Vendas no E-commerce durante a Black Friday registram crescimento de 49% no Brasil, segundo Mastercard SpendingPulse

Vendas no E-commerce durante a Black Friday registram crescimento de 49% no Brasil, segundo Mastercard SpendingPulse

Já tem alguns anos que a Black Friday entrou no calendário e ganhou o mercado e o consumo brasileiro. Este ano, por causa da pandemia e das restrições de isolamento estabelecidas pelo governo, a data popular de compras teve o e-commerce como seu principal canal de vendas.

De acordo com o levantamento da Mastercard, SpendingPulse™, que mede os gastos dos consumidores em todos os tipos de pagamento, incluindo dinheiro e cheque, as vendas do e-commerce* brasileiro durante a Black Friday cresceram mais de 49% em comparação ao mesmo período do ano passado. Especificamente, o setor de eletrônicos se mostrou como a categoria mais forte, com expansão de mais de 50% no comparativo com a Black Friday de 2019.

“Este ano, houve um grande avanço no consumo brasileiro de compras online, que foi acelerado pelas restrições para o acesso às lojas físicas desde o início da pandemia. Na Black Friday, esse movimento não foi diferente e pudemos perceber isso com os resultados de expansão do e-commerce durante a data”, afirma Cesar Fukushima, Diretor de Análise Avançada da Mastercard no Brasil.

Além da tradicional Black Friday, segundo o levantamento da Mastercard, a Cyber Monday também registrou forte expansão no e-commerce brasileiro de novembro com um crescimento de 95.2%. O setor de móveis teve destaque de vendas, registrando um crescimento de 96,3%, ambos no comparativo com o ano passado.

*Vendas no comércio eletrônico são vendas de bens e serviços nas quais o comprador faz um pedido ou o preço e os termos da venda são negociados pela Internet, em dispositivo móvel (M-commerce), extranet, rede EDI (Electronic Data Interchange), correio eletrônico ou outro sistema online comparável. O pagamento pode ou não ser feito online.

Comments are closed