Stratasys compra Origin por US$ 100 milhões

Stratasys compra Origin por US$ 100 milhões

A líder em impressão 3D Stratasys Ltd. (NASDAQ: SSYS) anuncia a aquisição da startup de impressão 3D Origin Inc. por aproximadamente US$ 100 milhões. A operação permitirá à Stratasys expandir a sua liderança por meio da inovação no segmento de produção em massa de peças, que cresce em ritmo acelerado, utilizando a nova geração de plataforma de fotopolímero baseada no software da Origin. Dentre as aplicações possíveis da tecnologia estão as áreas médicas e odontológicas, além da indústria, em setores como defesa e de bens de consumo.

“Essa aquisição representa um marco importante para a Stratasys, posicionando-nos para gerar uma receita incremental significativa a partir de uma ampla gama de novas oportunidades de mercado para produção em massa”, afirma Yoav Zeif, CEO da Stratasys. “Estou confiante de que as soluções inovadoras da Origin serão uma contribuição fundamental para o nosso forte crescimento a partir de 2021, e apoiarão o objetivo estratégico de fortalecer a nossa posição de liderança e como opção preferencial dos clientes em impressão 3D de polímeros.”

Segundo o CEO da Stratasys, os clientes estão buscando por soluções de manufatura aditiva que permitam o uso de resinas de nível industrial para a produção em massa de peças, com controle de processo e qualidade, e o sistema, baseado em software, Origin One é o melhor do setor, pois oferece um alto rendimento e uma incrível precisão.

“Acreditamos que a combinação do extenso ecossistema de materiais da Origin com os nossos recursos como líderes do setor nos permitirá capturar uma ampla gama de aplicações de produção sob demanda em escala global”, explica Yoav Zeif. “Juntamente com a nossa entrada na tecnologia Power Bed Fusion, a aquisição da Origin reflete outra etapa no cumprimento do nosso objetivo de liderar a manufatura aditiva de polímeros, oferecendo as melhores e mais abrangente tecnologias e soluções do mercado para criar uma cadeia de valor totalmente digital, projetada para a integração da Indústria 4.0”, completa o CEO da Stratasys.

A tecnologia proprietária Programmable PhotoPlymerization (P3) da Origin – um aprimoramento dos princípios do processamento digital de luz (DLP) – faz a cura da resina líquida de fotopolímero por meio da luz. A primeira impressora 3D de nível industrial da empresa, a Origin One, permite o controle preciso da luz, do calor e da força, entre outros parâmetros, por meio do software de feedback de loop fechado da Origin. A nova tecnologia permite que os clientes construam peças com precisão, consistência, tamanho e detalhes líderes do setor, enquanto usam uma ampla variedade de resinas comerciais duráveis.

A Origin trabalha com uma rede de parceiros de materiais – como Henkel, BASF e DSM – para o desenvolvimento de resinas. “Por meio de uma parceria, desenvolvemos materiais com a Origin antes do lançamento da Origin One porque acreditamos em sua tecnologia e visão para o futuro dos fotopolímeros na manufatura aditiva”, afirma François Minec, diretor executivo da BASF 3D Printing Solutions GmbH. “Agora, como parte da Stratasys, estamos confiantes de que, juntos, podemos avançar para um ecossistema de manufatura mais amplo.”

“Fundamos a Origin para criar uma plataforma de manufatura aditiva totalmente nova, que permite a produção em massa de peças de uso final com incrível precisão, consistência e rendimento, juntamente com uma ampla gama de materiais disponíveis”, acrescenta Christopher Prucha, CEO e cofundador da Origin. “A Stratasys é a melhor empresa para nos unirmos para alcançar nossa visão, que nos dará uma oportunidade incomparável de expandir significativamente o alcance de mercado e nos permitirá levar a tecnologia P3 para um público mais amplo”, completa.

A equipe da Origin se juntará à Stratasys e liderará o desenvolvimento de sua plataforma tecnológica e de produto. O primeiro produto completo, resultado dessa aquisição, tem lançamento previsto pela Stratasys para meados de 2021.

Comments are closed