já que ele tem uma longa jornada na área de riscos e operações.

Na Yapay, Hernandes chegou para contribuir com o crescimento e fortalecimento da empresa e do Grupo Locaweb, através da experiência agregada nestes anos de atuação no mercado de meios de pagamento. “O principal desafio é manter o equilíbrio entre as ações que objetivam impactar positivamente a jornada e experiência dos clientes e a exposição aos riscos para o negócio, em um mercado tão competitivo e em constante evolução.”

Com MBA em gestão empresarial pela FGV, Cristiano atua a mais de 20 anos no mercado de meios de pagamentos, ele trabalhou em empresas como Credicard SA, Orbitall SA, CBSS Administradora de Cartões Visa Vale, Banco Real ABN AMRO, Alelo Administradora de Cartões Benefícios, Incentivo e Gestão de Despesas Corporativas, Bradesco e Hub Fintech, atuando nas áreas de Prevenção à Fraudes, Autorizações, Intercâmbio, Projetos, Compliance e Auditoria Interna, com cartões de crédito, débito, vouchers, pré-pagos e contas digitais.

Além disso, o novo diretor, em 2004, ganhou o primeiro lugar no prêmio The Citigroup Quality Excellence Award, na categoria de Diretoria Executiva de Risco, que avaliava o comprometimento, ética e excelência dos indicados.

IBM adquire myInvenio para turbinar IA em organizações com automação

A IBM (NYSE: IBM) anunciou um acordo definitivo para adquirir a myInvenio, uma empresa de software de mineração de processos com sede em Reggio Emilia, Itália. A aquisição proporcionará as organizações com softwares baseados em dados uma ajuda adicional na identificação de processos institucionais mais impactantes para automatizar o uso de IA – incluindo vendas, aquisições, produção e contabilidade. Também possibilita avanços na estratégia de IA e nuvem híbrida da IBM, proporcionando aos clientes um conjunto completo de capacidades de automação de negócios com IA. Não serão revelados os detalhes financeiros.

Com a aquisição da myInvenio, a IBM ajudará empresas a superarem o desafio de agilizar os processos empresariais pesados e com gargalos, que desaceleram a inovação e aumentam custos.

A notícia ressalta o investimento contínuo da IBM em proporcionar às organizações uma janela única de capacidades de automação impulsionadas por IA para a automação de negócios, incluindo mineração de processos, automação robótica de processos (RPA), através da recente aquisição da WDG Automation, processamento de documentos, fluxos de trabalho e decisões. Todas essas capacidades estão estreitamente integradas com o IBM Cloud Pak for Business Automation e funcionam com Red Hat OpenShift para funcionar em qualquer lugar e ajudar os clientes a automatizarem toda sua empresa.

“A transformação digital está acelerando todas as indústrias na medida em que as empresas enfrentam desafios crescentes com a gestão de sistemas de TI críticos e aplicações empresariais complexas que abrangem o cenário de nuvem híbrida”, disse Dinesh Nirmal, Gerente Geral de IBM Automation. “Com os planos da aquisição da myInvenio por parte da IBM, seguimos investindo na construção de um conjunto de recursos mais completos de capacidades de automação com IA para a automação de negócios, de modo que nossos clientes possam ajudar seus funcionários a concentrar seu tempo de trabalho em atividades mais estratégicas”.

“Através dos planos de aquisição da myInvenio por parte da IBM, estamos revolucionando a forma com a qual empresas gerenciam seus processos operacionais”, disse Massimiliano Delsante, CEO da myInvenio. “A capacidade única da myInvenio em analisar automaticamente processos e criar simulações, que chamamos de ‘Digital Twin of an Organization’ – se une às capacidades de automações impulsionadas pela IA da IBM para gerenciar melhor a execução de processos. Juntos, oferecemos uma solução integral para a transformação de processos digitais e automação para ajudar as empresas a transformarem continuamente insights em ações”.

A aquisição da myInvenio pela IBM se baseia no seu acordo OEM com a companhia. Ao final da aquisição, a IBM tem planos de integrar capacidades da myInvenio em seu portfólio de automação, incluindo IBM Cloud Pak for Business, o software de nuvem híbrida da IBM para o uso de IA, para transformar os processos de negócio e ajudar as pessoas a serem mais produtivas.

