Governo deve gastar R$ 320 milhões em fretes para distribuição de vacinas, estima Cargo X

Governo deve gastar R$ 320 milhões em fretes para distribuição de vacinas, estima Cargo X

De acordo com um levantamento realizado pela Cargo X , maior marketplace de fretes do Brasil que oferece uma plataforma com tecnologia de ponta e serviços necessários para embarcadores e transportadores transacionarem online de forma eficiente e segura, o governo brasileiro deve desembolsar R$ 320 milhões em fretes para realizar o trecho rodoviário de entrega das vacinas contra a Covid-19 pelo país.

Feito com base nas informações de Business Intelligence (BI) da logtech, o estudo revela que para transportar 400 milhões de unidades da vacina, quantidade necessária para que cada brasileiro receba duas doses, serão realizadas cerca de 160 mil viagens pelas estradas do Brasil, a um custo médio de R$ 2 mil por frete. O levantamento considera que cada caminhão consiga transportar 5 mil doses por vez.

“O valor estimado para cada viagem leva em conta a necessidade de ter um caminhão refrigerado, o que acaba encarecendo um pouco a viagem. Consideramos a média dos custos que temos em nossa base de dados para mostrar essa realidade, que deverá ser levada em consideração diante de toda a logística que envolve a distribuição das vacinas. Dessa forma, a estimativa inclui o transporte entre o local de produção e os aeroportos; dos aeroportos às cidades; e depois dos Centros de Distribuição até os postos de vacinação”, explica Federico Vega, CEO da Cargo X.

Metodologia

O estudo foi feito com base no banco de dados da Cargo X, que conta com mais de 10 mil embarcadores, 20 mil empresas de transportes e 400 mil caminhoneiros em sua plataforma e registra uma média de 10 mil fretes por mês para todas as regiões do Brasil. Além disso, a pesquisa levou em consideração apenas o modal de transporte rodoviário da vacina que, em sua rota integral, também contempla o modal aéreo.

Comments are closed