Dasa e InCor anunciam parceria para acelerar projetos de inovação

Dasa e InCor anunciam parceria para acelerar projetos de inovação

A Dasa e o InCor (Instituto do Coração do Hospital das Clínicas da FMUSP) anunciam parceria para acelerar projetos de inovação entre as duas instituições, por meio do laboratório DasaInova e do núcleo de inovação InovaInCor. “A parceria representa a transposição de barreiras entre instituições pública e privada na geração e troca de conhecimentos em inovação”, celebra Romeu Domingues, co-chairman da Dasa.

“A inovação na saúde não se dá apenas nas novas ideias, produtos e soluções, mas começa com o fomento da cultura de inovação nas instituições, na promoção dos profissionais e em sua capacitação para lidarem com os desafios presentes. Este é um dos grandes motivadores para essa parceria com a Dasa – criar as pontes de colaboração que fomentarão a inovação sinergética”, comenta Prof. Fabio Jatene, vice-presidente do InCor e coordenador do InovaInCor.

Prêmio “Jovens Inovadores Dasa-InCor”


A primeira iniciativa da parceria é o lançamento do prêmio “Jovens Inovadores”, que reconheceu quatro pesquisas realizadas por jovens pesquisadores (até 35 anos) no InCor, em 2020 (veja abaixo). A entrega do prêmio foi feita durante a abertura do “Simpósio InCor: Na Fronteira do Conhecimento”. O evento é um grande painel com as figuras notórias da cardiopneumologia brasileira reunidas no InCor, que apresentarão as recentes pesquisas, inovações e conhecimentos desenvolvidos no Instituto do Coração com impacto importante na ciência, na tecnologia e na prática médica e multiprofissional na especialidade.

O Prêmio Dasa-InCor é constituído de quatro bolsas de R$ 25 mil cada, para aprimoramento profissional complementar de inovação e tecnologia em cursos rápidos sugeridos pelo comitê técnico da premiação. A verba poderá ser utilizada também para participação em eventos científicos. “Nosso objetivo é estimular os pesquisadores no empreendedorismo com base científica para que desenvolvam soluções alinhadas com a realidade e as necessidades da comunidade médica brasileira”, conclui Domingues.

Ganhadores


Renata Verardino
Aplicação da inovação tecnológica na assistência virtual, acompanhamento e engajamento do paciente com hipertensão arterial não controlada.

Eserval Rocha Junior
Análise da tecnologia de reconstrução tomográfica tridimensional no planejamento cirúrgico, análise diagnóstica e ensino em cirurgia torácica

Natalia Lopes
Novo tratamento para o choque séptico: metotrexato veiculado em nanopartículas lipídicas diminui a inflamação pulmonar e a disfunção diastólica do ventrículo esquerdo em ratos com endotoxemia

Camila Moreno
Novos biomarcadores prognósticos do infarto agudo do miocárdio: microvesículas infecciosas e exossomos protetores no soro

Comments are closed