As capacidades da myInvenio revelam ineficiências, gargalos e tarefas que podem se beneficiar da automação, ajudando as organizações a reduzir significativamente seus custos operacionais e melhorar o serviço ao cliente. É possível realizar simulações para avaliar as oportunidades de automação para medir os benefícios de sua aplicação desde o início do processo. Ao analisar dados históricos de execução de processos e comportamento de desktop, a tecnologia da myInvenion pode ajudar a determinar onde aplicar bots RPA, decisões automatizadas, modelos de IA e outras automações para ter o melhor impacto no negócio.

As capacidades da myInvenio também podem estar disponíveis para os parceiros de negócios da IBM e nos serviços de automação fornecidos por IBM Global Business Services para ajudar os clientes a gerarem mais informações sobre seus processos empresariais, podendo auxiliar na obtenção mais clara do roadmap de dados para aplicação de automação de forma mais eficaz.

Utilizando as capacidades de mineração de processos da myInvenio junto com a automação impulsionada pela IA da IBM, as organizações podem simplificar seus processos de contas a cobrar mediante a análise de interações com ERP e sistemas de faturação. O software de mineração de processo também permite entender se os funcionários passam muito tempo examinando manualmente as faturas e auditoria de pedidos de compra para encontrar anomalias – dois processos onde a automação com IA pode ajudar a aumentar a eficiência e reduzir custos, ao mesmo tempo em que libera os funcionários para fazer um trabalho mais estratégico. Outro exemplo envolve os sistemas de ticketing de TI. As empresas podem utilizar a mineração de processos para examinar as solicitações de TI mais comuns e automatizar a resolução.

A transação está sujeita às condições habituais de fechamento. É esperado o fechamento até o final desse trimestre.

Siemens e BioNTech adaptam unidade para produção de vacina contra Covid-19

Líder em soluções inteligentes voltadas para a indústria, a Siemens teve papel fundamental para agilizar a produção de uma das vacinas contra a Covid-19. A partir de sistemas de automação e digitalização, a companhia auxiliou na adaptação da unidade da BioNTech em Marburg, na Alemanha, que passou a produzir em tempo recorde o princípio ativo para a vacina COMIRNATY (também conhecida como BNT162b2). Adquirida pela empresa de biotecnologia no fim do ano passado, a instalação estava prevista para iniciar a produção de vacinas de mRNA dentro um ano mas as operações foram iniciadas em apenas cinco meses.

Implementado em apenas dois meses e meio, a solução Manufacturing Execution System (MES) da Siemens foi fundamental para a agilidade do projeto. O sistema assegura que a qualidade e a eficiência estejam integradas ao processo de manufatura e que elas sejam aplicadas de modo proativo e sistemático. Os sistemas de execução de manufatura conectam informações de produção em tempo real, e se integram facilmente a equipamentos, controladores e aplicativos. O resultado é visibilidade, controle e otimização de produção e processos. O novo sistema e a digitalização de ponta a ponta da produção também possibilitam a conversão para “documentação de produção sem papel”, que pode atender imediatamente a todos os requisitos de documentação.

Todo o fluxo de processos da unidade da BioNTech é controlado com produtos Siemens. O MES Opcenter Execution Pharma é usado para orquestrar subsistemas e processos, e para analisar sua qualidade. Além disso, várias etapas do processo de produção de mRNA que eram realizadas manualmente – como a pesagem, cuja medição é vital para a qualidade do produto – passaram a ser feitas pelo sistema da Siemens. As linhas de produção podem ser desenvolvidas, otimizadas e gerenciadas automaticamente. Todos os sistemas foram modificados para automação usando o sistema de controle de processos Simatic PCS 7, que controla e regula os processos do sistema.

Outros produtos usados incluem tecnologia de rede, pontos de acesso WLAN, tecnologia de comunicação e a estrutura de engenharia do TIA Portal. A Siemens apoia a implementação de sistemas para a inicialização da produção na BioNTech com serviços aprofundados e prontidão sob demanda. A Siemens e a BioNTech mantêm uma longa tradição de parceria de colaboração e intensificaram sua cooperação para a produção de vacinas contra a Covid-19.

