CI&T estende trabalho remoto de suas pessoas no Brasil até junho de 2021 e abre mais de 340 vagas

CI&T estende trabalho remoto de suas pessoas no Brasil até junho de 2021 e abre mais de 340 vagas

A CI&T, multinacional brasileira especialista digital para grandes marcas globais, estendeu o trabalho remoto de suas mais de 2.800 pessoas no Brasil até junho de 2021. A decisão segue na esteira de preservar a vida e o bem-estar de todos na companhia, enquanto a pandemia da covid-19 continua como ponto de atenção no País. Além da medida de extensão do trabalho remoto, a empresa também anunciou uma ajuda de custo adicional para todas as pessoas que permanecerão trabalhando remotamente até essa data e também a abertura de mais de 340 vagas em tecnologia.  

No Brasil, a CI&T possui sede em Campinas (SP) e escritórios nas cidades de São Paulo (SP) e Belo Horizonte (MG). A companhia já adotou uma série de adaptações em suas instalações, ao promover modificações e melhorias em seus prédios, além de ações que visam à prevenção e proteção de seus ambientes. Dentre as medidas estão limitação de uso dos espaços compartilhados, reforço na higienização e na limpeza, implantação de corredores com sentido único e espaçamento mínimo de 2,5 metros entre as mesas de trabalho.

Com as equipes da CI&T atuando de forma integral no modelo de trabalho remoto desde março de 2020, a companhia segue monitorando a situação e acompanhando as recomendações das autoridades governamentais e de saúde para uma possível abertura parcial dos escritórios. Atualmente, a empresa adota um protocolo com quatro níveis de segurança epidemiológico, que variam entre o trabalho de casa opcional (nível 0, padrão) até o fechamento total do escritório por um período (nível 3). No momento, os escritórios da CI&T no Brasil estão em nível 2, o que significa que apenas pessoas que tenham necessidades muito especiais de trabalhar no escritório devem fazê-lo. A empresa mantém uma operação mínima na sede em Campinas e nos escritórios de São Paulo e Belo Horizonte. 

Quando da retomada dos trabalhos ao fim da pandemia da covid-19, a CI&T vai adotar modelos de trabalho no formato híbrido, entre presencial e remoto. Entendendo que isso é essencial para o futuro do trabalho, a companhia desenvolveu um grupo de trabalho com foco em discutir os detalhes desse cenário futuro para as equipes e os times de gestão e liderança. “Sabemos que uma parcela significativa das nossas pessoas deseja poder escolher como dividir sua rotina de trabalho entre nossos escritórios e sua casa, ou outros lugares, quando retornarmos. Isso tem a ver com o poder de escolha, que é um pilar que queremos fortalecer cada vez mais na nossa cultura”, afirma Carla Borges, Head of People da CI&T.

A multinacional brasileira também abre a possibilidade de suas pessoas optarem por adotar o modelo 100% remoto. Nesse formato, é possível trabalhar predominantemente de casa ou em local de própria escolha, em qualquer cidade do Brasil, sem lugar fixo nos escritórios da empresa, e ir para uma base da CI&T apenas quando necessário. A companhia ressalta que o modelo de teletrabalho também prevê idas a clientes, a depender do papel e também do acordado na área. Conforme o estipulado pela organização, ao migrar para o trabalho remoto, há um compromisso mínimo, por parte de cada um, de pelo menos 1 ano nesse novo modelo de contrato. 

Mesmo com seus times atuando remotamente, a CI&T segue expandindo em número de pessoas. Atualmente a companhia tem cerca de 340 novas vagas abertas para profissionais que atuam com tecnologia para trabalhar no modelo remoto. As mesmas podem ser acessadas por este link: https://br.ciandt.com/carreiras

Comments are closed