Indústria cerâmica avança em identificação com código bidimensional

Indústria cerâmica avança em identificação com código bidimensional

A Associação Brasileira de Automação-GS1 Brasil e o grupo de trabalho formado por Associação Nacional dos Fabricantes de Cerâmica para Revestimentos, Louças Sanitárias e Congêneres (Anfacer), Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (Abramat) e Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção (Anamaco) promovem a implantação do código padrão GS1 bidimensional DataMatrix para geração de etiquetas de identificação de caixas e paletes destinados a pisos cerâmicos e porcelanato.

O grupo tem como objetivo aperfeiçoar os processos logísticos e administrativos com padrão global de identificação para todos os elos dessa cadeia de abastecimento, que inclui indústrias, distribuidores e varejo. A Associação Brasileira de Automação-GS1 Brasil e o grupo de trabalho das entidades do setor trabalham na padronização dos códigos de embalagens desde 2013, quando estabeleceram a GS1 como referência internacional para identificar seus produtos, que abastecem o mercado nacional e de vários países. A GS1 Brasil e as entidades setoriais operam em conjunto para o engajamento da cadeia e promovem boas práticas. A GS1 Brasil ainda conecta a cadeia de ponta a ponta ao determinar uma linguagem única na identificação dos produtos.

De acordo com informações publicadas pela Anfacer, o Brasil é um dos principais fornecedores do mercado global de revestimento cerâmico. O setor tem 54 empresas produtoras, 71 unidades fabris e 137 marcas. Ainda segundo dados da Anfacer, em 2019, as vendas no mercado interno atingiram 795,7 milhões de metros quadrados e 101,1 milhões foram destinados ao mercado externo.

Os padrões permitem que as empresas operem de maneira eficiente e ganhem agilidade. A indústria cerâmica usa os padrões GS1 de códigos de barras lineares e vai somar agora o padrão GS1 Datamatrix para embalagens e paletes:

Códigos lineares EAN-13 e GS1-128:

Código bidimensional GS1 DataMatrix:

Comments are closed