Itaú Unibanco e Banco24Horas lançam retirada de moeda estrangeira em espécie em caixas eletrônicos

Em busca de soluções mais práticas para seus clientes, o Itaú Unibanco e o Banco24Horas se uniram para o lançamento do caixa eletrônico Moeda Estrangeira Banco24Horas, que permite a retirada de dólar e euro em terminais exclusivos para este serviço, instalados em locais estratégicos.

Nesta primeira fase, os caixas eletrônicos do Moeda Estrangeira Banco24Horas já podem ser encontrados em shoppings como Villa Lobos e Pamplona, ambos na capital paulista. Em breve, mais dois shoppings da cidade de São Paulo devem receber o equipamento. A opção de retirada de moeda estrangeira nos caixas está disponível para clientes de 70 agências do Itaú Personnalité em São Paulo – para utilizá-la é preciso antes realizar a compra do dólar ou euro via app Itaú.

A expectativa é que o serviço seja expandido ao longo do ano para os principais shoppings e aeroportos do país.

COMO FUNCIONA

Após comprar a moeda pelo Menu Serviços > Câmbio > Dólar e Euro em Espécie, basta o cliente selecionar a opção de retirada nos caixas do Moeda Estrangeira Banco24Horas. Em seguida, ele deve ir ao local de sua escolha em até cinco dias úteis, onde será feita a retirada do dinheiro com autenticação via biometria. Não é preciso escolher em qual caixa eletrônico será feito o saque, basta acessar qualquer um da rede exclusiva para moeda estrangeira, listada no próprio App do Itaú ou no App do Banco24Horas.

“Esta é mais uma solução que visa facilitar a vida de nossos clientes no planejamento da compra de moeda estrangeira – alinhada à nossa estratégia de autoatendimento, que busca ampliar a conveniência e autonomia dos clientes com experiências que mesclam o físico e o digital. No futuro, com a rede expandida, nossos clientes poderão fazer a compra no app a caminho do aeroporto, com a tranquilidade e segurança de poder retirar em um dos caixas logo antes de embarcar, caso deixe para a última hora”, afirma Ricardo Santos, superintendente de câmbio do Itaú Unibanco. “Analisando o comportamento de nossos clientes, identificamos que muitos já estão voltando a comprar moeda estrangeira – por isso, retomamos nosso planejamento com novas soluções para esse público.”

A nova funcionalidade está disponível para os clientes de uma das agências contempladas nesta primeira fase de testes, que já realizaram ao menos uma compra de câmbio em espécie pelo Itaú e obrigatoriamente possuem a biometria cadastrada. Os caixas terão notas de 100 (dólar ou euro), com limite de até 5.000 (dólares ou euros) por transação. Além disso, a disponibilidade é automática – assim que a compra via app é confirmada o cliente já pode realizar a retirada.

EXPANSÃO

A TecBan planeja uma expansão ao longo do ano, projetando ter máquinas em outros aeroportos e principais shoppings do Brasil. Nos próximos meses, os aeroportos de Fortaleza (CE) e Porto Alegre (RS) também devem receber a solução.

O Moeda Estrangeira Banco24Horas agregará diversas vantagens aos clientes. Para as pessoas que planejam uma viagem internacional, a solução permitirá que o processo seja feito pelo celular, oferecendo a praticidade, a conveniência, a confiança e a tranquilidade de usar a rede de caixas eletrônicos do Banco24Horas

Para Vitor Chiavelli, diretor de desenvolvimento de negócios e relacionamento da TecBan, a nova solução desenvolvida em parceria com o Itaú está alinhada à estratégia da empresa de ampliar cada vez mais a oferta de serviços do Banco24Horas para seus diversos públicos. “Além de atrairmos ainda mais clientes para nossa rede, nos tornamos uma opção de alto valor agregado para nossos bancos cliente”, completa.

