Digital Innovation One recebe aporte de R$ 3,5 mi da DOMO Invest para ampliar a formação de novos programadores

Digital Innovation One recebe aporte de R$ 3,5 mi da DOMO Invest para ampliar a formação de novos programadores

A Digital Innovation One, plataforma de educação em desenvolvimento de software que conecta empresas com os melhores programadores, acaba de receber um aporte de R$ 3,5 milhões da gestora de fundos venture capital DOMO Invest. Com uma comunidade de mais de 300 mil pessoas que aprendem de forma colaborativa e gratuita na plataforma, a startup acelera a formação de talentos através de bootcamps e cursos online, dessa forma, potencializa as empresas a contratar programadores e desenvolver seus colaboradores em tecnologias emergentes para criar times ágeis de software.

Fundada em 2018 por Iglá Generoso, Gustavo Pereira e Pablo Zaniolo, a DIO tem o propósito de promover transformação social através da democratização do conhecimento em desenvolvimento de software e da conexão de talentos com as oportunidades do mercado de trabalho. Atualmente possui parcerias para formação de talentos em programas gratuitos coordenados pelos Governos Estaduais de São Paulo, Minas Gerais, Maranhão e Alagoas, além de 160 instituições de ensino de todo o Brasil. Em 2019, a startup recebeu investimento do fundo internacional TheVentureCity e iniciou o seu processo de internacionalização. Capacitando talentos para grandes empresas globais como everis, Avanade, GFT, Impulso, Banco Carrefour e Carrefour, a startup alcançou um crescimento de 700% no faturamento de 2020 e com o novo aporte quer alcançar um milhão de talentos em 2021.

“Além de intensificar os programas de formação e aceleração de talentos em tecnologias emergentes junto com grandes empresas, vamos ampliar os programas educacionais e a colaboração com instituições de ensino de nível superior e técnico de todo país, empoderando e potencializando o talento de professores e estudantes de tecnologia para reduzir a lacuna de conhecimento e criar atalhos para o mercado de trabalho”, comemora Iglá Generoso, co-fundador e CEO da startup.

A rápida evolução e adoção da tecnologia cria um déficit contínuo de conhecimento no setor e tem exigido que empresas e instituições de ensino desenvolvam melhores programas para formação e aperfeiçoamento profissional contínuo. A falta de mão de obra qualificada é o principal fator que levou mais de 1 milhão de vagas de tecnologia não serem ocupadas no ano de 2020 em todo o mundo. Apesar desse contexto desfavorável no tocante à formação de profissionais, entidades projetam o alto crescimento da demanda no setor. No Brasil a Brasscom estima que até 2024 o segmento precisará de 420 mil novos profissionais. Nos Estados Unidos, o U.S. Bureau of Labor Statistics projeta um crescimento de 22% na carreira de desenvolvimento de software até 2029. Ou seja, terá uma alta mais rápida do que a média de todas as ocupações do país.

“Desde 1998, quando fundei o Buscapé, a demanda por desenvolvedores de software só aumentou. Com a criação de centenas de novas tecnologias esse mercado ficou mais exigente e sofisticado, e os programadores passaram a ser vistos como peça fundamental na evolução da área digital das empresas. Hoje em dia, é impossível imaginar um grande player do mercado ou até mesmo uma startup que está apenas começando, sem a presença de um programador ou um time desses profissionais. A demanda por especialistas nessa área está maior e também por já ter vivenciado isso ao longo da minha carreira, nós da DOMO acreditamos que o serviço oferecido pela DIO é de de grande importância para o cenário atual e para o futuro”, conta Rodrigo Borges, fundador do Buscapé e atual sócio da DOMO Invest.

Formação conectada com o mercado de trabalho

Com foco na demanda de profissionais e na especialização requerida por grandes empresas, a Digital Innovation One cria trilhas imersivas de treinamento em desenvolvimento de software com experts do mercado e especialistas das empresas integrantes da plataforma. O objetivo é reduzir a lacuna de conhecimento e criar atalhos para que os profissionais conquistem oportunidades mais rapidamente. Com o resultado conquistado em 2020, a startup renovou o contrato com todos os clientes e fechou novas parcerias. Assim, em 2021, serão distribuídas milhares de bolsas de estudo para toda a comunidade aprender e se especializar nas tecnologias usadas por grandes empresas como everis, Avanade, GFT, Impulso, Banco Carrefour, Carrefour, Órbi, Localiza, Banco Inter, MRV, entre outras.

A metodologia educacional usada pela startup é proprietária e foi personalizada depois de um profundo estudo sobre melhores práticas e casos de sucesso na formação de talentos em ecossistemas tecnológicos de alto nível na China, USA, Europa e Brasil. Com cursos, mentorias, projetos práticos e desafios de codificação, a plataforma potencializa os estudantes de forma prática, imersiva e gamificada, identificando os principais talentos e recomendando-os para que as empresas tenham acesso aos candidatos mais qualificados e reduzam o tempo de contratação. As pessoas não admitidas recebem recomendações de desenvolvimento, criando um ambiente sustentável de aprendizagem continuada conectado com uma grande comunidade colaborativa e oportunidades de trabalho.

Na busca por aproximar ainda mais os alunos do mercado e promover a capacitação contínua de professores, instituições de ensino como o Centro Paula Souza do Estado de São Paulo, o Instituto Federal do Estado do Rio de Janeiro, o CEFET do Estado de Minas Gerais, entre outras, fecharam contratos de parceria não onerosos com a startup e estão acelerando a conexão de milhares de novos talentos com oportunidades de aprendizagem e trabalho promovidos pela Digital Innovation One.

Comments are closed