Rede Brasil do Pacto Global nomeia presidente da SAP Brasil como sua mais nova ‘Liderança com Impacto’

Rede Brasil do Pacto Global nomeia presidente da SAP Brasil como sua mais nova ‘Liderança com Impacto’

Fortalecendo o compromisso da SAP Brasil com a sustentabilidade ampla (ambiental, social e de governança), a presidente da SAP Brasil, Adriana Aroulho, é a mais nova integrante do programa ‘Liderança com Impacto’, da Rede Brasil do Pacto Global, da ONU, que visa posicionar os CEOs como mobilizadores da sustentabilidade dentro de suas empresas, nas instituições empresariais nas quais participam, no relacionamento com sua cadeia de valor, com governos e com influenciadores em geral. A executiva assume o posto de porta-voz do ODS 10 (Redução das Desigualdades) da organização intergovernamental. 

Para Adriana Aroulho, presidente da SAP Brasil, uma cultura de inovação dentro de uma organização necessita de diversidade de pensamento. “As pessoas são o centro de qualquer negócio e um recurso indispensável. O ODS 10, de Redução das Desigualdades, é um tema que inspira a forma como eu trabalho a Diversidade, Equidade e Inclusão na empresa, sempre me envolvendo pessoalmente com as equipes e impulsionando essa pauta com todas as redes de colaboradores nos temas que envolvem mulheres, negros, a comunidade LGBTQIA+ e as pessoas com deficiência”. 

Tendo a pauta da sustentabilidade no centro da estratégia de seus negócios, a SAP conta com uma série de iniciativas sustentáveis e participação em projetos de responsabilidade corporativa, como o Equidade é Prioridade; (programa criado pela Rede Brasil do Pacto Global que visa elevar a quantidade de mulheres em cargos de alta liderança); o SDG Ambition (programa acelerador do United Nations Global Compact, da ONU, que visa a capacitação das empresas na gestão dos negócios com base nos ODS); o Circular Economy 100 (rede colaborativa de empresas, cidades e governos, universidades e líderes de empresas para acelerar a adoção de práticas e processos de economia circular); o Desafio SAP Leonardo Plastics (projeto de inovação colaborativo com o objetivo de fornecer soluções novas para enfrentar o desafio global da poluição por plástico por meio de uma abordagem de Design Thinking); o CEO Carbon Neutral Challenge (iniciativa que visa reduzir as emissões de carbono e implementar estratégia climática 360), o Climate 21 (programa de apoio aos clientes na busca de objetivos relacionados ao clima e redução de pegada de carbono), entre outros.   

“Integrar-me a este seleto grupo é uma enorme honra. As pautas ESG são uma prioridade estratégica global da SAP e são elas que norteiam nossos processos de inovação, que exige constantes formas de enfrentar os desafios de sustentabilidade e de diversidade. Como signatária do Pacto Global da ONU em mais de 60 países, a agenda 2030 vai ao encontro da abordagem global da SAP de reforçar as iniciativas para ajudar os clientes na transição para uma economia de baixa produção de carbono e alcançar suas metas climáticas. Este é o caminho que trilhamos na SAP”, afirma Adriana.  

SAP obtém as melhores classificações ESG de Corporate Knights e CDP 

Recentemente, a SAP obteve as melhores classificações ESG nos índices de dois relevantes institutos: a Corporate Knight e a CDP (Carbon Disclosure Project). 

  • Corporate Knight: a empresa canadense especializada em pesquisas financeiras, incluiu a SAP em seu relatório 2021 Global 100. O índice nomeia as cem corporações mais sustentáveis do mundo com base em seu desempenho ambiental, social e de governança (ESG). A SAP se destacou em sua estratégia de ‘nuvem verde’, que possibilita, cada vez mais, seus clientes a obterem serviços de TI sustentáveis. A análise levou em consideração 24 indicadores-chave de desempenho (KPIs) com foco na gestão de recursos, gestão de funcionários e financeira, receita limpa, investimento limpo e desempenho do fornecedor. 
  • CDP: O CDP, instituição de caridade internacional sem fins lucrativos que auxilia investidores, organizações, cidades, estados e regiões no gerenciamento de seu impacto ambiental, incluiu a SAP em sua avaliação anual de Mudanças Climáticas: a Lista A 2020. A empresa recebeu a classificação máxima por sua capacidade de apresentar uma conexão mensurável e profunda entre suas iniciativas de sustentabilidade em andamento e o impacto financeiro/ambiental, sendo reconhecida por seus esforços em lidar com as mudanças climáticas em curso no mundo. 

Comments are closed