“Em 2019 iniciamos a venda de dólar e euro pelo APP Itaú, que se tornou um sucesso junto aos nossos clientes, e agora lançamos esse projeto em parceria com o Banco24Horas de forma pioneira no mercado. Estamos acompanhando a evolução dessa inovação e em breve esperamos expandir para todos os clientes de todos os segmentos do Itaú Unibanco”, afirma Ricardo Santos.

Midea cresceu 252% em vendas no e-commerce em 2020

A Midea, uma das maiores fabricantes de eletrodomésticos do mundo e líder em equipamentos de climatização, registrou aumento de mais de 252% nas vendas no seu canal em 2020, comparativamente a 2019. As categorias mais vendidas foram eletroportáteis, refrigeradores e lavanderia. Para esse ano, a companhia estima o crescimento 3 vezes maior se comparado ao ano de 2020.

Os produtos mais procurados foram frigobar, airfryer, climatizador, lava e seca e aspirador ágil.

“Identificamos um aumento muito significativo de compras nos segmentos de eletroportáteis e eletrodomésticos desde o início do isolamento e por essa razão tivemos um crescimento muito significativo no e-commerce da companhia. Para esse ano apostaremos em refrigeradores, lava louças e na nossa churrasqueira com tecnologia de luz infravermelha e que não produz fumaça, atributos de inovação ainda raros no país.”, afirma Erico Carvalho de Sousa, Gerente de E-Commerce da companhia.

Distrito lança programa para incentivar empreendedorismo entre universitários

A mais recente iniciativa da plataforma de inovação aberta Distrito é voltada para universidades e estudantes que buscam inovar, aprender e entrar desde cedo no ecossistema de empreendedorismo brasileiro. Trata-se do Avante, campeonato de startups universitárias, que tem o objetivo de gerar conexões e oportunidades para os futuros empreendedores, inserindo-os em uma comunidade de inovação aberta.

No programa, estudantes de graduação, pós e recém-formados de qualquer área de conhecimento e região do país poderão elaborar e desenvolver soluções inovadoras. A primeira edição, com início em julho, terá enfoque em novos modelos de gestão e transformação digital dentro das universidades brasileiras.

Para chegar a essas soluções, os participantes terão, ao longo de seis semanas, acesso a um programa de imersão, no qual terão aulas, palestras e oficinas semanais com especialistas do mercado. Também terão a oportunidade de se relacionar com startups parceiras do Distrito. Toda a dinâmica acontecerá de forma online e gratuita.

Ao final, as melhores ideias serão apresentadas para uma banca com representantes de fundos de venture capital. Os três vencedores receberão prêmios em dinheiro nos valores de R$ 5 mil, R$ 3 mil e R$ 2 mil, além da oportunidade de se conectarem com grandes investidores.

“Queremos ajudar estudantes a acelerar o processo de maturação de suas ideias empreendedoras para que as novas startups saiam do papel, além de abrir caminho para uma maior integração entre universidades e o mercado”, diz Gustavo Araújo, CEO do Distrito. “Os jovens terão toda a base necessária para dar início ao sonho de investir no desenvolvimento do próprio negócio. Vamos levar o mercado de startups para dentro da sala de aula”, completa.

Estudantes de destaque também poderão participar de programas de estágio no Distrito e receberão acesso exclusivo a vagas nas startups residentes do programa Distrito for Startups. A empresa de inovação aberta pretende ainda capacitar professores universitários, para que esses possam atuar como mentores, além de promover eventos e aulas com palestrantes externos para a comunidade acadêmica.

Os universitários interessados em participar do Avante poderão se inscrever, individualmente ou em grupo, a partir do dia 20 de abril, diretamente no link https://conteudo.distrito.me/avante. No mesmo dia, às 18h30, o Distrito promove uma live em seu canal no Youtube, para dar mais detalhes sobre o campeonato e tirar eventuais dúvidas. As inscrições ficam abertas até o dia 13 de junho. O programa acontece nos meses de julho e agosto.

