Zenklub recebe aporte da SK Tarpon para potencializar crescimento em saúde emocional

Zenklub recebe aporte da SK Tarpon para potencializar crescimento em saúde emocional

 Maior plataforma de saúde emocional e desenvolvimento pessoal do País, o Zenklub anuncia a conclusão de uma rodada de investimento liderada pela SK Tarpon e GKVentures, contando também com a participação da atual investidora portuguesa Indico. A transação acontece por meio das gestoras Kamaroopin, que tem como estratégia investir e apoiar empresas em fase de crescimento acelerado na criação de valor duradouro, e GK Ventures, fundo de impacto que busca apoiar empresas que estejam trabalhando para resolver problemas relevantes do País. O Zenklub é o primeiro investimento dessas gestoras no mercado de saúde, cuja tese surgiu da constatação de uma necessidade das pessoas na busca pela melhoria da saúde integral, trazendo o equilíbrio mental e social como conceito de saúde mais amplo. O investimento marca a segunda rodada institucional de captação do Zenklub. Com o novo aporte de capital, a startup conta com mais R﹩ 45 milhões em caixa para sustentar o crescimento e desenvolver projetos estratégicos no setor.

Fundado em 2016, o Zenklub viu a quantidade de clientes aumentar 515% e o número de consultas online saltar para 50 mil por mês em 2020. Hoje a plataforma oferece sessões online com mais de 800 psicólogos, psicanalistas, coaches e terapeutas, além de treinamentos de educação socioemocional e uma solução com dados estratégicos para Recursos Humanos e lideranças. No ano passado, a procura por soluções de saúde para empresas cresceu 1.683% e o Zenklub começou 2021 atendendo mais de 200 clientes corporativos.

Segundo Rui Brandão, CEO e cofundador da startup, com o aporte, o Zenklub reforça o caixa para potencializar seu crescimento em 2021. “Queremos levar o projeto de saúde emocional corporativa para outro nível, contribuindo como consultoria e oferecendo dados para o mercado. O investimento ainda potencializará nossos projetos de capacitação e formação de profissionais, investindo em tecnologias e usando expertise em telepsicologia para desenvolver o setor. Além disso, vamos trabalhar a personalização da plataforma de acordo com as necessidades de cada indivíduo, criando assim planos específicos de desenvolvimento emocional”, completou.

Para Pedro Faria, cofundador da SK Tarpon e da Kamaroopin, a pandemia do novo coronavírus apenas evidenciou um problema antigo que nem sempre foi compreendido por parte da maioria da população, principalmente decorrente de um estigma e falta de compreensão de suas dimensões e manifestações na saúde como um todo. “Encontramos no Zenklub uma ótima oportunidade de atuarmos em um problema de dimensões globais, que decorrente da falta de tratamento, custa mais de U﹩ 1 trilhão à economia mundial, sendo o Brasil um dos líderes no quesito de ansiedade e depressão”, explica. A SK Tarpon juntou-se a GK Ventures, em um projeto que visa fortalecer o movimento ESG (Environmental, Social and Governance), trazendo empresas e profissionais como parceiros para melhoria da saúde individual e produtividade por meio de soluções que abranjam não só a saúde física, mas principalmente o equilíbrio entre mental e social. A parceria visa olhar o segmento sob uma ótica global, em busca de melhores práticas em nível mundial que enderecem as necessidades do consumidor.

Segundo informações da OMS (Órgão Mundial da Saúde), o Brasil é o país com maior taxa de pessoas com transtornos de ansiedade no mundo e o quinto em casos de depressão. Os dados da OMS mostram que o problema não é limitado apenas ao Brasil, mas sim de abrangência global. Em 2020, no mundo são mais de 320 milhões de pessoas com depressão e 260 milhões com ansiedade, e grande parte sem nenhum tipo de tratamento. Segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), divulgados no fim do ano passado, o diagnóstico de depressão por profissionais do setor subiu 32,2% em seis anos, atingindo 16,3 milhões de adultos no Brasil.

Comments are closed