Manaus Tech Hub anuncia “Conexão Distrito” para residência de startups com Equity Free

O Manaus Tech Hub (MTH), espaço de inovação aberta do Sidia Instituto de Ciência e Tecnologia, lança a primeira rodada do programa de residência “Conexão Distrito”. O anúncio ocorreu durante transmissão ao vivo realizada nesta quarta-feira (14/04). Serão selecionadas até seis empresas de base tecnológica (startups) que possam oferecer soluções inovadoras, a partir de desafios reais de grandes indústrias instaladas no Polo Industrial de Manaus (PIM), conhecido localmente como “Distrito”.

A iniciativa, que possui equity free, está com inscrições abertas até o dia 28 de abril e conta com desafios da Electrolux da Amazônia e Tutiplast. As empresas passaram por dinâmicas com o time de Inovação do MTH, a fim de elencar, cada uma, as suas três principais “dores”.

Para Paulo Melo, gerente do Manaus Tech Hub e de Novos Negócios do Sidia, o programa traz uma oportunidade única de atualizar processos de empresas consolidadas às soluções da Indústria 4.0.

“O Distrito Industrial em Manaus apresenta um grande potencial de desenvolvimento tecnológico ainda não tão explorado. O objetivo do Manaus Tech Hub é justamente conectar esses atores à inovação aberta. Temos indústrias de nível nacional e internacional participando, com desafios que vão desde a cadeia logística até o lucro operacional”, explica Melo.

Nesse sentido, Gilson Makimoto, coordenador de Engenharia da Qualidade da Electrolux em Manaus, afirma que a conexão com startups está alinhada com a transformação digital e será decisiva no fortalecimento da cultura de inovação da companhia. “Estamos em busca de novos métodos e tecnologias que possam tornar os processos mais ágeis e robustos para superar as expectativas dos clientes”, enfatiza.

Já para a Tutiplast, que produz componentes plásticos para mais de 40 empresas do PIM e já possui linhas de projeto em andamento que se baseiam nessas premissas, o envolvimento da empresa no programa vai além das soluções tecnológicas e busca despertar também o desejo pela inovação nos colaboradores.

“A inovação incremental é parte fundamental do nosso DNA industrial para otimização contínua dos nossos processos. Porém, a aceleração da evolução tecnológica nos fez repensar nossa cultura e expandir nossos horizontes no que diz respeito à inovação de modo geral”, afirma Maria Nathália Silveira, analista de projetos da empresa.

As startups devem demonstrar capacidade de execução e manter relacionamento próximo com as equipes técnicas das empresas, para de fato implementarem uma solução inovadora, além de demonstrarem interesse em contribuir com o desenvolvimento local.

Devido à pandemia, o programa será conduzido de forma híbrida (principalmente na modalidade virtual), ampliando a oportunidade para startups em todo o território nacional.

O programa conta, ainda, com apoio institucional do Sidia, da Associação Brasileira de Startups (Abstartups), Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (FIEAM), Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (CETAM), FIEMG Lab, Grandeal, STATE Innovation e das iniciativas Creative Startups e OCEAN Brasil.

Confira aqui a live de lançamento e acesse o hotsite https://bit.ly/ConexãoDistrito-MTH para saber os detalhes da chamada e os desafios propostos nesta Rodada #1.

Com 54 anos de existência, o Polo Industrial de Manaus (PIM) é um dos mais tecnológicos parques industriais da América Latina, abrigando indústrias de ponta nos segmentos Eletroeletrônico, Duas Rodas, Naval, Mecânico, Metalúrgico e Termoplástico, entre outros, que geram mais de meio milhão de empregos diretos e indiretos.
Mesmo com a pandemia, o PIM registrou um faturamento de R$ 95,49 bilhões no período de janeiro a outubro de 2020, o que representa um aumento de 9,71% em relação ao mesmo intervalo de 2019 (R$ 87,04 bilhões).

Conheça as indústrias participantes da primeira rodada

• Electrolux

Líder no mercado de eletrodomésticos nacional, a unidade da Electrolux em Manaus tem foco na fabricação de condicionadores de ar e micro-ondas para o mercado nacional e internacional.

• Tutiplast

Com 27 anos de criação e um parque fabril de 7.500 m2, a Tutiplast Indústria e Comércio produz componentes plásticos para mais de 40 empresas do PIM, em diversos segmentos: Eletroeletrônico, Mecânico, Informática, Duas rodas, Higiene pessoal, Produtos descartáveis, etc.

Dafiti Group anuncia 160 vagas, sendo mais de 80 em tecnologia

Depois de fechar 2020 com crescimento expressivo em sua base de clientes ativos, somando atualmente 7.7 milhões, e em Net Merchandise Value (NMV) de R$3.4 bilhões, o Dafiti Group, maior grupo de e-commerce de moda e lifestyle da América Latina, anuncia a abertura de mais de 160 vagas em tecnologia, negócios e operações, apenas no segundo trimestre deste ano. Mais da metade das oportunidades são para a área de TI, que será o principal foco de investimentos da empresa ao longo deste ano.

O grupo tem mais de 30 vagas abertas para as áreas Comercial, Marketing, Facilities, RH e Financeiro – e ainda mais de 80 posições em Tecnologia, divididas em oportunidades para gestores de produtos digitais, engenheiros, desenvolvedores, SREs e profissionais de UX. Com sede em São Paulo, a empresa adota o modelo remoto flexível desde janeiro deste ano para os times administrativos, possibilitando oferecer as oportunidades para candidatos que residam em qualquer região do país. 

Tecnologia em foco

Para as mais de 80 vagas abertas em tech, a empresa busca profissionais com  perfil analítico e experiência em projetos desafiadores. “Estamos todos vivenciando um momento desafiador e de grandes transformações, e dentro do Dafiti Group não seria diferente: estamos nos adaptando constantemente, orientados a nos tornar o ponto de partida da moda na América Latina. Por isso, é fundamental que nossos times tenham capacidade de se adaptar a novos cenários e se sintam confortáveis em um ambiente dinâmico e de constantes aprendizados”, afirma André Piza, CTO do Dafiti Group. “Queremos em nossos times pessoas que se inspiram nas melhorias que estão levando para o consumidor e para a empresa, e que medem seu sucesso pelo impacto que geram, não apenas pela simples entrega de tarefas.”

Para os candidatos, a fashiontech oferece um ambiente inclusivo, dinâmico e com espaço para ideias e experimentações. “Percebi logo nos primeiros dias de atuação na empresa, que nossa cultura de trabalho é baseada em permitir que os funcionários sejam quem eles são e tenham autonomia para mostrar o seu melhor. Acreditamos na importância das pessoas testarem suas ideias e errarem sem medo, como o melhor caminho para o aprendizado e o crescimento”, pontua Alexandre Nigri, que recentemente assumiu a posição de Diretor de Produtos no Dafiti Group.

Vagas no novo Centro de Distribuição

Na área de Operações, são mais de 30 vagas para atuar nos times de Transportes, Prevenção de Perdas, Automação, Controle de Qualidade e Produção. Essas oportunidades são para atuação presencial no LEAP, novo centro de distribuição automatizado do grupo, inaugurado este ano na cidade de  Extrema (MG). Todo o trabalho na unidade é realizado seguindo protocolos rigorosos de  saúde e segurança, garantindo o cuidado com os funcionários.

Benefícios e modelo de trabalho remoto flexível

Desde janeiro de 2021, o Dafiti Group adota o modelo de trabalho remoto flexível, que permite ao funcionário ter a liberdade de adequar sua jornada de trabalho à sua preferência. O modelo prioriza a flexibilidade na gestão do tempo por meio de uma mentalidade remota nas áreas administrativas, possibilidade de escolher de onde trabalhar, sem presença mínima no escritório, e times com maior autonomia e responsabilidades para gerenciar horários de trabalho, entre outras vantagens.

Além disso, a empresa oferece salário compatível com o mercado e benefícios como: 30% de desconto nos produtos dos e-commerces Dafiti, Kanui e Tricae; participação nos resultados; day off de aniversário; horário flexível; vale alimentação/refeição; auxílio mobilidade; ajuda de custo para subsídio de despesas de infraestrutura com o remoto flexível além de seguro de vida e um programa de bem-estar (com Gympass e programa de qualidade de vida por telemedicina).

As inscrições para as vagas mencionadas acima devem ser feitas no site: www.dafitigroup.com/oportunidades-gerais